RT-PCR

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde Novembro de 2008). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

RT-PCR é uma reação da transcriptase reversa, seguida de reação em cadeia da polimerase . Não utiliza o DNA de cadeia dupla como molde e sim RNA de cadeia simples. A partir do RNA, a enzima transcriptase reversa sintetiza uma cadeia de DNA complementar (chamado agora de cDNA). Ao cDNA aplica-se a técnica de PCR.

É necessária ligação ao RNA e a ligação da transcriptase reversa a uma "cadeia" de poli T, pois sempre ao final da cadeia de mRNA existe uma "cauda" de poli A.

A técnica de RT-PCR é amplamente utilizada para verificar a expressão gênica, uma vez que analisa o RNA responsável pela síntese de proteínas. Se há uma proteína específica, é porque há DNA sendo expresso e originando mRNA para tal proteína. A expressão para produção de diferentes proteínas varia conforme a localização da célula dentro do organismo: células cardíacas expressam proteínas diferentes de células musculares, por exemplo.

As técnicas de real-time PCR podem ser abreviadas como RTQ-PCR, Q-PCR ou qPCR. Real-time reverse-transcription PCR frequentemente abrevia-se por qRT-PCR, RRT-PCR ou RT-rt PCR. O acrônimo RT-PCR refere-se geralmente a reverse-transcription PCR e não à real-time PCR.