Anexo:Lista de personagens de Glee

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Quinn Fabray)
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou secção:

Esta é a lista de personagens da série Glee.

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.


Rachel Berry[editar | editar código-fonte]

A atriz que interpreta Rachel: Lea Michele

Rachel Barbra Berry (Lea Michele) é um personagem fictícia da série Glee da Fox. Linda que encanta com sua voz maravilhosa e perfeita, ambiciosa e carinhosa ao mesmo tempo , ela é uma estrela. No dia em que dois homens gays adotaram Rachel Berry, uma estrela nasceu. Pelo menos, é isso que ela vive dizendo a si mesma desde que ela ganhou seu primeiro concurso de dança com três meses de idade. Seu nome foi inspirado na personagem Rachel Green da série Friends. Rachel é solitária, mas focada e, de certo modo, entusiasmada, pelo seus sonhos de carreira profissional. Por ser diferente das demais adolescentes de sua geração é constantemente ridicularizada, principalmente, por Santana – uma garota de origem latina, que esconde um segredo - por causa do tamanho do seu nariz e sua baixa estatura. Rachel não aceita que ninguém seja melhor que ela, portanto passa a maioria das temporadas sozinha. Rachel é judia, adotada, tem como ídolo Barbra Streisand e ainda alimenta um amor não correspondido por Finn, Sua única fraqueza é ele, o quarterback popular que se junta ao clube e descobre ali uma nova paixão. Rachel provoca, muitas vezes, a irritação dos outros membros do Glee, como Kurt e Mercedes, que ficam indignados com o fato de ela conquistar todos os solos. Porém, todos entram em consenso quando o assunto é Rachel: sua voz é a essência do clube. Começa a namorar com Finn no início da segunda temporada, sendo grudenta e chata por vezes. Quando descobre que ele teve relações com Santana Lopez e não é mais virgem, fica com tanta raiva que acaba por "dar uns amassos" em Noah "Puck" Puckerman. Quando conta para Finn, este fica com raiva e termina com ela.

Na segunda temporada, Rachel convence seus colegas de clube a apresentarem músicas originais nas competições, devido a problemas causados por Sue. Nas Regionais de 2011, o New Directions apresentam duas músicas, uma delas sendo um solo épico de Rachel escrito pela própria, chamado Get It Right, e diz para Finn que tudo o que estava escrito na letra da música era real. Pela apresentação emocionante de Rachel, Will a escolhe como a MVP da competição.

Já na terceira temporada, Shelby, a mãe dela, que aparecera na 1ª temporada, volta, mas a relação entre as duas não é das melhores, mas é normal para a situação. Nessa temporada, Rachel está tentando entrar para a faculdade fictícia de artes chamada NYADA, junto com Kurt, que se tornou seu melhor amigo. Mas isso será um martírio para a vida dela. E ela não desistirá até conseguir entrar. Finn pede Rachel em casamento e, achando que não vai conseguir a vaga na faculdade, ela aceita. Porém, tanto os pais de Finn, quanto os pais de Rachel (que finalmente apareceram na série, depois de duas temporadas e meia sendo apenas citados) se mostram contra o casamento, por eles serem muito novos. Rachel entra em NYADA e se muda para Nova York, sem Finn, Kurt ou qualquer outra pessoa, apenas sozinha na Big Apple ao final da terceira temporada ela é aceita à NYADA, sendo a única à entrar de sua escola. Na quarta temporada se passa entre Rachel tentando se adaptar a nova fase. O namoro a distância dela com Finn não dá certo, pois quando este vai a visitar e descobre que ocorreu um beijo entre Rachel e Brody, um cara que também estuda na NYADA, ele fica muito nervoso e a larga no meio da noite sem mais nem menos. Rachel a procura e acaba o encontrando no auditório, onde ela termina com ele. Finn fica muito abalado com a situação. Na faculdade, ela acaba arranjando uma inimiga, que será sua professora de dança Cassandra July, que implicará bastante no seu pé. Rachel também fará testes para o musical Funny Girl, onde conseguirá passar na primeira fase cantando Don't Stop Believin, passando para a segunda e ultima fase.

Blaine Anderson[editar | editar código-fonte]

O ator que interpreta Blaine: Darren Criss

Blaine Devon Anderson[1] (Darren Criss), atualmente estudante do McKinley High, porém anteriormente líder do coral Warblers da escola masculina Dalton Academy. Sua primeira aparição é no sexto episódio da segunda temporada, "Never Been Kissed". Desde então desenvolveu uma relação especial com Kurt, sendo inicialmente uma espécie de mentor para Kurt, ajudando-o a lidar com o bullying. Torna-se namorado de Kurt no décimo sexto episódio da segunda temporada, "Original Song" depois de Blaine perceber que seus sentimentos por Kurt eram muito fortes quando o garoto estava cantando "Blackbird". Não se sabe muito de sua história, só o fato que não tem um bom relacionamento com seu pai e deixou sua antiga escola por sofrer bullying por sua sexualidade. É chamado algumas vezes de Blaine Warbler. Já no New Directions desperta ciúmes em Finn e Santana por levar a maioria dos solos, em sua audição para entrar no coral conta com a ajuda das líderes de torcidas, mas sua audição termina em um desastre quando um dos pianos do New Directions pega fogo. No episódio "Michael" da 3ª temporada, é atingido por uma raspadinha de pedra de sal, que foi jogada pelo Sebastian, que é o novo líder dos "Warblers" que é apaixonado por ele, e é obrigado a fazer uma cirurgia, voltando apenas no próximo, Heart.

Finn Hudson[editar | editar código-fonte]

O ator que interpreta Finn: Cory Monteith

Finn Edward Adam Hudson Jr.[2] (Cory Monteith) nasceu dia 12 de outubro, 3 dias depois de Santana Lopez, assim como citado no episódio quinze da primeira temporada (The Power of Madonna).

Foi o quarterback do time de futebol americano da escola durante a primeira até a terceira temporada. Na primeira temporada, ao ser encontrado portando drogas (um truque do Sr. Schue), Finn foi obrigado a entrar para o New Directions, o que gerou grande transtorno em sua vida: Ele passou a ser ridicularizado por seus colegas de time e por sua namorada, Quinn Fabray. No entanto, sua entrada para o Glee Club lhe apresentou talentos ainda desconhecidos, como o de cantar, atuar e tocar bateria. Após descobrir que Quinn não estava grávida de um filho dele e, sim, de seu melhor amigo, Puck, ele decide terminar o namoro e dar um tempo a si mesmo. Rachel Berry, aproxima-se dele e ambos se apaixonam (embora, no início, Finn não tenha aceitado muito bem essa ideia). Desde a perda de seu pai na guerra contra o Iraque, Finn foi criado sozinho por sua mãe. Em função da falta do pai durante a infância, o jovem sente-se perdido ao ter que realizar diversas escolhas na sua vida. Esse fato o leva a ver o Sr. Schuester como acima de um professor: um homem a quem possa ter como inspiração, um verdadeiro pai. A mãe de Finn, no decorrer da primeira temporada, conhece o pai de Kurt, Burt Hummel, e acaba se apaixonando por ele. Esse relacionamento, à princípio, vai contra as ideias de Finn (como sua mãe namorar outro homem e, talvez, esquecer o seu pai e, também, como montar uma nova família tendo Kurt como irmão). Ao final, o estudante aceita a nova realidade e vive tranquilamente com ela.

Na segunda temporada, Finn começa um namoro fixo com Rachel, embora ainda sinta alguma coisa em relação a Quinn. Quando Rachel descobre que Finn não era mais virgem (o que ocorre durante a primeira temporada, com Santana), encontra-se com Puck e trai seu namorado. Tudo isso faz com que Finn e Rachel terminem o namoro.

