RV Belgica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
RV Belgica na Antarctica.
Navio de pesquisa A962 Belgica.

RV Belgica é o nome de dois navios de pesquisa científica da Marinha Real Belga.

RV Belgica (1884)[editar | editar código-fonte]

O RV Belgica foi lançado ao mar em 1884 como navio baleeiro utilizando o nome de Patria (1884–96).[1]

Em 1896 foi comprado pelo oficial da Marinha Real Belga Adrien de Gerlache (1866-1934) e transformado em navio de pesquisa científica com o nome de Belgica. Invernou na Antarctica entre 1897 e 1899, foi o meio de transporte utilizado na Expedição Antártica Belga.[2]

Foi vendido ao Duque d'Orleães, Luís Filipe Roberto d'Orleães (1869-1926) militar e pretendente ao trono da França. A embarcação foi utilizada nas expedições ao Ártico em 1905 e 1907–09.[1] [3]

Em 1916 foi novamente vendido, reformado e transformado em navio mercante para o transporte de carga e passageiros, levando em seu costado o nome de Isfjord (1916–17).[1]

Foi revendido em 1918, com os seus mastros cortados foi transformado em barco de pesca, sendo utilizado como barco-fábrica. Recebeu novamente o nome de Belgica.[1]

Em 1940, quando estava na região de Svalbard, foi requisitado pela Marinha Real Britânica e transformado em navio depósito de munição. Em maio do mesmo ano um bombardeiro alemão Heinkel da Luftwaffe, atacou o navio, que apesar de não ter sido atingido, afundou em consequência das ondas de choques. A outra versão do naufrágio é de que o navio foi afundado pelas próprias forças britânicas para que o barco não fosse capturado.[1]

O casco do barco foi localizado nos anos 90, a 22 metros de profundidade no fundo do fiorde Isfjorden próximo a ilha Spitsbergen na Noruega.[4] [5]

O primeiro Belgica tinha casco de madeira e propulsão a vapor e vela. A embarcação de 263 toneladas de arqueação bruta tinha o seu velame sustentado por três mastros. Media 35,97 m de comprimento, com boca de 7,62 m e calado de 4,11 m.[1]

RV Belgica (1984)[editar | editar código-fonte]

O navio de pesquisa RV Belgica (A962) comissionado em 1984, utiliza o porto de Zeebrugge na Belgica, como base. O objetivo principal do navio é a pesquisa da fauna e flora do Mar do Norte.[6]

Com 50,9 metros de comprimento, 10 metros de boca e 5,7 metros de altura. O navio pesa 232 toneladas, alcançando 765 toneladas a plena carga.[7]

O navio foi batizado pela rainha Fabíola da Bélgica.

Referências

  1. a b c d e f Belgica (+1940) (em inglês) The Wreck site. Página visitada em 19 de maio de 2012.
  2. Paul Ward (2001). Adrien de Gerlache - Belgica, Belgian Antarctic Expedition 1897 - 1899 (em inglês) Cool Antarctica. Página visitada em 19 de maio de 2012.
  3. Robert B. Stephenson. Antarctic Ships (em inglês) The Antarctic Circle. Página visitada em 19 de maio de 2012.
  4. Le «Belgica» au fond d'un fjord norvégien (em francês) La Libre Belgique 2006 (22 de maio de 2006). Página visitada em 19 de maio de 2012.
  5. Christian Laporte (5 de setembro de 2006). Une visite unique dans l'épave du Belgica (em francês) La Libre Belgique 2006. Página visitada em 19 de maio de 2012.
  6. Welcome on board (em inglês) Royal Belgian Institute of Natural Sciences. Página visitada em 19 de maio de 2012.
  7. Belgica on the MUMM site (em neerlandês) Koninklijk Belgisch Instituut voor Natuurwetenschappen (21 de agosto de 2006). Página visitada em 19 de maio de 2012.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Belgica (1884)
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre A962 Belgica (1984)
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos navais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.