Rádio Clube AM (São Manuel)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Rádio Clube de São Manuel)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

A Rádio Clube de São Manuel é uma estação de rádio brasileira sediada em São Manuel, estado de São Paulo. Transmite em 1510 kHz em AM.

História[editar | editar código-fonte]

Fundada em 30 de julho de 1939, a então PRI-6 teve como primeiro gerente o professor Lino José Saglietti, que elaborou programas variados: desde a apresentação de conjuntos de corais e orquestras, até cantores do gênero sertanejo, entre eles Tonico e Tinoco, que pouco depois se transformaram na dupla "Coração do Brasil". As instalações da emissora ficavam no tradicional prédio da esquina das ruas Moraes Gordo e Coronel Rodrigues Simões.

No dia da inauguração, a orquestra dos Irmãos Martorelli apresentou-se aos ouvintes, dando assim início às transmissões da emissora, que na época tinha como slogan "a voz de um município de São Paulo, nos céus do imenso Brasil!". Na ocasião, o pianista Landiman, famoso na época em todo interior do estado de São Paulo, também se apresentou na cerimônia de inauguração.

Depois do prof. Saglietti, a direção da emissora passou para as mãos do Carlito Marchesi. No começo da década de 60, assumiu a gerencia o dr. Daniel de Oliveira Neves Filho. Foi nesta época que a Clube deixou o prédio da Rua Moraes Gordo, e passou a funcionar no Teatro Municipal, localizado na Rua Epitácio Pessoa. Nesta mesma década, a rádio foi comprada pela Rádio Bandeirantes, que tinha à frente João Jorge Saad, e passou a ser denominada Rádio Clube Bandeirantes.

"Sociais", o programa mais antigo da emissora, que começou no final dos anos 40 apresentado por Alberto Santarém Júnior, depois por Roberto de Moraes Salles (Beto Salles) e sucedido por Genésio Simões, passou na década de 70 pelo comando de Dona Nenê Plese de Oliveira Neves, esposa do então gerente, dr. Daniel. Nenê permanece até hoje a frente do programa, que já é um dos mais antigos do interior do Estado de São Paulo.

Na década de 90, a Rádio Clube foi vendida pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação a família Shedi. No final da mesma, Liliana Julieta Gerzely da Silva Monti, esposa do deputado federal Milton Monti, comprou e assumiu a emissora. Auxiliando Liliana na direção da emissora estava seu irmão Caio Silva (Caio Lalau) e na gerência Valter Antônio Salomão. Desde então, novos equipamentos foram comprados, um novo transmissor também foi adquirido, e a "casa das máquinas" (nome dado ao sistema irradiante da emissora) saiu do antigo "matadouro" e mudou-se para um novo local.

Em setembro de 2001, os estúdios mudaram para a Rua Epitácio Pessoa, 440. Em outubro de 2004, Liliana Monti passou a ser diretora-presidente da emissora. Tânia Cecília Tavares Casquel assumiu a Direção Geral, onde permanece até hoje.

O portal de notícias da emissora entrou no ar em agosto de 2009. No mês de setembro do mesmo mês, teve início a transmissão de sua programação ao vivo para todo o planeta através do site www.cluberegional.com.br.

Em novembro de 2013 a emissora retornou para seu tradicional endereço à Rua Coronel Rodrigues Simões, 69, no Centro de São Manuel.

Virada[editar | editar código-fonte]

Após décadas no domínio da cidade, surgiu na década de 80 uma concorrente. A emissora se reestruturou e se modernizou, tendo a frente a Diretora Presidente Liliana Gerzely da Silva Monti e Diretora Geral Tânia Casquel.

Alguns anos depois, mudanças foram feitas na programação e a partir de 2006, a emissora começou a reagir, preocupando a concorrência.

No final de dezembro de 2009, foram confirmadas algumas mudanças no rádio são-manuelense que beneficiaram diretamente a Rádio Clube de São Manuel. Também foi neste mesmo ano, que a emissora no mês de abril ganhou o prêmio de rádio mais ouvida em 2008, cujo índice de audiência foi de aproximadamente 70% e passou também no mês de setembro, a transmitir sua programação para a rede mundial de computadores, através do site www.cluberegional.com.br.

Com sua carreira iniciada na Clube, Sandro Dálio mudou pouco depois para a Rádio Nova, onde lá permaneceu por aproximadamente duas décadas. Em 04 de janeiro de 2010, Sandro iniciou seu programa na nova, velha casa.

De 2008 em diante a Clube se tornou líder isolada na audiência e por diversas vezes a grade da emissora foi alterada, procurando sempre atingir nossos ouvintes e clientes. Também foi neste período que a emissora deixou de encerrar suas atividades às 22h, como tradicionalmente acontecia e ampliou este horário para às 00h30.

No mês de abril de 2012 a Clube mais uma vez saiu na frente e mostrou seu pioneirismo, ao ser a primeira rádio da cidade a transmitir as imagens de seu estúdio para a internet através do portal cluberegional.com.br.

Voz padrão[editar | editar código-fonte]

Poucos foram os locutores que tiveram o privilégio de ser a voz padrão da emissora. Entre eles, vale a pena destacar Carlos Alberto Santarém Jr., Edgar Felipe e Valter Salomão (até hoje).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Rádio é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.