RJTV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde novembro de 2011).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Trechos sem fontes poderão ser removidos.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.
RJTV
Logotipo do telejornal
Informação geral
Formato Telejornal
Duração 1ª edição: 50 Minutos
2ª ediçaõ: 15 Minutos
Criador(es) Central Globo de Jornalismo
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Produção
Diretor(es) Ali Kamel(DGJE)
Silvia Faria(CGJ)
Miguel Athayde(local)
Apresentador(es) Globo Rio:
Mariana Gross (1ª edição)
Ana Luiza Guimarães (2ª edição)
InterTV Alto Litoral:
Ana Paula Mendes (1ª edição)
Cristina Frazão (2ª edição)
InterTV Planície:
Keila Mendes (2ª edição)
InterTV Serra+Mar:
Luciana Thomaz (2ª edição)
TV Rio Sul:
Raquel Honorato e Kenia Pinheiro (1ª edição)
Diego Gavazzi (2ª edição)
Tema de abertura Instrumental
Exibição
Emissora de
televisão original
Brasil TV Globo Rio de Janeiro (Globo)
Formato de exibição 480i (SDTV) 1080i (HDTV)
Transmissão original 3 de janeiro de 1983 - presente
Cronologia
Programas relacionados Praça TV

RJTV[1] é um telejornal local do estado brasileiro do Rio de Janeiro, exibido pela TV Globo Rio de Janeiro nos horários destinados ao Praça TV. exibido em duas edições, sendo a primeira edição de segunda á sexta logo depois do Encontro com Fátima Bernardes, e aos sábados depois da TV Globinho e às vezes, o Volei, sempre de 12h às 12h50min. e a segunda edição, de 19h15 e ás 19h30, logo após da novela das seis.

História[editar | editar código-fonte]

O RJTV nasceu em 3 de janeiro de 1983 para mostrar as principais notícias da cidade e de todo o estado do Rio de Janeiro. O jornal tinha apenas dez minutos e ia ao ar antes do Jornal Nacional, dividido em três blocos. O sucesso foi tão grande que, seis meses depois, o RJTV passou a ter duas edições: uma na hora do almoço e a outra, mantida antes do JN. Mostrando os problemas do dia-a-dia, o RJTV ganhou, dois meses depois, sua terceira edição (por volta das 23 horas). Hoje, o telejornal tem duas edições (ao meio-dia e às 19h10min). O RJTV - 1ª Edição tem em média 50 minutos, enquanto o RJTV - 2ª Edição tem vinte.

Com novo formato desde janeiro de 2000 - que explora os debates entre a população e as autoridades, o RJTV procura ajudar a resolver os problemas do Rio de Janeiro com campanhas e discussões, cobrando soluções para melhorar nosso cotidiano, durante o seu tempo de exibição, o RJTV ganhou alguns dos mais importantes prêmios de telejornalismo. Em 2003, as conquistas foram muitas. Com a série "Rio Engarrafado", a premiação da Confederação Nacional do Trânsito prestigiou a equipe do jornal. A série "Os Olhos da Ponte", que mostrava a rotina da Ponte Rio-Niterói, conquistou para o RJTV o troféu da Associação Brasileira de Concessionárias e Rodovias. Também em 2003, o telejornal ganhou o prêmio "Qualidade Brasil" de melhor telejornal regional e o de melhor apresentador, entregue ao jornalista Márcio Gomes. E, por fim, o prêmio "Austregésilo de Athayde", conferindo ao RJTV o prêmio de melhor telejornal local da região metropolitana do Rio de Janeiro

O RJTV lançou em julho de 2007, durante os Jogos Pan-Americanos, o quadro "Radar RJ", que é apresentado em um cenário virtual por Edmilson Ávila. O quadro tem como objetivo, mostrar tanto na 1ª edição quanto na 2ª edição do jornal, as condições de trânsito no Rio de Janeiro. Hoje o Radar RJ é apresentado dentro do Bom Dia Rio, e em alguns comerciais do Bom Dia Brasil e do Mais Você[2] . O Radar RJ também é apresentado durante a tarde, quando necessário.

O RJTV - Especial foi exibido no dia 25 de novembro de 2010 de 10h30 e mostrou a mega-operação feita com a PMERJ e as Forças Armadas e ficou no ar até o início da novela Araguaia, com os apresentadores Ana Paula Araújo e Márcio Gomes e com os comentaristas, de segurança Rodrigo Pimentel, e de saúde, o médico Luis Fernando Correia. No domingo, 28 de novembro também foi exibido esse especial, pela qual mostrou as ações policiais no Complexo do Alemão. sendo apresentado por Ana Paula Araújo, com comentários de Rodrigo Pimentel. A cobertura, no ar entre 7h02min e 15h35min, obteve 21 pontos de média no Ibope[3] . em 4 de abril de 2011, passou a ser apresentado em um estúdio panorâmico localizado no último andar do prédio da Rede Globo no bairro Jardim Botânico, semelhante ao usado pelos telejornais locais de São Paulo[4] .

