Rabirruivo-preto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaRabirruivo-preto
Hausrotschwanz Brutpflege 2006-05-21-05.jpg

Estado de conservação
Status iucn3.1 LC pt.svg
Pouco preocupante (IUCN 3.1)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Passeriformes
Subordem: Passeri
Família: Turdidae
Género: Phoenicurus
Espécie: P. ochruros
Nome binomial
Phoenicurus ochruros
Gmelin, 1774
Distribuição geográfica
Rangemap-rouge-queue.png

O Rabirruivo-preto (Phoenicurus ochruros) é um pássaro comum em jardins de áreas urbanas; em ambientes campestres encontra-se em encostas rochosas.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Trata-se de uma ave de 14 cm de comprimento e 24 cm de envergadura, cujo macho apresenta a plumagem do corpo cinza muito escuro, cabeça preta, cauda vermelho alaranjado, cor de ferrugem; a fêmea e juvenis de primeiro ano têm o corpo e cabeça castanho acinzentado.

Existem algumas subespécies com ligeiras variações de coloração:

  • P. o. semifurus do Médio Oriente - tem as partes inferiores vermelhas alaranjadas, com excepção do peito que é preto.
  • P. o. aterrimus (Portugal e Espanha) - tem peito e abdómen pretos e ventre acinzentado a branco.
  • P. o. gibraltariensis - tem o abdómen acinzentado e painel da asa branco.

Habitade e distribuição[editar | editar código-fonte]

Originários de áreas rochosas, adaptou-se a áreas habitadas pelo homem procurando locais de nidificação semelhantes aos de origem. Vive em colinas rochosas, áreas montanhosas, e áreas urbanas.

Reproduz-se no sul e centro da Europa e Ásia. É residente na maior parte do seu habitat, mas as populações do norte invernam no sul da Europa ou África do Norte, o mesmo se passando na Ásia, onde migram para o sul.

Comportamento[editar | editar código-fonte]

Tem um comportamento característico, oscilando a cauda quando pousado sobre telhados ou muros e agitando-se continuamente.

A sua vocalização, semelhante à do pisco-de-peito-ruivo, é clara e chilreante, inconfundível.

O rabirruivo-preto tem um voo rápido e possante. Pode parar no ar em frente de uma parede vertical para capturar insectos ou larvas.

Rabirruivo-preto a alimentar as crias

Reprodução[editar | editar código-fonte]

Estas aves executam danças de acasalamento antes da cópula. São geralmente monógamas, mas por vezes um macho pode ter duas fêmeas.

Fazem o ninho com ervas e musgo, em orifícios de casas, cornijas, por baixo de telhados, em pedreiras e falésias. O ninho é pouco cuidado, feito de ervas secas e folhas e recoberto com musgo, penas e pelos. Põe 4-6 ovos brancos e brilhantes, em duas ninhadas, de Maio a Julho. Apenas a fêmea faz a incubação que dura 13 dias. Os dois progenitores cuidam de alimentar as crias com insectos e larvas. As crias saem do ninho entre 12 e 18 dias mas só conseguem voar com 32 a 35 dias.

Alimentação[editar | editar código-fonte]

Alimentam-se essencialmente de insectos e suas larvas, que recolhem do solo, saltando sobre elas do poleiro, normalmente de pouca altura. No fim do verão e no outono comem também bagas e frutos.


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Wikispecies Diretório no Wikispecies

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Hume. Rob. 2002. Guía de campo de las aves de España y Europa. Ediciones Omega ISBN 84-282-1317-8