Rádio escolar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

O termo rádio escolar diz respeito a possibilidade de utilização dos recursos da mídia rádio, no desenvolvimento de projetos educativos dentro dos espaços escolares. Nesse contexto alunos e professores passam da condição de consumidores, para a categoria de produtores de mídia, através da ação de criar programas de rádio. Isso permite que estudantes e professores exercitem um olhar crítico em relação aos conteúdos veiculados pelas diversas mídias.

A ideia contida aqui não é a de formar pequenos radialistas, mas fazer com que esses estudantes possam se apropriar dos instrumentais dessa mídia, para fazer uso da rádio não só para criar momentos de [entretenimento] e lazer na hora do recreio, tocando músicas ou dizendo recadinhos aos colegas. A rádio na escola deve ir além disso, construindo propostas de cidadania engajando os alunos em projetos de colaboração para a melhoria das relações entre as pessoas, que discutam questões ligadas a construção do projeto de vida, sexualidade, saúde, meio ambiente, ao combate à todas as formas de discriminação e preconceito, entre outras.

Tipos de projetos de rádio escolar[editar | editar código-fonte]

A veiculação desses programas de rádio dentro do ambiente escolar, poderá ocorrer de diferentes formas:

Rádio pátio[editar | editar código-fonte]

Aqui a difusão dos programas de rádio acontece via caixas de som que são espalhadas por diferentes ambientes da escola - pátio, corredores, salas de aula.

Programas gravados em CD's de áudio[editar | editar código-fonte]

Através da utilização de editores de som, numa situação em que se associam o uso do computador conectado à mesas de som, onde se plugam microfones e outros acessórios, os programas produzidos são gravados no formato de CD's de áudio. Dessa forma tais programas podem ser veiculados em salas de aula ou em outros espaços, através do uso de aparelhos de som portáteis.

Webradio escolar[editar | editar código-fonte]

Difusão dos programas via web, através de STREAMING, que são programas que fazem a transmissão de dados de áudio e vídeo pela internet. Dessa forma, a rádio escolar ganha o status de webradio, que ao ter o seu endereço divulgado, poderá ser ouvida por outros estudantes espalhados pelo nosso país e o mundo.

Os programas também pode ser divulgados através de PODCASTS, que consistem em índices cronológicos ou remissivos dos arquivos de áudio, que podem ser ouvidos através de programas próprios (os agregadores ou podcatchers) ou baixados para download.

Transmissão por FM[editar | editar código-fonte]

Uma outra possibilidade está na aquisição de equipamentos de transmissão, onde a rádio escolar poderia ser acessada por FM, nos moldes das rádios comunitárias, embora essa prática seja proibida pela anatel e outros órgãos reguladores.