Em um dos episódios mais avançados, Finn toma uma atitude de liderança e consegue fazer com que Quinn, Santana e Brittany voltem pro Glee Club, após decidirem deixar o clube pelas líderes de torcida. No final do episódio Finn conversa com Quinn, que se lembra porque o amou. Quinn o beija, deixando Finn completamente confuso. No episódio Silly Love Songs, Finn percebe que ainda ama Quinn e tenta reconquistá-la, pois sabe que se ela o beijar, vai largar o Sam. Então monta uma barraca de beijos, onde usa a desculpa de ajudar o Glee Club, cobrando 1 dólar por cada beijo. Muitas garotas vão até lá exceto a Quinn que percebe que ele só está fazendo aquilo para poder beija-la. Rachel resolve ir lá também para beijar Finn, tentando se mostrar conformada com a separação, mas fica indignada pois Finn a beija na bochecha, assim como faz com todas as garotas que vão lá. Os dois conversam e Finn a dispensa gentilmente. Sam pressiona Quinn a beijar Finn. Quinn vai até a barraca de beijos e Finn a beija, só que na boca, deferente das outras garotas. Após o beijo Finn sente a sensação de fogos de artifícios. E então Quinn o convida a se encontrarem no auditório. Santana, ao perceber a traição de Quinn, arma um plano onde os dois contraem mono, conhecida como a doença do beijo.

Na enfermaria, Quinn conversa com Finn e diz que não pode acontecer nada entre os dois enquanto ela estiver com Sam. Rachel visita Finn na enfermaria e faz afirmações sobre Quinn. Ela pergunta qual foi a sensação quando ele beijou Quinn. Finn fala, deixando Rachel desolada, que se conforma e decide parar de correr atrás de Finn. No episódio seguinte, Finn continua tentando conquistar Quinn. Ela é abandonada por Sam, deixando dúvidas se ficará com Finn. No final desse episódio, Finn concorda com Rachel sobre cantar músicas originais, deixando-a com esperanças de tê-lo de volta.No final,Jesse volta,e começa a sair com Rachel,deixando Finn com ciúmes e percebendo que ele não gosta mais de Quinn e sim de Rachel.Ele dá indiretas para reconquistá-la no episódio seguinte e no final da temporada,Rachel cai na tentação e aceita sair com ele em Nova Iorque.

No final, Finn beija Rachel no meio da apresentação das Nacionais, fazendo o time New Directions perder em décimo segundo lugar. Mas ela aceita e os dois ficam juntos.

Na terceira temporada, Finn e Rachel ficam noivos, mas por causa de um acidente com a Quinn eles não chegam a se casar. No último episódio da temporada eles terminam, fazendo assim com que Rachel fosse para Nova Iorque realizar o seu sonho. Hoje Finn encontra-se recrutado no exército, tentando seguir os passos do pai como um herói.

Na quarta temporada Finn não aparece nos primeiros capítulos da série, sua primeira cena foi quando ele foi para Nova Iorque fazer uma surpresa a Rachel, então Finn foi até onde Rachel mora e bate na porta dela, e ela o acolhe sem palavras. Quando vão visitar um lugar de karaokê, Rachel canta com Brody, e Finn observa o clima do casal. Pergunta a namorada sobre o cara e ela responde que ocorreu um beijo, mas nada sério. Finn fica chocado e na mesma noite, sem avisar,faz as malas e volta para "Ohio". Finn passa no colégio McKinley e chora nos ombros de Sr. Schuester, desde então Finn passa a ajudar o Club Glee, em viagem a negócios Sr. Shuester vai para Washington e Finn assume o lugar dele como diretor do Glee e seu primeiro trabalho é a reapresentação do musical "Grease nos tempos da Brilhantina".

Na quinta temporada, foi feito um episódio tributo chamado "The Quarterback", a sua posição no time de futebol americano, em que o protagonista morre. Embora tenham corrido boatos de que o personagem também morreria de um possível uso exagerado de drogas, a causa da morte do personagem não é revelada.

Shelby Corcoran[editar | editar código-fonte]

Shelby Lea Corcoran (nascida Tereza Natalie Corcoranski)[3] (Idina Menzel) era a treinadora do Vocal Adrenaline, que fez Jesse, o líder, virar amigo de sua filha (no caso, ele acaba se apaixonando pela garota) e dar-lhe uma fita da mesma cantando para Rachel. A menina descobre que Shelby é sua mãe quando reconhece a sua voz enquanto está cantando a música Funny Girl, do filme de mesmo nome, quando ela, Mercedes e Quinn vão espionar o Vocal Adrenaline no auditório. Arrependida, a treinadora de coral adota a filha de Quinn e Puck, Beth. Shelby fez seu retorno no episódio I Am Unicorn, da terceira temporada. A mesma foi contratada pelo diretor Figgins para dirigir um segundo Glee Club, que fora nomeado de 'The Troubletones', tornado possível pela doação de Al Motta, o pai de Sugar Motta. Ele enfrenta Puck e Quinn que querem tirar a filha deles dela, mas nesse meio tempo ela e Puck tem um romance passageiro. Teve um caso com Will Schuester.

Artie Abrams[editar | editar código-fonte]

O ator Kevin McHale, que interpreta Artie

Artie Michael Lee Abrams[4] (Kevin McHale),um dos primeiros a entrar no Glee Club. Artie é um garoto nerd e inteligente, é cadeirante pois aos 8 anos de idade sofreu um acidente de carro com sua mãe, ela nada sofreu, mas ele ficou na cadeira de rodas. Também faz parte do Club de Jazz e do Clube de A/V da escola. Além de cantar, também toca guitarra e baixo, seu maior sonho é poder dançar. Namora Tina na 1ª Temporada, mas ela dá um fora nele no começo da 2ª Temporada,ele não consegue superar a separação então tenta reconquistá-la de várias formas, também na 2ª Temporada ele namora Brittany por apenas um episódio e acaba perdendo sua virgindade, mas eles terminam quando ele descobre que ela só o usou por causa de sua voz. Depois, com a ajuda de Puck, ele sai em um encontro com Brittany, pois a quer de volta. Eles voltam a namorar e Artie encoraja Brittany na Sectionals da segunda temporada, porque ela tem medo de dançar para um grande público. Ele inventa um pente mágico que dá coragem a ela, mas ela o perde e tem medo de contar a verdade a Artie, mesmo assim ele descobre e admite que inventou tudo para que lhe desse coragem. No episódio de Natal, Artie toca a todos no Glee Club avisando que Brittany ainda acredita em Papai Noel, para não acabar a magia, cria planos para que ela continue acreditando nisso. Ela pede ao Papai Noel do shopping para que seu namorado volte a andar e os membros do Glee Club se veem em apuros, pois Artie é paraplégico, e não faz fisioterapia, pois não tem chances de voltar á andar, tendo de usar uma cadeira de rodas para o resto de sua vida. No final do episódio, acontece um milagre de Natal: debaixo da árvore de natal da sala do Club Glee, havia pernas robôs, que fez Artie dar seus primeiros passos depois de 10 anos. Na terceira temporada, Artie se encontra solteiro, no episódio "Heart", ele e Rory Flanagan tentam competir pelo amor (ou pena) de Sugar Motta, mas Sugar decide ficar com Rory. No episódio 16, ele ajuda Quinn a melhorar sua autoestima, após ficar na cadeira de rodas, depois de seu acidente de carro (no episódio 15). Os dois se descobrem muito amigos, Artie a ajuda a se divertir no dia de matar aula, o que a realmente a deixa feliz, mas acaba quando ele comenta que Quinn deve admitir que pode não sair da cadeira de rodas, o que a deixa triste, já que tem por si, que com a fisioterapia pode voltar a andar.

Tem grandes qualidades como diretor, sendo seu sonho tornar-se um. Dirigiu um especial de Natal no nono episódio da terceira temporada (Extraordinary Merry Christmas, na versão escolar do musical West Side Story (ou Amor, Sublime Amor), também na terceira temporada e Grease na quarta. A partir da 5ª temporada, namora Kitty Wild.

Will Schuester[editar | editar código-fonte]

Matthew Morrison, o ator que interpreta Will Schuester.

