Radio Futura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Radio Futura
Enrique Sierra no início dos anos 1980.
Informação geral
Nome completo Radio Futura
Nascimento 1980
Origem Madrid
País Flag of Spain.svg Espanha
Gênero(s) Rock
Rock Latino
Período em atividade 19801992
Gravadora(s) Ariola
Sony Music
Hispavox
Integrantes Santiago Auserón (voz, guitarra)
Luis Auserón (baixo)
Enrique Sierra (guitarra)
Ex-integrantes Herminio Molero (sintetizador, teclados, percussão eletrônica, 1979-1981)
Javier Pérez Grueso (voz, percussão eletrônica, 1979-1981)
Solrac Velázquez (bateria, 1980-1985)
Pedro Navarrete (teclados, 1986-1989)
Carlos Torero (bateria, 1986-1988)
Javier Monforte (guitarra, 1987-1988)
Óscar Quesada (bateria, 1988-1990)
Ollie Halsall † (guitarra, 1989-1990)
Antonio Moreno (bateria, 1990)

Radio Futura foi um grupo musical de rock espanhol dos anos 60 e 90 do século XX. Nascido em 1979, depois de um primeiro disco (Música Moderna, de 1980) de certo êxito, fortemente marcado pelo movimento contracultural chamado Movida Madrileña,[1] e depois de reestruturar sua formação, iniciam uma carreira de sucesso com uma coleção de disco durante a década de oitenta (La Ley Del Desierto, La Ley Del Mar; De Um País Em Llamas; La Canción De Juan Perro). No início dos anos noventa publicam seus últimos discos (Veneno Em La Piel; Tierra Para Bailar) e em 1992 o grupo se desfaz, encerrando suas atividades.

Ainda que a formação inicial incluísse Herminio Molero (compositor e sintetizador) e Javier Pérez Grueso (percussão eletrônica, voz), tão logo ambos abandonariam o grupo. Os componentes seriam a partir de então os irmãos Santiago (voz, guitarra) e Luis Auserón (baixo), junto a Enrique Sierra (guitarra). Carlos “Solrac” Velázquez (baterista) seria posteriormente substituído.

A influência do grupo Radio Futura como precursores do rock latino e, em geral, como um dos grupos de rock mais importante da história da música espanhola, ficou bastante visível desde sua dissolução.[1] Foi considerado o melhor grupo espanhol da década de 1980 por diversas emissoras de rádio e revistas especializadas, além de nomeado em 2004 “melhor grupo espanhol dos últimos 25 anos” pelos ouvintes da Radio Nacional de España (Radio 3).[2] Em 2006, através de uma pesquisa entre 156 músicos, a revista Rolling Stone incluiu sete de suas canções entre as 200 melhores do pop rock espanhol, sendo p único grupo que chegou a essa cifra.[3]

Os três principais integrantes do grupo continuaram em carreira solo depois da ruptura da banda. Santiago Auserón é conhecido atualmente pelo nome artístico de Juan Perro.[2]

Referências

  1. a b Alonso, Raúl. In: Lafonoteca. Radio Futura. Acesso em: 29 junho 2011.
  2. a b La Huella Sonora. Radio Futura: 1979-2004. El legado sonoro.. Acesso em: 29 junho 2011.
  3. Editorial (2006). In: Rolling Stone. Las 200 mejores canciones del pop español. Acesso em: 29 junho 2011.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Flag of Spain.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical da Espanha, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.