Quinto Império

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Quinto Império é uma crença messiânica, milenarista (quiliástica), concebida pelo padre António Vieira no século XVII.

Vio Nabucodonosor aquella prodigiosa estatua, que representava os quatro Impérios dos Assírios, dos Persas, dos Gregos e dos Romanos; o corpo estala descuidado, com os sentidos presos, & a alma andava cuidadosa, levantando, derrubando estatuas, fantasiando Reynos, Monarquias. Mais fazia Nabucodonosor dormindo, que acordado: porque acordado cuidava no governo de hũ Reyno, dormindo imaginava na sucessão de quatro. Pois se Nabuco era Rey dos Assírios, quem o metia com o Império dos Persas, com o dos Gregos, com o dos Romanos? Quem? A obrigação do officio que tinha. Era Rey, quem quer conseruar o Reyno próprio hade sonhar com os estranhos.

Antonio Vieira, in Serman do Esposo da May De Deos S. Joseph.

Os quatro primeiros impérios eram, segundo o padre António Vieira, pela ordem: os Assírios, os Persas, os Gregos e os Romanos. O quinto seria o Império Português.

De acordo com as escrituras Hebraicas (Antigo Testamento), no livro de Daniel, capítulo 2, aquele religioso veio a basear este mito num trecho bíblico, que narra a história do rei Nabucodonosor e do seu sonho, com uma estátua erguida com cinco tipos de materiais.

Um dos textos mais importantes sobre o tema, no entender de Vítor Amaral de Oliveira, é a obra póstuma do padre Vieira, História do Futuro.[1] Posteriormente a utopia do Quinto Império permeará a obra de Fernando Pessoa nomeadamente na obra "Mensagem". No caso de Pessoa os quatro primeiros impérios diferem dos de Vieira, sendo o primeiro o Império Grego, o segundo o Império Romano, o terceiro o Cristianismo e o quarto a Europa.

O Quinto Império foi uma forma de legitimar o movimento autonomista português, que conseguira o fim da União Ibérica.

Referências

  1. Oliveira, Vítor Amaral de. Sebástica: bibliografía geral sobre D. Sebastião. Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, 2002, p. xxx

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Portugal é um esboço relacionado ao Projeto Portugal. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.