William March Schuester[5] (Matthew Morrison), professor de Espanhol da escola, e o diretor do Glee Club. Era casado com Terri, mas se separou dela na primeira temporada, pois a mesma fingiu estar grávida. Ele e Emma se beijam, mas ela acha que ainda não está pronta para um relacionamento com Will. Teve momentos com April e um caso com Shelby Corcoran, a treinadora do Vocal Adrenaline e mãe de Rachel. Na terceira temporada ele pede Emma em noivado com ajuda dos New Directions, ela aceita e os dois ficam noivos. Na quarta temporada Will esta a procura de novos integrantes para o Glee Club, capítulos depois Will e Emma viajam e Will pede para Finn cuidar do Glee.

Diretor Figgins[editar | editar código-fonte]

Sr. Figgins (Iqbal Theba) é o diretor da escola McKinley. É extremamente religioso e toma algumas medidas preconceituosas durante a série. Acredita que Tina é uma vampira. É constantemente manipulado por Sue.

Emma Pillsbury[editar | editar código-fonte]

A atriz Jayma Mays, que interpreta Emma Pillsbury.

Emma Marie Pillsbury-Schuester[6] (Jayma Mays) é um personagem fictício na série de comédia americana Glee. A personagem é interpretada pela atriz Jayma Mays, e já apareceu em Glee desde seu episódio piloto, transmitido em 19 de maio de 2009 no Estados Unidos. Emma foi desenvolvido pelos criadores de Glee Ryan Murphy, Brad Falchuk e Ian Brennan. Ela é o conselheiro da William McKinley High School, em Lima, Ohio, onde a série é filmada. Emma sofre de Misofobia-um medo obsessivo de germes e contaminação, e é no amor com o diretor do clube Glee, Will Schuester. O personagem foi bem recebido pelos críticos, incluindo Mike Hale, do New York Times, que elogiou Mays. Críticos respondeu em boa forma, o desenvolvimento de Emma e seu relacionamento com Will. Eric Goldman da IGN escreveu que seu primeiro beijo foi "difícil não se sentir bem." Por outro lado, Dan Snierson deEntertainment Weekly, sugeriu que poderia ter sido "mais interessante" para deixar seu romance não resolvido.

Ken Tanaka[editar | editar código-fonte]

Ken (Patrick Gallagher) é o treinador de futebol americano do time da escola e vive chateado por Will, seu ex-amigo de infância leva Finn para cantar no coral. Ken é apaixonado por Emma e sofre ao saber que ela ama o professor Will. Ken e Emma quase se casaram, mas ele a abandonou pois ela desistiu de ir à cerimônia para ir as Distritais. De acordo com Sue, Ken "é mais molho que humano".

Está fora na 2ª temporada da série.

Kurt Hummel[editar | editar código-fonte]

O ator que interpreta Kurt: Chris Colfer

Kurt John Hummel[7] (Chris Colfer) é um contra-tenor e homossexual assumido. Constantemente aparece vestido em roupas das marcas Marc Jacobs e Alexander McQueen e foi muito discriminado, sofrendo bullying diariamente no colégio.

Após apaixonar-se por Finn, na primeira temporada, os dois acabam tornando-se irmãos pois seus pais se casam.

Na segunda temporada, ele passa a ser perseguido por Dave Karofsky, sendo até ameaçado de morte. Kurt descobre o motivo da perseguição de Dave quando é beijado por ele: o valentão também é homossexual, mas não consegue lidar com isso.

Após esse fato o relacionamento de Kurt e Blaine, membro da Dalton Academy, começa a desenvolver e Kurt acaba por se apaixonar pelo líder do coral rival. Com as constantes ameaças de Dave, ele transfere-se para a Dalton Academy, um colégio masculino onde não há discriminação. Kurt regressa ao McKinley High quando fica sabendo que Karofky "mudou" e prometeu protegê-lo junto de Santana.

Na terceira temporada, Blaine também se transfere para o McKinley a pedidos dele. Nele nasce o sonho em estudar na universidade NYADA, se mudar para Nova Iorque com Rachel e Blaine e atuar na Broadway. Porém, ele não consegue entrar na universidade.

No início da quarta temporada Kurt não está feliz por não ter entrado com Rachel na NYADA e está trabalhando num café, sendo humilhado por alunos do McKinley, ainda estando preso ao colégio. Então por opinião de seu pai e Blaine ele resolve ir para Nova Iorque se juntar com Rachel e juntos compram/alugam um apartamento. Ele começa a trabalhar na Vogue(se tornando muito amigo de sua chefe, na qual é o maior ícone da moda Isabelle Klempt), onde tem alguns de seus sonhos realizados e ate mesmo ajudando Rachel em alguns momentos(já que são melhores amigos agora), além de terminar seu namoro com Blaine por descobrir pelo próprio que foi traído. Neste breve momento de drama Kurt consegue entrar na NYADA, quando a diretora resolve fazer um novo teste inesperado enquanto Rachel, assim que ela termina de cantar, ele canta e na mesma noite é aceito na NYADA, ele conhece Adam(um veterano que ele conheceu no coral) enquanto procurava por atividades extra curriculares e ele percebe e a faculdade é como o colégio, pois, toda a diversão é feita em grupo. No dia do casamento de Will, Kurt tem um caso rápido com Blaine, na qual durante a festa do casamento não acontecido eles terminam tendo relações sexuais. E ao final da temporada Kurt irá ser pedido em casamento por Blaine (que diz que Kurt ser o amor de sua vida).

Matt Rutherford[editar | editar código-fonte]

Matt (Dijon Talton) faz parte do time de futebol da escola juntamente com Finn e Puck. Membro do Clube Glee New Directions. No início da segunda temporada, é anunciado que ele foi transferido da escola, ficando assim fora da série. Não teve nenhum papel de destaque.

Mike Chang[editar | editar código-fonte]

O ator que interpreta Mike: Harry Shum

Mike Robert Chang Jr.[8] (Harry Shum Jr.) aparece pela primeira vez no episódio "Preggers" como um membro da equipe McKinley High futebol. Ele dança de "Single Ladies (Put a Ring on It)", de Beyoncé com Kurt Hummel (Chris Colfer) e seus colegas jogadores de futebol da escola e, posteriormente, decide se juntar ao New Directions glee club com seus amigos e companheiros de equipe Matt (Dijon Talton ) e Puck (Mark Salling). Mike é um dançarino muito talentoso, capaz de executar passos de dança complicados lock-quebra, e ele é mostrado cantando vocais de fundo e executando solos de dança curtas em números musicais do clube Glee. No episódio final da primeira temporada, Mike diz que antes New Directions ele tinha medo de dançar fora de seu quarto. Durante o verão, Mike e Tina são ambos conselheiros de artes no "Acampamento da Ásia", onde eles começam a namorar. Ele recebe o seu primeiro solo vocal no episódio "Duets", quando ele executa "Sing!" de A Chorus Line com Tina, e é selecionado para executar uma rotina de dança com Brittany (Heather Morris) para Sectionals. Ele realiza primeira coreografia solo do show em "A Night of Neglect".

Durante o verão, Tina e Mike tiveram relações sexuais pela primeira vez, com Tina, posteriormente, considerando o seu encontro maravilhoso como ele estava com o menino que ela amava. Mike afirma que ele é um estudante do último ano no primeiro episódio da terceira temporada (The Purple Piano Project). Depois que ele recebe um "A-" em um exame de química, o seu pai (Keong Sim) fica chateado, temendo que a nota o impedisse de entrar em Harvard, e insiste para que Mike se concentrar mais em seus estudos e largar o Glee Club e sua namorada. Mike implora por mais uma chance e promete encontrar com um tutor, mas depois decide seguir seus sonhos e audições para o papel de Riff em West Side Story, cantando "Cool". Ele falta em uma aula de reforço e é confrontado por sua mãe (Tamlyn Tomita), e quando ele admite que quer ser um dançarino, em vez de um médico, ela revela que desistiu de sonhos de se tornar um dançarino e não quer que seu filho faça o mesmo. O pai de Mike o confronta sobre sua participação em West Side Story, e Mike diz que ele quer ser um dançarino profissional, não um médico. Mike é brevemente repudiado por seu pai, mas depois ele chega a compreender o desejo de Mike para se tornar um dançarino e apoia sua decisão de ir para a faculdade de dança. Mike recebe uma bolsa de estudos para frequentar a escola Joffrey Ballet de Chicago, e é graduado no final da temporada. Ele e Tina ainda são um casal no final do ano, mas ele rompe com ela durante o verão.

