Radiogaláxia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

As radiogaláxias, observadas diretamente, geralmente têm a aparência de uma galáxia elíptica grande, mas, observadas em rádio, normalmente apresentam uma estrutura dupla, com dois lóbulos emissores localizados um em cada lado da galáxia. Uma outra característica de algumas rádiogaláxias é a presença de um jato de matéria saindo de uma fonte central no núcleo da galáxia, possivelmente de partículas carregadas se movendo em um campo magnético.

Devido a toda essa movimentação as radiogaláxias podem ser consideradas galáxias anômalas muito ativas (assim como os quasares e as galáxias seyfert), emitindo uma quantidade colossal de ondas de rádio.

Centauro A, localizada na constelação do Centauro, é uma das radiogaláxias mais bem estudadas.