Rúbeo Hagrid

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.
Rubeus Hagrid
Rúbeo Hagrid
Dados pessoais
Sexo Masculino
Nascimento 6 de dezembro de 1928
Família Seu pai morreu em 1942. Na sua viagem em 1995, Hagrid descobriu que a sua mãe gigante, também já tinha falecido. Então, só se conhece o meio irmão Grawp (ou Grope).
Dados biográficos
Casa Blason Gryffondor.svg Gryffindor
Na série
Primeira aparição
em livro
Harry Potter e a Pedra Filosofal
Primeira aparição
em filme
Harry Potter e a Pedra Filosofal
Intérprete Robbie Coltrane
Personagem da série Harry Potter

Rúbeo Hagrid - no original Rubeus Hagrid, ou simplesmente Hagrid - é um dos primeiros personagens do mundo dos bruxos a surgir na série de Harry Potter. Perdendo apenas para Alvo Dumbledore, Minerva McGonagall e o próprio Harry

Um meio gigante simpático[editar | editar código-fonte]

Hagrid é o guardião das Chaves e dos Terrenos de Hogwarts. Em 1993 ele foi escolhido como professor do Trato das Criaturas Mágicas.

Embora seja muito grande em tamanho, parece que ninguém desconfiava do fato dele ser meio-gigante porque sempre dizia que seu tamanho era por ter sido vítima de um acidente mágico.

Rúbeo Hagrid estudou em Hogwarts de 1940 a 1943, pela casa de Grifinória. Ele sempre gostou de toda espécie de estranhas criaturas e, nessa época, criava uma acromântula chamada Aragog como animal de estimação. Quem conspirou para sua expulsão foi Tom Riddle. Riddle foi pego ao abrir a Câmara Secreta e, havendo lá uma estudante morta, culpa Hagrid e diz que a acromântula era a criatura da câmara que matou a aluna.

O único que acreditou na inocência de Hagrid foi o professor Dumbledore, que na época ensinava Transfiguração. Ele convenceu o diretor Armando Dippet a deixar Hagrid ficar em Hogwarts aprendendo para se tornar Guardião das Chaves e Terrenos. Assim, ele depois passou a ocupar esse cargo e sempre desfrutou de toda confiança.

Logo no primeiro livro é Hagrid quem, cumprindo uma determinação do Diretor da Escola de Magia de Hogwarts, Alvo Dumbledore, leva o bebê Harry Potter para a porta da casa de seus tios trouxas, os Dursley.

Depois, quando Harry completa 11 anos - idade para ingressar na escola dos bruxos - é o encarregado de levar o jovem personagem para ingressar no mundo da magia.

É ele quem conta a verdade sobre a morte dos pais de Harry, sobre Hogwarts, sobre o fato dele ser bruxo, sobre a fama que seu nome carrega. Enfim, o gigante leva o pequeno bruxo até Londres para comprar seu material escolar no misterioso Beco Diagonal. Ali Harry descobre que tem dinheiro no Banco Gringotes, sempre escoltado e protegido por Hagrid. São grandes e maravilhosas descobertas para Harry e grande prazer para Hagrid.

Hagrid é um homem muito doce e gentil, porém gosta demais de uma cerveja e depois de algumas se torna indiscreto. Também é um tanto irresponsável (tentou criar um dragão bebê e também uns seres mestiços que ele chama de Esplosivins e são perigosos).

O grande defeito de Hagrid é sua incontrolável paixão por estranhos e perigosos animais: "Fofo" - um cão tricéfalo tal como o Cérbero da mitologia; os dragões, especialmente, são o seu ponto fraco.

Além dos animais estranhos, o grande Hagrid tem um cão, reflexo do dono, extremamente grande e pacífico: Canino.

Apesar de pouco importante na hierarquia dos bruxos - morando de favor numa velha cabana de Hogwarts - está presente em todos os momentos mais importantes dos acontecimentos que retratam a luta do bem contra o mal no mundo mágico, a partir do surgimento do Lord das Trevas.

Sua descendência de gigantes começou a ser cogitada quando ele conheceu Olímpia Maxime, diretora de Beauxbatons, também meio-gigante, e parece que ter se apaixonado por ela.

O ano de 1995 não foi nada bom para Hagrid, embora felizmente Madame Maxime estivesse ao seu lado para ajudar.

No 2° ano de Harry Potter na escola, seu grande protetor Alvo Dumbledore é afastado de Hogwarts. Porém, todos descobrem a verdade: que não foi Hagrid que abriu a Câmara Secreta, anos atrás, e, sim Tom Riddle.

No 6° ano de Harry e seus amigos na escola, Aragog, sua amada acromântula, morre. E na batalha que acontece em Hogwarts, sua cabana foi parcialmente queimada e quase Canino morre também.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O Seu primeiro - Rúbeo - nome vem do latim ruber, significa avermelhado, e Hagrid vem do inglês antigo hag rid que significa noites mal dormidas, por isso em traduções não originais, recebe o nome de:

  • Dionísio Izônio, Dionísio pois é o deus do vinho grego, e vinho é avermelhado, que izônio de insônia.
  • Baco Aípno Baco pois é o deus do vinho romano, e vinho é avermelhado, e Aípno vem do grego áypnos, significa sem sono.

O Professor Hagrid[editar | editar código-fonte]

No terceiro livro da série, Hagrid surpreendentemente é promovido a professor: a ele compete apresentar aos alunos os monstros existentes no mundo mágico.

Sua primeira aula prática reserva a Harry uma grande emoção: aprender a controlar um hipogrifo. Essa aventura proporciona um emocionante voo sobre o animal alado. Mas, para infelicidade do novo professor, Draco Malfoy é atingido pelo animal porque desobedece os ensinamentos de como aproximar-se - e Hagrid tem o seu "bichinho" condenado à morte.

Em meio à trama, Harry e Hermione conseguem salvar o hipogrifo da morte e este, agradecido, os defende do ataque do lobisomem - lado fera do Prof. Remo Lupin.