Mercedes Jones[editar | editar código-fonte]

A atriz que interpreta Mercedes: Amber Riley

Mercedes Whitney Jones[9] (Amber Riley) é a típica cantora negra e absoluta que sonha em virar uma diva, usando como exemplo Whitney Houston e Beyoncé. Ela não gosta de ser ignorada enquanto se apresenta,se irrita facilmente,. O maior medo dela é que alguém rompa seu coração. Foi apaixonada por Kurt mas descobre que ele é homossexual, e eles viram melhores amigos até a segunda temporada.No inicio não ia com a cara de Rachel mas depois de cantar a música "And I Telling You,I'm not going"que seria apresentada nas seccionais ela tem uma amizade maior com Rachel.Ela e Santana se odiavam durante a primeira e segunda temporada, mas logo se entendem. Virou líder de torcida mas depois desistiu por achar que ia contra seus princípios. Namorou Puck por um curto período o que causou desavenças com Santana, onde elas cantaram a música "The Boy is Mine" e quase acabaram brigando. No fim da primeira temporada, ajuda Quinn Fabray, onde a traz para sua casa até o final de sua gravidez e elas viram amigas, tanto que na hora do parto é Mercedes é quem está presente para apoiar a amiga. Na terceira temporada,Mercedes agora está namorando com Shane. No inicio da temporada,Mercedes decidi entrar na disputa com Rachel para o papel de Maria em West Side Story, então o seu namorado Shane incentiva a ela a ser mais competitiva e Mercedes então começa a se irritar com o favoritismo que é dado a Rachel Berry no New Directions, ela tem uma briga feia com Mr. Shue e então sai do New Directions e procura Shelby para entrar no novo coral do colégio que é formado só por garotas. Ela não consegue o papel de Maria. Em Pot'of Gold ela convida Santana para entrar no novo coral, Santana no inicio não quer sair do New Directions para não abandonar Brittany então Mercedes diz para ela, trazer Brittany também e Santana concorda, mais tarde é visto Brittany e Santana caminhando até Mercedes e falando que elas estão no novo coral, que é formado por Mercedes, Santana, Brittany e Sugar, ele recebe o nome de The Troubletones. Mercedes vira líder da The Trobletones. Em Hold On to Sixteen, Sam volta para o McKinley e eles falam sobre o seu relacionamento no passado, para Mercedes foi apenas um romance de verão,mas deixa bem claro que ele sempre terá um lugar em seu coração e ele grita bem alto no corredor que vai recuperá-la. O retorno de Sam, deixa Mercedes bastante dividida, quando ela canta The First Time Your Face, ela só pensa em Sam, envés de pensar em seu namorado Shane. Mercedes trai Shane com Sam. Ela explica tudo para Shane e o menino fica magoado e isso deixa Mercedes muito mal,ela conta tudo a Sam e ele pensa que eles agora podem ficar juntos,mas a menina ainda não quer. Em Saturday Night Glee-ver é revelado que o seu sonho e objetivo e se torna uma estrela e inspirar pessoas, mas ela tem medo que isso não dê certo e também conta que seus pais não apoiam o seu sonho. Ela é uma inspiração para Wade/Unique cantor do Vocal Adrenaline. Sam postou o vídeo da sua performance Disco Inferno, que foi grande sucesso na internet, é mostrado no fim da temporada que graças a esse vídeo, que ela consegue um contrato em uma gravadora para ser back vocal.

Noah Puckerman[editar | editar código-fonte]

O ator que interpreta Noah: Mark Salling

Noah Morrisey Puckerman Jr.[10] (Mark Salling) é apresentado como um valentão galinha e melhor amigo do protagonista (Finn). Talvez o personagem mais que mais amadureceu da série, surpreende a todos quando mostra sua voz pela primeira vez, numa apresentação do Acafellas, uma boyband do Will que Puck decide entrar para conseguir ficar com as mães dos alunos. Logo no começo da série engravida Quinn,a namorada de Finn, que tinha uma grande atração por Puck, mas ficava com Finn por que queria popularidade. A garota nega o máximo que pode que a paternidade seja de Puck, mas ao desenrolar dos capítulos Puck mostra que realmente se importa com ela e com o filho que ela está carregando, e quando a notícia da paternidade é revelada, Quinn se muda para casa de Puck. Puck acaba parando de provocar os "gleeks" e vai ganhando mais espaço na série cada vez mais. Quinn e Puck namoram por mais ou menos 3 capítulos, quando Quinn se cansa da mãe de Puck e se muda para casa de Mercedes. Quinn nunca realmente acredita que Puck mudaria por ela. Mas ele acaba conseguindo mostrar isso para ela no antepenúltimo capítulo da primeira temporada e no último, quando Quinn decide tirar a grande dúvida de sua cabeça e perguntar para ele se ele realmente a amou algum dia, ele responde que sim. E que ainda a amava. Quinn decide por fim dar a filha para a adoção e a temporada acaba com ele cantando uma música e olhando para ela, ambos parecendo realmente apaixonados. A partir da segunda temporada a storyline dos dois é totalmente ignorada, dito que Quinn terminou com ele e ele ficou arrasado, na segunda temporada a única coisa que há com eles são olhares e danças durante as canções. Puck vai preso por roubar um caixa eletrônico, se mostra revoltado no capítulo que volta, falando que ninguém se importa com ele. A partir daí vai mostrando grande avanço em amadurecimento, ganha bastante espaço para cantar na série e começa a namorar Lauren Zizes, uma garota obesa e revoltada. Na terceira temporada, além do relacionando com Lauren terminar, Shelby, mãe adotiva da filha de Puck e Quinn volta, e como Quinn fica meio "louca" por isso, Puck tenta ajudá-la a voltar ao normal, o que acaba se tornando uma das cenas mais bonitas da temporada. Quando as seletivas chegam, Puck participa de uma canções, o que não acontecia nas competições desde o fim da 1ª temporada, além de deixar uma brexa para a volta de Puck e Quinn, já que quando a apresentação acaba, Quinn vai em direção a ele e a cena termina com os dois abraçados. Nos episódios seguintes Puck aparece apenas no background fazendo graça, dançando para outras apresentações ou fazendo comentários aleatórios sem importância alguma. Na 4 temporada Puck em sua primeira aparição, ele aparece dando um conselho para o seu meio-irmão Jake, que entra no club Glee,Puck não aparece capítulos depois, mais no capítulo de ação de graças, Puck canta junto com Quinn, Mercedes, Finn, Santana e Mike. Neste mesmo capítulo Jake e Puck ficam próximos e os irmãos aparecem numa cena falando com Quinn e em outra cena os 2 tocam violão juntos.

Quinn Fabray[editar | editar código-fonte]

A atriz que interpreta Quinn: Dianna Agron

Lucy Quinn Fabray [11] (Dianna Agron) é uma linda líder de torcida que namora Finn, o garoto mais popular do colégio. Decide entrar no Glee Club porque percebe que Rachel está interessada em seu namorado e que ele não pretende sair do grupo. Descobre que está grávida logo no 4º capítulo da série, e o mais surpreendente é que o pai do filho de Quinn é Noah Puckerman e conta a seu namorado Finn que está gravida, mas ela não admite a paternidade de Puck, e fala que nunca criaria um filho com ele, por ele ser um fracassado que nunca sairia de Lima. Em várias apresentações e olhares, deixa claro que ela realmente gosta de Puck, mas nunca admitiria isso por sua fama. Quando os pais de Quinn descobrem sua gravidez expulsam-na de casa e ela vai morar com Finn. Mas quando ele descobre que não é pai de seu filho, ela vai morar com Puck. Os dois ficam juntos por poucos capítulos, até que Quinn decide sair da casa de Puck por não aguentar mais a mãe dele e não acreditar que ele apoiaria ela. Depois de um tempo afastados Puck canta uma música para ela e se redime, mostrando que realmente queria ficar com ela e com a filha. No fim da temporada, Puck admite para Quinn que a ama e ela se mostra muito feliz.

