RIVA TNT

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde setembro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
NVIDIA RIVA TNT
NVidia Riva TNT chip.jpg

nVidia Riva TNT chip
Codinome NV4
Lançado em 1998
GPU básica Vanta
GPU Topo-de-linha TNT
Versão DirectX Direct3D 6.0
Concorrência Voodoo2
Voodoo Banshee
Matrox G200
ATI Rage Pro
S3 Savage

RIVA TNT (de TwiN Texel), codinome NV4, é um processador gráfico acelerador 2D e 3D para PCs fabricado pela nVidia. Foi lançado no final de 1998 e definiu a nVidia como forte candidata no mercado de processadores gráficos.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

A TNT foi desenvolvida como sucessora da RIVA 128 e como resposta ao lançamento do chipset Voodoo 2 da 3Dfx. Adicionou uma segunda unidade de processamento de pixel, praticamente dobrando a velocidade de renderização, além de usar módulos de memória mais rápidas. Diferente da Voodoo 2 (e semelhante à Matrox G200) possuía suporte a 32-bit (truecolor) de cores em modo 3D, além de ser uma solução com apenas um chip. Outras novidades foram uma melhora na qualidade de imagem e suporte a até 16MB de memória SDR SDRAM.

O lançamento da TNT atrasou em relação ao planejado, esquentava em demasia e possuía uma velocidade de processamento inferior ao projetado pela nVidia, o que prejudicou suas vendas frente à popular Voodoo 2. Seu desenvolvimento no entanto garantiu notoriedade à nVidia e serviu como base para um projeto revisado com o nome de RIVA TNT2.

Versões[editar | editar código-fonte]

No que viria a se tornar uma prática comum na indústria nos anos seguintes, a nVidia lançou uma versão acessível da TNT sob a marca Vanta. Esta placa utilizava o mesmo processador TNT com freqüência de processamento reduzidas e metade do barramento de memória (para 64-bit) e quantidade de memória (para 8MB). Com isso, a nVidia conseguia vender processadores TNT defeituosos ou que não atingiam as velocidades desejadas, além de reduzir os custos de fabricação devido aos requisitos inferiores de memória.

A TNT foi utilizada em diversas placas de vídeos, como a Diamond Viper V550 e STB Velocity 4400, ambas bastante populares entre OEMs como Dell e Gateway 2000, entre outros.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre hardware é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.