RV Polarstern

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
RV Polarstern
PFS Polarstern
Carreira
Proprietário Howaldtswerke-Deutsche Werft em Kiel e o Nobiskrug em Rendsburg (fabricantes)
Operador Instituto Alfred Wegener
Construção 1 de dezembro de 1982
Porto de registo Alemanha Bremerhaven, Alemanha
Viagem inaugural Ártico e Antártica
Outro(s) nome(s) IMO Number 8013132
Call sign: DBLK
Características gerais
Classe Quebrador de gelonavio de pesquisa
Tonelagem 17.300 toneladas
Largura 25,07 metros (82 ft 3 in)
Maquinário 4 motores, 14,000 kW (20,000 bhp)
Comprimento 117,91 metros (386 ft 10 in)
Calado 11,21 metros (36 ft 9 in)
Velocidade 15.5 knots (28.7 km/h)
Carga máximo de 44

O RV Polarstern (significando estrela polar) é um quebrador de gelo de pesquisa alemão do Alfred Wegener Institute for Polar and Marine Research em Bremerhaven. O Polarstern foi comissionado em 1982 e é usado principalmente para pesquisa no Ártico e na Antártica.

O Polarstern foi construído para a Howaldtswerke-Deutsche Werft em Kiel e o Nobiskrug em Rendsburg. O navio tem um comprimento de 118 metros (387 feet).

O Polarstern é um quebrador de gelo de casco duplo. É operacional em temperaturas tão baixas quanto -50°C (-58°F). O Polarstern pode quebrar através do gelo 1,5 m (4 ft 11 in) de espessura na velocidade de 5 knots. O gelo mais espesso deve ser quebrado por golpeamento.

O Polarstern quebrando gelo.
O Polarstern.

Em 7 de setembro de 1991, o Polarstern, assistido pelo quebrador de gelo ártico sueco Oden alcançou o Pólo Norte como o primeiro navio alimentado por força convencional.[1] Ambos, grupos científicos e tripulação tomaram amostras oceanográficas e geológicas e fizeram um cabo-de-guerra comum e um jogo de rugby em uma banquisa de gelo. O Polarstern alcançou outra vez o pólo exatamente 10 anos mais tarde[2] com o USCGC Healy.

Em 2 de março de 2008, um dos helicópteros do navio se espatifou em um vôo de rotina para a base da Neumayer II da Antártica. O piloto alemão e um pesquisador holandês foram mortos e três outros passageiros se machucaram.[3] [4]

Em 17 de outubro de 2008, o Polarstern, se tornou o primeiro navio de pesquisa que já viajou através da Passagem Nordeste e da Passagem Noroeste, em um cruzeiro, e deste modo circum-navegou o Pólo Norte.[5]

Na cultura popular, Polarstern é também o nome da primeira trilha do primeiro álbum (alemão para "Quebrador de gelo" de Eisbrecher, Eisbrecher. Por toda a trilha, são feitas narrações dizendo as dimensões e especificações de um navio enorme, que excedem as medições do quebrador de gelo real, colocadas fora de proporção (e.g.: comprimento de 236 metros). O navio mantém a parte central no álbum Atemlos de 2010 do músico alemão Schiller. Uma trilha é chamada após o navio. O navio também está destacado no DVD de mesmo título, mostrando a expedição no navio do músico.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre PFS Polarstern

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Fütterer, D. et al. (1992) The Expedition ARK-VIII/3 of RV Polarstern in 1991, Reports on Polar and Marine Research, Bremerhaven, 107, 267 pp, hdl:10013/epic.10107.d001 (pdf 6.4 MB)
  2. Thiede, J. et al. (2002) POLARSTERN ARKTIS XVII/2 Cruise Report: AMORE 2001 (Arctic Mid-Ocean Ridge Expedition), Reports on Polar and Marine Research, Bremerhaven, 421, 390 pp, hdl:10013/epic.10426.d001 (pdf 8 MB)
  3. awi.de - sad times (ANT-XXIV/3 Weekly report No. 3). Página visitada em 2008-03-30.
  4. Pooljaar.nl - The crash in retrospect (article in Dutch). Página visitada em 2008-03-28.
  5. idw-online.de - Research around the North Pole. Página visitada em 2008-10-20.