No começo da segunda temporada, sem explicação alguma, Quinn termina com Puck e o deixa arrasado. A partir daí a história dos dois é totalmente ignorada e há poucas interação entre os dois, apenas olhares sutis, coreografias juntos e leves provocações. Finn perde sua popularidade para Sam, um aluno novo, e é aí que Quinn resolve namorar Sam, ambos com a intenção de se tornarem mais populares ainda. Mas quando Finn recupera seu título e beija Quinn, ela fica confusa em escolher com quem quer ficar. Quando decide que vai ficar com Sam, ele resolve terminar a relação por causa da traição dela. A garota então volta com Finn e quer assumir o namoro para tentar ganhar a coroa de rainha do baile. Antes do baile acontecer é revelado que o verdadeiro nome de Quinn é Lucy e na infância ela era feia e obesa. Quinn acaba perdendo a coroa para Kurt.

Na terceira temporada, Quinn abandona o Glee Club e junta-se a um grupo bem mais obscuro com um estilo diferente. Faz um tatuagem e pinta o cabelo de rosa num estilo punk-Rock, mas com a volta de Shelby, a mãe adotiva de sua filha com Puck , ela volta ao clube glee e volta a ser aquela garota doce e para conseguir a guarda de sua filha de volta. Quando percebe que não vai conseguir, tentar seduzir Puck engravidar de novo. Ele então percebe o que ela está tentando fazer e finalmente alguém percebe o quão descontrolada ela está, então conversa com ela e tentar mostrar para a garota o quão especial ela é, o que acaba se tornando uma das cenas mais bonitas da temporada. Ela acaba descobrindo da relação de Puck e Shelby e fica com ciúmes. Alguns episódios depois acaba sofrendo um acidente de carro. Depois do acidente, ela fica algum tempo na cadeira de rodas e fica mais perto de Artie Abrams. Ela acaba se envolvendo com Joe Hart, que a ajuda na fisioterapia. Alguns episódios depois Quinn é escolhida para ser candidata a Rainha do Baile e pede para Finn Hudson candidatar com ela . Ainda na cadeira de rodas, Quinn faz sua campanha de candidata Rainha do Baile. Na hora da contagem dos votos ela e Santana acabam de contar os vencedores foram Quinn e Finn. Ela fica muito feliz por sua vitória mas acaba decidindo dar a coroa para Rachel. No final do baile ela fica de pé, com a ajuda de Santana, emocionando todos. No final da 3ª temporada, no episódio "Nationals", Quinn tem que cantar e dançar com as "Troubletones" nas Nacionais. Com muito esforço ela dança e canta a música "Edge Of Glory" e o clube realiza o seu sonho ganhar as nacionais. No último episódio (Goodbye) ajuda Noah Puckerman a se formar com palavras incentivadoras. E então Quinn vai para a faculdade de Yale .

Na quarta temporada Quinn não aparece nos primeiros episódios, muitos fãs da série achavam até que ela não voltaria. Mas não é o que acontece, ela resurge no episódio 8, onde canta "Come see about me"; também canta a música "Homeward Bound/Home" com Puck, Santana, Mike, Mercedes e Finn. No episódio 12, Quinn se junta com Santana e vão até Nova York para impedir Rachel de fazer uma cena de topless, as três terminam o episódio cantando "Love Song". No episódio 14, Quinn retorna a Lima para o casamento de Will, ela fica muito próxima de Santana. As duas ficam bêbadas e acabam transando em um quarto de hotel. Quinn aparece somente em 3 episódios da quarta temporada, tornando-se desde então, parte do elenco recorrente

Na quinta temporada, Quinn está de volta com o namorado, Biff McIntosh (interpretado por Chace Crawfor). Ele é da Yale também, foram lá que se conheceram. Porém, ele não sabe quase nada sobre o seu passado em Lima, pois Quinn acha que, devido á Biff e sua família serem muito conservadores, se ela contasse á ele, logo viria o término do namoro. E, é o que acontece, Puck canta a música "Keep Holding On" para ela, e ela finalmente entende que não deve ter vergonha do seu passado. Conta coisas que já aconteceram para seu namorado, os dois acabam brigando, Puck entra no meio da briga e Quinn e Biff terminam. No episódio 13 da quinta temporada, Quinn e Puck já aparecem juntos, se reconciliam e finalmente decidem engatar um romance de verdade, antes de dar a notícia, eles cantam a música "Just Give Me A Reason"

Jesse St. James[editar | editar código-fonte]

Jesse (Jonathan Groff) é o líder masculino de ex- Vocal Adrenaline, e ganhou quatro campeonatos nacionais consecutivos. A pedido da sua treinadora, Shelby Corcoran, que é a mãe de Rachel, ele se aproxima de Rachel. Porém, no penúltimo episódio, ele se revela e humilha ela. Ele retorna na segunda temporada buscando o perdão de Rachel depois de dizer a ela que ele foi reprovado fora da UCLA e quer começar seu próprio negócio em coros de formação mostram para as competições, na terceira temporada, Jesse retorna no episodio 16 sendo o novo treinador do vocal Adrenaline.

Sam Evans[editar | editar código-fonte]

Samuel Evans (Chord Overstreet) Mais conhecido como Sam é um aluno novo no Colégio McKinley e veio de um colégio interno só para meninos, por isso não tem muito jeito com meninas. Sam tem dislexia e por isso suas notas não são tão boas, mas mesmo assim ele tem um lado Nerd: Adora Star Wars e Avatar, Sam também sabe falar a línguagem N'avi e é um ótimo imitador, entre suas maiores imitações está Darth Vader. Ao decorrer da segunda temporada Sam tem um romance com Quinn (Dianna Agron), uma líder de torcida popular. Sam começou a namorar Quinn para ficar mais popular pois como era um aluno novo tinha medo de ser excluído socialmente, mas aos poucos Sam foi se apaixonando por Quinn. Porém, Quinn acaba traindo Sam com seu ex-namorado, Finn (Cory Monteith) e fica dividida entre os dois, quando Quinn finalmente decide que ela quer ficar o resto de sua vida com Sam, ele é informado por Santana (Naya Rivera) que Quinn o traiu com Finn, indignado Sam vai tirar satisfações com Quinn e ao ver que ela não consegue dizer olhando em seus olhos que havia mentido, ele decide terminar com ela, deixando-a arrasada. Sam então engata um romance com Santana, mas esse acaba não durando muito. Na terceira temporada, Sam tem um namoro rápido com Mercedes (Amber Riley), mas acaba não dando certo pois Mercedes é muito indecisa quando se trata de amor. Começa um romance com Brittany S. Pierce no episódio "Swan Song" e eles tem um "Casamento" no episódio "Glee, Actually".

