Raïs

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Raʾīs (em alfabeto árabe: رئيس) usualmente grafado Reis em português (em francês é comum usar também Raïs e em inglês também se usam as grafias Raees e Raeesha, derivadas do urdu رئیس) é uma palavra árabe que significa "chefe" e que é geralmente traduzida como "presidente".[1] [2]

No Império Otomano, Reis era um título dado a vários dignitários imperiais, nomeadamente almirantes e ministros, dos quais o mais conhecido era o Reis-efendi, o ministro dos negócios estrangeiros. O termo é também frequente nos nomes pelos quais ficaram conhecidos vários piratas da Barbaria (noroeste de África).

Atualmente, o termo é aplicado a governantes ou chefes de estado dos estados muçulmanos do Médio Oriente e da Ásia Meridional, por vezes (mas nem sempre) com conotação de ditador, como aconteceu com Saddam Hussein, Hosni Mubarak e Muammar Kadafi. Os falantes de suaíli da África Oriental, incluindo os não muçulmanos, também usam o termo como sinónimo de "presidente".[carece de fontes?]

A palavra terá tido origem no persa, onde significa rico, e em urdu é sinónimo de aristocracia e usada como antónimo de "novo rico", isto é, alguém cuja riqueza já vem dos seus ancestrais. No Panjabe pode designar os líderes das antigos tribos ou membros da antiga aristocracia latifundiária. Em algumas cidades da Índia, nomeadamente Lucknow, o termo foi também aplicado a os membros da classe urbana mais culta e mais sofisticada, que muitos comparam à aristocracia francesa de anterior à Revolução Francesa.[carece de fontes?]

No Reino franco de Jerusalém (séculox XI a XIII), o tribunal encarregado de julgar os casos envolvendo população nativa chamado Corte do Raïs, sendo o seu presidente chamado raïs.

Exemplos de alguns dos "Reis" célebres[editar | editar código-fonte]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. raïs (em francês). www.linternaute.com. Linternaute Encyclopédie. Página visitada em 2 de agosto de 2012.
  2. Raïs (em francês). www.linguee.fr. Página visitada em 2 de agosto de 2012.