RS/6000

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O RS/6000 (sendo RISC Sistema/6000), agora Sistema p5, é o atual servidor e estação de trabalho de padrão RISC baseado em UNIX da linha de produtos da IBM.

História[editar | editar código-fonte]

Anunciado em 1990, o RS/6000 substituiu o RT-PC. Esta família de servidores teve várias mudanças de nome durante a sua história. Ele era originalmente uma linha de estações de trabalho e servidores chamados RS/6000. A linha de servidores foi renomeada para eServer pSeries (servidores e da série p) em 2000 como parte da iniciativa de renovação de seus servidores padrão e. Com o advento do processador POWER5em 2004 a família foi reformulada para Servidores e p5. Agora com o movimento de simplificação das famílias de servidores e equipamentos de estocagem de dados para a legenda Sistema, a família foi renomeada novamente agora para System p5 em 2005. O Sistema p5 agora encampa a linha de produtos da IBM OpenPower.

Processadores[editar | editar código-fonte]

Desde o início o RS6000 foi baseado no IBM Power e nos processadores POWER2. Após o desenvolvimento do PowerPC instruction set architecture, muitos servidores de lower end e algumas estações de trabalho baseadas nos modelos do PowerPC tais como o 603 e 604e. Os servidores de Higher end e SP clusters ainda são baseados no POWER por sua excelente performance no floating point, enquanto a variente RS64 do PowerPC era desenvolvida para sistemas baseados para o ambiente comercial onde o processamento integer e throughput são mais importantes.

Recentemente, após o desenvolvimento do processador POWER4 a linha RS64 foi descontinuada e as diferenças entre throughput e number crunching optmized systems não mais existe.

Características[editar | editar código-fonte]

Todos os sistema p5 da IBM e Servidores e da família p5 suportam a DLPAR (Dynamic Logical Partitioning) com I/O Virtual e Micro Particionamento.

Normalmente o Sistema p usa o sistema operacional AIX e, mais recentemente, as versões de 64-bit do sistema operacional Linux.

Deep Blue[editar | editar código-fonte]

Deep Blue, um supercomputador baseado no RS/6000, foi o primeiro sistema computacional a ganhar uma partida de xadrez contra o renomeado campeão mundial (Garry Kasparov) usando um controle de tempo para o lance. Ele era um massively parallel, 32 nós, RS/6000, SP-baseado em sistema computacional enhanced com propósito especial 256 processadores para xadrez VLSI. Este programa para xadrez foi escrito em linguagem C e executado em um sistema operacional AIX. Ele era capaz de avaliar 200.000.000 posições por segundo.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]