Santana Lopez[editar | editar código-fonte]

A atriz que interpreta Santana: Naya Rivera

Santana Margarita "Diabla" Lopez[12] (Naya Rivera) é uma ex líder de torcida que se juntou ao Glee Club juntamente com Brittany e Quinn, a mando de Sue para tentar destrui-lo. Porém o plano não dá certo, e Santana acaba gostando e descobrindo o seu talento para ser cantora. Por causa do seu gênio forte e seu pavil curto, Santana é vista diversas vezes como megera, mas no fundo, é uma garota de bom coração princiapalmente quando se trata de pessoas que ela ama. Santana é lésbica, atualmente assumida porém enfrentava problemas para se aceitar, o que fazia ser agressiva com várias pessoas. Apesar de ser lésbica, Santana já teve relacionamento com vários meninos do colégio, inclusive do New Directions entre eles Finn, Puck e Sam. Ela está disposta a fazer quase tudo para realizar seus objetivos, como quando chantageou David Karofsky para fingir o relacionamento entre os dois e assim se tornar rainha do baile, ou quando brigou com sua agora melhor amiga Rachel para se tornar atriz subistituta de funny girl. Santana é perdamente apaixonada por sua melhor amiga, e namorada Brittany. O relacionamento das duas é mostrado desde a primeira temporada, mas apenas na segunda começou a ser algo sério, com a ajuda de Holly Holiday, Santana resolve se declarar para Brittany, porém não tem coragem de assumir. Mesmo namorando com Artie, Brittany tenta ajuda-la em diversas formas para Santana se aceitar melhor, porém não consegue e Santana começa a fingir um namoro de aparencias. No começo da terceira temporada, Santana e Brittany começam a namorar escondido, o que é tudo botado por água a baixo, depois de uma briga dela com Finn aonde o garoto revela para todos que ela é lésbica. Isso a causa problemas porque graças ao anuncio de Finn, há uma campanha politica contra Sue aonde está anunciando que Santana é lésbica. Santana então é obrigada a se assumir, seus pais a aceita, mas sua avó não, e até hoje elas não se falam, isso é um grande tormento para Santana, porque sua avó é sua segunda mãe. Santana fundou junto com Brittany, Mercedes e Sugar as The Troubletones, um coral só de garotas, rival ao New Directions. Santana acabou o seu ensino médio em 2012, porém ficou dividida entre ir para New York ou ir para Louisville por ganhar uma bolsa de estudos, por causa da sua mãe e para ficar mais próxima de Brittany, Santana escolhe ir para Louisville. Mesmo assim, o seu namoro com Brittany acaba devido a distância. Santana já representou diversos papeis de teatro no Mckliney, Anita no musical em West Side Story e Betty Rizzo em Grease são alguns deles. Santana desistiu da sua faculdade em Lousville por não gostar do que estava fazendo lá, e resolve voltar para Lima aonde quase virou braço direito da Sue, na tentativa de se aproximar de Brittany novamente, porém sua ex namorada a impediu, e ela vai para Nova York aonde começa a morar com Rachel e Kurt. Por causa do seu mal comportamento, Santana já foi expulsa do apartamento mas logo voltou. Ela atualmente faz aulas de dança em NYADA, algo que ela gosta de fazer desde criança. Ela também tem muitos empregos secundários, como garçonete de uma lanchonete, garota propaganda de um comercial para produtos vaginais, e membra da banda de Kurt, Pamela Lansbury. Cansada de não ser tão bem sucedida como seus colegas de apartamento, Santana resolve participar da seleção para substituta de funny girl, por ser tão talentosa e apesar de ser uma latina, Santana consegue o papel, o que causa várias brigas entre ela e Rachel. Em seu trabalho como garçonete, ela conhece sua colega de trabalho Dani, e elas chegam a ter um namoro, mesmo Santana ainda amando Brittany. No episódio 100, ela e Brittany se aproximam de novo e resolvem reatar o namoro, e assim Santana terminou o seu namoro com Dani.

Brittany S. Pierce[editar | editar código-fonte]

A atriz que interpreta Brittany: Heather Morris

Brittany Susan Pierce[13] (Heather Morris) é uma ex lider de torcida bastante solidária e ingênua, ao ponto de ser considerada burra. Ela é muito querida e amada por quase todos, justamente por ser bastante doce com as pessoas, ao ponto de pagar um cupcake que estava vendendo para Becky porque a menina estava sem dinheiro. Ela tem algumas características infantis, como acreditar em papai Noel, pente mágico e na mágia do unicórnio. Sua bondade e inoncência excesiva já foi muitas vezes usada contra ela, como quando ela quase colocou sua vida em risco quando Sue a conveceu a lança-se de um canhão para ajudar a "mãe do canhão" a sustentar a sua familia, na competição de cherleanding. Sua dança também é uma das suas mais importantes caractéristicas, a dança é a onde Brittany costuma expressar seus sentimentos. Brittany é bissexual, e já teve relacionamentos com várias pessoas da escola, tendo namoro sério apenas com três, Artie, Sam e Santana. Essa última, é o grande amor da vida de Brittany, além de ser também sua melhor amiga. O seu relacionamento com Santana é mostrado desde a primeira temporada da série, mas é na segunda temporada com a declaração de amor de Santana, que o relacionamento das duas começa a ser algo mais sério. Elas começam a namorar oficialmente na terceira temporada, e acabam na quarta, quando termina com Santana, Brittany chega a sofrer de depressão aonde é confortada por Sam, e acaba se envolvendo com o menino. Brittany além de dançarina, é apresentadora de um talk show de bastante sucesso na internet, o fordue for two, ela já recebeu vários convidados, as primeiras foram Mercedes Jones e Tina Cohen Chang. Brittany já foi presidente de classe sênior do ano de 2011-2012, aonde concorria com Rachel Berry, Kurt e Rick The Snick Nelson. O lema da sua campanha era o poder feminino, apesar da suas ideias um pouco sem sentido, a garota consegue vencer com apoio da sua então namorada Santana. Ela também foi membra da epique de decantlo acadêmico chamada Branics, ela foi um trufo durante a competição por ter um alto conhecimento em doenças felinas, graça ao seu gato LordTubbington. Ela já saiu do New Directions e junto com Santana, Mercedes e Surgar formaram as The Trobletones, um coral só de garotas que era rival ao New Directions. Brittany repetiu a classe sênio e isso lhe causou vários problemas emocionais, e a falta de Santana. Isso foi o estopim para o fim do namoro das duas. No fim da quarta temporada, é descoberto que Brittany na verdade é um gênio, ela é convidada para ir para o MIT, e então ela vai embora de Ohio. No episódio 100, Brittany volta a Ohio,o que acaba aproximando ela e Santana, e isso faz com que Brittany tente reconquistar a sua amada novamente. Brittany consegue e ela e Santana estão juntas de novo. Graças a sua namorada, Brittany finalmente recebe o seu diploma do ensino médio, que até então não tinha por ter abandonado a escola para ir para o MIT. Brittany voltou a ser dançarina, e vai morar com Santana em Nova York.

Sunshine Corazon[editar | editar código-fonte]

Sunshine Corazon (Charice Pempengco) é uma estudante de intercâmbio das Filipinas, tem aparição somente em 3 episodios ela aparece no episodio 1 no episodio 17 episódio e no último episodi da segunda temporada. Ela se interessa em fazer parte do Glee, porém Rachel com medo de ser superada (ela canta um dueto de 'Telephone - Lady GaGa' com Sunshine e percebe que ela canta muito bem) mente sobre o local do teste e a manda para uma boca de fumo, o que deixa Sunshine desencorajada a participar do coral, mesmo assim ela faz a audição para o Glee, porém não chega a entrar para o New Directions pois foi para a Vocal Adrenaline. Não está na Terceira Temporada.

Terri Del Monico[editar | editar código-fonte]

Terri Del Monico Schuester (Jessalyn Gilsig) era a esposa do Will, ela era torcedora quando ainda estava na escola. Ela sempre reclama por ter que trabalhar 4 horas por dia, 3 dias na semana na loja "Sheets and Things". Com medo de perder o marido, Terri faz um acordo com Quinn para dar-lhe o bebê para ela quando nascer fingindo que é dela. Tudo dá errado quando Will descobre a falsa gravidez e se separa dela. Na segunda temporada ela tenta se reconciliar com o Will, mas vê que isso não é possível e diz que ele vai se arrepender muito. Se torna aliada de Sue para acabar com o Clube do Coral.

Tina Cohen-Chang[editar | editar código-fonte]

Tina (Jenna Ushkowitz)[14] faz aniversario no dia 28 de maio de 1995,ela foi a sexta integrante da formação inicial do coral. Canta muito bem, mas possui pouca auto-confiança (e por isso na 6º série inventou que era gaga para todos se afastarem dela). O que faz com que desafine e não se saia bem em algumas músicas. Mas gosta muito do Artie e eles até namoram. É tímida, emotiva e muito feminista. Quando ela conta a Artie que não é gaga ele fica muito chateado o que a deixa muito "pra baixo".Na segunda temporada ela e o Mike começam a namorar, e é o casal mais durável da série,além de quase não brigarem. É a única que é inclusa em todas as apresentações, mesmo não tendo um solo, ela é inclusa tanto dançando quanto cantando ou fazendo as vozes de fundo.

