RRS Discovery

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Discovery
O RRS Discovery na Antártida
Carreira
Lançamento 21 de Março de 1901
Fatalidade Museu do barco em Dundee, Escócia
Características gerais
Deslocamento 736 t
Comprimento 52 m
Boca 10 m
Propulsão Motor a carvão e velas
Velocidade 8 nós
Autonomia Limitado pelo estado do mar e provisões
Tripulação 11 oficiais; 36 homens
Navio-museu RRS Discovery.

O RRS Discovery [nota 1] , construído pela Dundee Shipbuilders Company, foi o último navio de casco de madeira de três mastros a ser construído no Reino Unido.[1] Foi desenvolvido para explorar a Antártida, tendo feito a sua primeira viagem em 1901. A primeira missão foi a Expedição Discovery, onde estavam presentes Robert Falcon Scott e Ernest Shackleton na sua primeira viagem bem sucedida à Antártida.

Encontra-se em Dundee, como navio do Museu do Barco, na Escócia.[2]

Notas

  1. RRS quer dizer Royal Research Ship, em português: Navio de Pesquisa Real

Referências

  1. RRS Discovery, Dundee (em inglês). The Official Gateway to Scotland. Página visitada em 23 de maio de 2012.
  2. Discovery (em inglês). Dundee Heritage Trust. Página visitada em 22 de maio de 2012.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre RRS Discovery
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos navais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.