RMS Republic (1903)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
RMS Republic
RMS Republic.jpg
Carreira
Proprietário White Star flag NEW.svg White Star Line
Fabricante Harland and Wolff
Lançamento 26 de fevereiro de 1903
Estado Afundado após colisão com o SS Florida no dia 24 de janeiro de 1909. Ele permaneceu à tona durante 39 horas após a colisão
Características gerais
Tonelagem 15 400 t
Largura 20,7 m
Comprimento 173,7 m
Propulsão hélice dupla
Velocidade 16 nós (30 km/h)
Tripulação 300
Carga 2.830 passageiros

RMS Republic foi um transatlântico a vapor construído em 1903 por Harland and Wolff em Belfast, e perdido no mar em uma colisão seis anos mais tarde, enquanto navegava para a White Star Line. O pedido de socorro em CQD foi emitido sobre o telégrafo, custando cerca de 1200 vidas. Conhecido como "Navio de Milionários" por conta do número de americanos ricos que viajaram por ele, que era um dos maiores e mais luxuosos navios, embora ele ter sido projetado mais para segurança ao invés de beleza.

História[editar | editar código-fonte]

Aquisição na White Star Line[editar | editar código-fonte]

O navio foi construído em Belfast na Irlanda do Norte para a Dominion Line (empresa irmão da White Star Line), e foi renomeado como SS Columbus. Depois de duas viagens pela Dominion, ele foi vendido para a White Star Line e renomeado como Republic.

Colisão com o SS Florida[editar | editar código-fonte]

Danos à proa do SS Florida após a colisão com o Republic.

Na madrugada de 23 de janeiro de 1909, enquanto navegava na cidade de Nova York para o Mediterrâneo, quando o Republic entrou em uma espessa neblina perto da ilha de Nantucket.

A velocidade foi reduzida e regularmente sinalizou sua presença pelo apito. As 5h47, um outro apito foi ouvido, e os motores do Republic foram invertidos. Fora do nevoeiro, navio italiano SS Florida apareceu e se chocou com o Republic. Dois dos passageiros que estavam dormindo em suas cabines do Republic foram mortos após o casco do SS Florida cortar o casco do Republic. No SS Florida, três tripulantes também foram mortos quando o casco os esmagaram por volta. Seis pessoas morreram no total.

As máquinas e das caldeiras do Republic começou a inundar. O Republic foi equipado com rádios telégrafos, e foi o primeiro navio da história a emitir sinal de socorro CQD, enviado por Jack R. Binns. o SS Florida resgatou alguns dos passageiros do Republic junto com o Gresham, que respondeu o pedido de socorro. Os passageiros foram distribuídos entre os dois navios, com o Florida ocupando a maioria deles, com 900 imigrantes italianos a bordo, o navio deixou o local perigosamente sobrecarregados.

Na época do naufrágio do Republic, os [[transatlânticos] não eram obrigados a ter uma capacidade total de botes salva-vidas para os seus passageiros, funcionários e tripulantes. No entanto, o outro navio da White Star Line, o RMS Titanic durante sua viagem inaugural no dia 14 de abril de 1912, também não levava botes salva-vidas suficientes para todos a bordo, como resultado, apenas 711 sobreviveram. O navio mais próximo era o RMS Carpathia, que não chegou a tempo para resgatar todos a bordo.

Carga Especulado[editar | editar código-fonte]

Republic afundando pela Popa, após a colisão.

Há muitos rumores de que o Republic estava carregando ouro e / ou outros objetos de valor quando ela afundou. Um boato é que ela estava carregando ouro no valor de 250 mil dólares americanos em moedas para ser utilizado como folha de pagamento para a Marinha os EUA. Uma terceira teoria, apresentada pelo Capitão Martin Bayerle , é que ele estava carregando US $ 3.000.000 em moedas de ouro como parte de um empréstimo para o Governo Imperial Russo.

Redescoberta[editar | editar código-fonte]

O naufrágio do Republic foi encontrado pelo Capitão Martin Bayerle em 1981. Ela encontra-se na posição vertical a cerca de 50 milhas (80 km) ao sul de Nantucket Island, nas coodernadas 40 ° 26'0 "N 69 ° 46'0 "W em cerca de 270 pés (82 m) de água. Duas expedições de resgate na década de 1980 tentou localizar o ouro, mas não tiveram sucesso. No entanto, o navio contém muitos outros tesouros. Além do ouro, muitos artefatos do navio e bens pessoais permanecem. Até o momento, no entanto, nenhum tesouro a rumores do czar foi encontrado. Os destroços do SS Andrea Doria , outro forro afundado como o resultado de uma colisão com um navio, fica a poucos quilômetros a noroeste.

Referências