Pode ser considerada uma das vozes raras do clube, eno final da terceira temporada começa a ter mais aparições nas músicas dando a entender que vai cantar mais na quarta temporada .Apesar de ser contralto, há momentos em que sua voz pode ser comparada a da vilã Santana, pois ambas são donas de vozes frágeis, roucas e versáteis.

Lauren Zizes[editar | editar código-fonte]

Lauren Cold Zizes (Ashley Fink) é membro do clube de AV do colégio e do clube de luta livre e administrava uma empresa de espionagem, mais recentemente se torna a 12ª integrante no New Directons, após Kurt mudar de colégio. Aparentemente Lauren tem um amor platônico por seu professor Will, envolve-se também com Puck, após ajudá-lo a encontrar um novo integrante para o coral. Após esse episódio desenvolve uma significativa amizade com Puck, atualmente está vivendo meio que um romance com Puck que está tentando conquistá-la aos poucos, Zizes só teve um solo em toda a série. Apesar de seu destaque em Glee, ela termina com Puck e dá adeus ao New Directions na 3° Temporada.

Shannon Beiste[editar | editar código-fonte]

Shannon (Dot-Marie Jones) é a atual treinadora do time de futebol do colégio William McKinley, subistuindo Ken Tanaka. Novata na escola acaba já criando uma inimiga, Sue, mas também faz um verdeiro amigo, Will. Sofre bastante preconceito no inicio por sua aparência masculinizada e por estar no meio de um esporte aparentemente masculino, no entando Beiste é dona de um enorme coração. No episódio "Never Been Kissed" ela assume a Will que nunca fora beijada e ele próprio a beija.

David Karofsky[editar | editar código-fonte]

David (Max Adler) é jogador de futebol do colégio William McKinley High School, é um provocador, responsável pelos atos de bullying do colégio (geralmente com seu colega). Agride, fisico ou verbalmente, todos os participantes do New Directions, em especial Kurt. No entanto descobre-se que toda sua raiva justifica-se no fato de Dave estar reprimindo sua verdadeira sexualidade. No sexto episódio da segunda temporada, Never Been Kissed, Karofsky beija Kurt e o ameaça de morte caso conte o ocorrido, o que faz Kurt se transferir para a Dalton Academy. Posteriormente Santana descobre seu segredo e o chantageia forçando-o a ser seu namorado de fachada e pedir desculpas para Kurt, o que o faz regressar ao McKinley. Dave e Santana então formam um esquadrão anti-bullying (Bully Whips). O casal se candidata a Rei e Rainha do Baile, pois Santana acreditava que iria conseguir a coroa pelo alto poder social de Karofsky. Ele é então nomeado Rei do Baile do McKinley High de 2011 porém o nomeado como Rainha foi Kurt. Na Hora da dança tradicional de Rei e Rainha do Baile, David não tem coragem de fazê-lo e vai embora deixando Kurt sozinho na pista de dança, porém Blaine o tira para dançar. Na terceira temporada descobre-se que Karovsky transfere-se de escola, para evitar sofrer bullying, e conseguir terminar o colegial em paz, já que agora ele esta assumido quanto a sua homossexualidade.

Harmony Destiny[editar | editar código-fonte]

Harmony (Lindsay Pearce) a estrela do coral "The Unitards" da terceita temporada, interpretada por Lindsay Pearce, umas das ganhadoras do The Glee Project. Participa dos episódios 01 "The Purple Piano Project" e 08 "Hold On To Sixteen". O coral "The Unitards" fica em terceiro lugar nas seletivas; "The Trobletones" em segundo lugar e "New Directions" em primeiro lugar.

Rory Flanagan[editar | editar código-fonte]

Rory Flanagan (Damian McGinty) é um estudante de intercâmbio da Irlanda, que vive com a família de Brittany, tem uma queda por ela. Rory, na esperança de finalmente perder a virgindade, finge ser um verdadeiro leprechaun para conceder desejos a Brittany, quando ela prometeu a ele que depois da concessão de seus três desejos, ela vai deixá-lo em seu pote de ouro (embora, como Brittany acredita que Rory é de fato um verdadeiro leprechaun, que ninguém, mas ela pode vê-lo, e não consegue entender metade das palavras que ele diz, é deixado muito claro se ela quis dizer isso de uma forma sexual). Rory admira Finn, que ele consegue fazer amizade com desajeitadamente. No final, Santana intimida Rory em convencer Brittany a seguir Santana em desertar da New Directions e ir para The Troubletones, o que leva a um confronto nos corredores entre Finn e Brittany, desilusões que Rory e perde um de seus únicos amigos. Depois pede desculpas Finn, Rory segue Finn e se junta a New Directions, cantando Take Care Of Yourself. Seu desempenho é geralmente bem recebido, embora quando Rory mostra que ele também pode conseguir um falsete impressionante, Kurt está visivelmente perturbado e, possivelmente, com ciúmes, pois isso era anteriormente uma habilidade que ocupou ao longo dos outros miúdos. É interpretado pelo ator Damian McGinty.

Marley Rose[editar | editar código-fonte]

Marley Natalie Rose (Melissa Benoist) chega em McKinley High na quarta temporada da série, ou seja, no seu primeiro ano no ensino médio, ela e a sua mãe, que trabalha como merendeira no McKinley, são muito pobres. No primeiro episódio da 4ª temporada, The New Rachel (na tradução livre, A Nova Rachel), tem o sonho de entrar para o club glee, ao fazer o teste para entrar no club glee, Marley canta muito bem e é escolhida para entrar no club glee, tudo parecia estar bem até Marley ouvir Kitty e os integrantes do Glee Club fazendo piadas de sua mãe por ser extremamente gorda, Marley fica magoada e revela todos que ela é sua mãe, o club glee envergonhosamente pede desculpas para Marley e fica tudo bem. Marley ficou apaixonada por Jake Puckerman, logo depois Jake entrou no club glee, e parecia que os 2 ficariam juntos mais Jake começou namorar Kitty, Marley ficou muito triste. No musical "'Grease"' Marley deseja ficar com papel principal,ela conhece Ryder causando ciumes em Jake,formando um triângulo amoroso, felizmente Marley ganha o papel principal juntamente com Ryder no qual seriam o par amoroso do musical. No musical Marley canta muito bem mais cai nas garras de Kitty, Kitty aperta as roupas da Marley para parecer que esta acima do peso. Numa cena do musical Ryder da um beijo em Marley. Em"Dynamic Duets", Marley chama Jake para um encontro, eles vão juntos ao baile, e em "Naked" eles se beijam e começam a namorar, em "I Do", Ryder beija Marley e ela fica balançada pelo rapaz,ela conta a Jake em "Girls (and Boys) on Film", onde ela imagina Ryder durante a performance de "Unchained Melody", Jake se chateia. Porém em "Feud" eles fazem as pazes Marley diz amar Jake e diz que quer ficar com ele. Na quinta temporada, ela está namorando com Jake, mas em "A Katy or a Gaga", ela se recusa a fazer "aquilo" com ele e ele fica chateado e ela diz para ele procurar as cheerios. Ele acaba por trair ela e ela só descobre em "The End of Twerking" (05x05)

Kitty Wilde[editar | editar código-fonte]

Kitty Wilde (Becca Tobin) é uma líder de torcia do colégio Mckinley High School introduzida no episódio The New Rachel da 4ª temporada da série Glee. No começo ela usa todo seu tempo para infernizar a vida de Marley Rose. Se inscreveu para o musical "Grease" para o papel de Sandy, na qual perdera para sua rival Marley. Na maioria dos episódios usa sua religião para praticar suas maldades e lembra muito Quinn Fabray (na qual ela diz que venera). No episódio 18 da 4ª temporada, ela confessa á Marley que apertou suas roupas para o musical. Ela tem uma boa química com o personagem Artie Abrams no vigésimo primeiro episódio intitulas "Wonder-Ful", na qual leva a Ryan Murphy reuni-los como um casal na temporada seguinte. Kitty é do 2º ano e seu namorada é formando. Ainda não foi revelado como a série irá retratar o romance dos dois, já que o formando irá para New York na segunda metade da 5ª temporada.