Com a transferência de Márcio Gomes, que vai para Tóquio como correspondente, a segunda edição do RJ fica a cargo de Ana Luiza Guimarães a partir de junho de 2013.[5] e com a ida de Ana Paula Araújo ao Bom Dia Brasil, em novembro de 2013. a primeira edição do RJ fica a cargo de Mariana Gross[6] [7] .

A partir de 2 de dezembro de 2013, os telejornais da Rede Globo passaram a ser exibidos em Alta Definição (HD) e neste dia o RJTV também começou a ser transmitido neste formato.

Apresentadores[editar | editar código-fonte]

Mariana Gross é a atual âncora e editora-executiva da primeira edição do RJTV, às 12h, e Ana Luiza Guimarães exerce as mesmas funções na segunda edição, às 19h10. e apresentado eventualmente por André Trigueiro, Flávio Fachel e Vandrey Pereira. que junto com as âncoras do programa, apresentam as duas edições aos sábados.

Apresentadores Eventuais[editar | editar código-fonte]

Quadros do RJTV[editar | editar código-fonte]

Quadros Dias de Apresentação Descrição
Diversão e Arte Quintas e Sextas Fernanda Grael mostra as dicas culturais para o resto e o fim de semana.
Enredo e Samba Somente na Semana de Carnaval Mostra os preparativos para o Carnaval.
Intérprete do Futuro Somente na Semana de Carnaval Concurso que mostrar o melhor intérprete mirim.
Os Cariocas Somente aos Sábados Mostra histórias de pessoas que ajudam a melhorar o Rio.
Parceiro do RJ De Segunda á Sábado Várias duplas ficam espalhadas em vários pontos do Rio, mostrando problemas, histórias e curiosidades do lugar.
Programão Somente aos Sábados Mostra as dicas para o fim de semana enviadas pelos telespectadores.
RJ Móvel De segunda á sexta Mostra problemas da comunidade e cobra soluções das autoridades.
RJ Sáude De segunda á sexta Os telespectador pode enviar perguntas sobre saúde para serem respondidas pelo Doutor Luís Fernando Correa.
Tempo no Rio De Segunda á Sábado Mostra a previsão do Tempo, com a ajuda de um estúdio Virtual, com apresentação de Edmilson Ávila.

Telejornais do interior do Rio de Janeiro[editar | editar código-fonte]

As emissoras da Rede Globo no interior do estado do Rio de Janeiro também produzem telejornais locais que vão ao ar nos mesmos horários do RJTV.

RJ InterTV[editar | editar código-fonte]

Exibido pelas emissoras da Rede InterTV no estado do Rio de Janeiro. Foi lançado no dia 30 de janeiro de 2006, substituindo os antigos Jornal InterTV (ou JITV) e o RJTV (das TVs Alto Litoral e Serra+Mar). sua primeira edição do telejornal já foi ancorada por Tatiana Ribeiro, Paula Monteiro, Guto Rodrigues.

Até 2011, o RJ 1a ed. era apresentado por Ana Paula Mendes e Max Andrade e a segunda edição com Erica Pinheiro. Sendo que após a saída de Max, Ana Paula assumiu a bancada com Rodrigo Cordeiro (hoje na RBS Caxias do Sul) e depois com Antônio Coelho na primeira edição. Em novembro de 2011 começaram a ser regionalizados a segunda edição do jornal, com um espaço maior para essas regiões. que antes era tudo em um só noticiário. que eram até então, apresentados por Luiz Gonzaga Neto para a Planície, Luciana Thomaz pela Serra+Mar[8] e Erica Pinheiro, que continuou pela Alto Litoral.

Em 2013, Luiz Gonzaga Neto foi para a TV Morena (MS) e Erica seguiu para a TV Justiça, onde apresenta o principal jornal da emissora. Foram substituídos por Narayanna Borges e Antônio Coelho, respectivamente. Logo depois Keila Mendes assumiu a apresentação na InterTV Planície, com isso Narayanna voltou às reportagens [9] . Ana Paula Mendes tem apresentado sozinha mas a emissora não confirma a extinção do tradicional casal na bancada e qualquer mudança no esquema de apresentadores da primeira edição [8] .

RJTV (bloco local)[editar | editar código-fonte]

A TV Rio Sul, emissora afiliada da Rede Globo em Resende, produz uma versão inteiramente local do RJTV, cobrindo toda a região sul, centro-sul e da Costa Verde. A primeira edição é apresentada por Diego Gavazzi (eventualmente por Elisa Veiga) entrando em contato com as sucursais da TV Rio Sul, em Angra e Paraty. A apresentadora Kenia Pinheiro também entra no ar no outro estúdio do RJ em Volta Redonda. Já a segunda edição é comandada por Fabio Brunelli. em 6 de dezembro de 2011, passou a ser apresentado de um novo cenário, o padrão dos telejornais locais da Rede Globo, tendo como imagens de fundo Paraty (nos RJTVs), as Ilhas Botinas de Angra dos Reis (no Bom Dia Rio) e na sala de entrevistas a sede da TV Rio Sul em Resende.

Referências