Ryder Lynn[editar | editar código-fonte]

Ryder Lynn (Blake Jenner) é um jogador de futebol do McKinley High. Finn num treino de futebol repara que ele tem talento e convida-o a ir fazer a audição para o musical Grease. Ele aceita e também entra nos New Directions. Apaixona-se por Marley Rose, mas não disse a ela e tem ajudado Jake com Marley. Ele tem dislexia. Durante os episódios, Ryder conhece uma garota via internet chamada Katie, pela qual se apaixona. Porém, a garota usa uma foto de perfil falsa e prefere que Ryder não saiba quem ela é. Mas Ryder se apaixona perdidamente pela garota e assim, tenta conhecê-la de todas as maneiras possíveis,no episodio 'ALL OR NOTHING" Ryder descobre quem é garota misteriosa so que fica muito chatiado quando descobre que a garota é na verdade 'Wade "Unique" Adams' e diz que nunca mais vai falar com ela.

Jake Puckerman[editar | editar código-fonte]

O ator que interpreta Jake: Jacob Artist

Jacob Puckerman (Jacob Artist) é o meio-irmão mais novo de Noah Puckerman. Filho de um romance proibido entre o pai de Puck e uma garçonete. Tem o temperamento do irmão, entra para o New Directions no episódio "Britney 2.0" após se envolver em uma briga para defender Marley e sua mãe. Marley se apaixona por Jake porém ele esta namorando Kitty. Em "The Break Up" Kitty insulta Marley e Jake termina com Kitty pois esta apaixonado por Marley. Em "The Role You Were Born To Play" um novo aluno Ryder Lynn fala com Marley sobre o musical "Grease" e isso deixa Jake com ciumes de Marley. Assim ele decide fazer a audição para o musical ele e Kitty cantam "Everybody Talks" na audição. Jake perdeu o papel de "Danny" para Ryder. Em "Grease" Ryder beija Marley e Jake ve. Em "Dynamic Duets Jake finalmente decide chamar Marley pra sair mas Ryder o imterrompe e diz que ela irá sair com ele na sexta pra ver o jogo de futebol, os dois trocam insultos e empurrões. Finn pede para eles fazerem um dueto, os dois estão vestidos com heróis "Mega Stud" e durante a performance de " Superman" onde eles disputam Marley, os dois começam uma briga com muitos socos. Jake descobre que Ryder tem dislexia e conta a Finn que o ajuda. Durante uma confusão na cantina Ryder protege Jake dos jogadores de futebol os dois se tornam amigos. Ryder desmarca o encontro com Marley e a garota decide convidar Jake para um encontro, ele aceita sem pensar duas vezes. Em "Sadie Hawkins" Marley convida Jake para o baile e ele aceita, Jake finalmente se declara para a garota dizendo que quer ficar só com ela. Em "Naked" Jake participa do calendário para arrecadar fundos para as Regionals, ele da um calendário para Marley onde esta escrito "Eu Te Amo". Em "Girls (and Boys) on Film Marley diz a Jake que Ryder a beijou ele se chateia com ela. Em "Feud" eles fazem as pazes.

Wade Adams[editar | editar código-fonte]

Wade "Unique" Adams (Alex Newell) aparece pela primeira vez na terceira temporada episódio "Saturday Night Glee-ver" como um novo vocalista de destaque do Vocal Adrenaline, é um fã de Mercedes e Kurt, apesar de serem um rival na competição. Unique é uma jovem mulher trans, que quer se apresentar na competição. Quando ela aparece no palco no Clube Glee durante as Regionais, Unique é um sucesso. Unique fica transtornado com a publicidade e pressão, mas depois de uma conversa de estimulo de Kurt e Mercedes. Além de sua segunda aparição em "Nationals", ele também aparece brevemente no episódio "Props". Na quarta temporada transfere-se para McKinley High e junta-se o New Directions. Ela começa apresentando-se como uma menina nesse episódio durante o horário escolar, apesar da pressão que ela sofre dos colegas para aparecer em traje masculino. Apesar de nenhuma equipe ou alunos de McKinley reconhecer Unique para a mulher que ela é, algumas não aceitam ela "fingir" ser uma mulher. No quinto episódio, "O Papel You Were Born to Play", está escalado para o papel feminino de Rizzo para o musical da escola, Greace, mas Sue Sylvester informa seus pais no episódio seguinte, "Glease", e ele retira-se do show. Logo depois "Unique" passa a gostar de um membro do ND, cujo o nome dele é Ryder so que não tem coragem de dizer, então cria um perfil falso e finge se uma garota chamada Katie, no episódio "All Or Nothing" o Ryder descobre e fica muito chatiado com a "Unique" e diz que nunca mais vai falar com ela. Depois que eles ganham as "REGIONAIS" Unique e Ryder se abraçam.

Joe Hart[editar | editar código-fonte]

Joe Hart (Samuel Larsen) aparece pela primeira vez como um novo estudante de transferido para o McKinley High no episódio terceira temporada " coração ". Ele vem de um lar cristão e foi educado dessa maneira, ele se junta ao "God Squad "clube cujos membros são outros três membros do clube Glee: Mercedes, Sam e Quinn. Depois de Quinn sofre um acidente automobilístico e fica confinada a uma cadeira de rodas, ele reza para ela, e também ajuda-a com a fisioterapia, em troca ela o recruta para o Glee Club. Joe começa a ter sentimentos por Quinn e Sam se transforma em um conselho, uma vez que seus sentimentos são em parte apenas físicos, que é visto com bons olhos pela sua fé. Ele continua no McKinley e no New Directions na quarta temporada da série.

Sugar Motta[editar | editar código-fonte]

Sugar Motta (Vanessa Lengies) é uma estudante do McKinley. Seu pai é o rico proprietário de uma empresa de piano que doa três pianos recuperados para o clube do coral em " O Projeto Piano Roxo ", o episódio em que ela aparece pela primeira vez. Sugar se auto-diagnostica como tendo síndrome de Asperger, justificando o fato dela poder dizer o que quiser. Após o Glee Club apresentar-se no refeitório da escola, na esperança de recrutar novos alunos, Sugar candiata-se em fazer o teste, acreditando ser uma nova estrela. Ela torna-se a primeira pessoa que não consegue entrar em New Directions após a audição. Em " I Am Unicorn ", o seu pai faz uma grande doação para a escola para criar um segundo Glee Club, onde Sugar passa ser a estrela, e recruta Shelby Corcoran para dirigi-lo,n o episodio "hearts" o pai de sugar dar uma festa de dia dos namorados em um bar e sugar convidas todos do ND,so que ela diz que não pretende ficar sozinha no dia dos namorados então dois garotos começam uma batalha por ela cujo os garotos são Artie e Rory, no final a Sugar decide ficar com o Rory, pois fica com pena por ele ser deportado no mesmo episodio Sugar se oferece para pagar a roupa de todos do ND para as "REGIONALS",algumas semana depois Sugar junto com: Santana, Mercedes, Tina, Brittany cantam uma música para a treinadora Beiste tentando ajudá-la já que ela foi agredida pelo marido, já na quarta temporada Sugar não teve muito destaque ela fez o papel de "french" no musical "Glease".

Dani[editar | editar código-fonte]

A atriz que interpreta Dani: Demi Lovato

Dani (Demi Lovato) é o novo amor de Santana na quinta temporada da série da FOX. Aparecerá em seis episódios da nova temporada. Dani perde sua namorada para a Brittany, e sai avulsa da série.

Referências