Rafael Ferreira Francisco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Toró
Informações pessoais
Nome completo Rafael Ferreira Francisco
Data de nasc. 13 de abril de 1986 (28 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro (RJ),  Brasil
Nacionalidade  Brasil
Altura 1,69 m
Destro
Apelido Toró
Informações profissionais
Clube atual Brasil Bahia
Número 21
Posição Volante
Clubes de juventude
Brasil Fluminense
Brasil Flamengo
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
20042005
20062010
20112012
2012
2013
Brasil Fluminense
Brasil Flamengo
Brasil Atlético Mineiro
Brasil Figueirense (emp.)
Brasil Bahia
0006 0000(1)
0171 0000(7)
0016 0000(2)
0013 0000(1)
0010 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 8 de Junho de 2013.

Rafael Ferreira Francisco, mais conhecido como apenas Toró, (Rio de Janeiro, 13 de abril de 1986) é um futebolista brasileiro que atua como volante.[1] Atualmente, defende o Bahia.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Fluminense[editar | editar código-fonte]

Formado nas divisões de base do Fluminense, em Xerém, Toró era tido como um futuro craque de bola. Tanto que seu apelido, Toró, surgiu nas categorias de base de futsal do Fluminense, quando "fazia chover gols nos jogos".

No entanto, assim que ele fez sua estreia nos profissionais, em 2004, seu encanto sobre os tricolores começou a se partir. Sem conseguir repetir o brilhantismo de sua época de júnior, Toró ficou apenas dois anos no Fluminense e, em seguida, foi dispensado.

Flamengo[editar | editar código-fonte]

Em 2006, foi contratado pelo Flamengo e chegou a ser escalado como titular, porém, após as finais da Copa do Brasil de 2006, passou a ser banco.

No início de 2007, a carreira de Toró parecia que tinha se acabado de vez, quando este sequer passou a ser relacionado como reserva. Contudo, durante o Campeonato Brasileiro, daquele mesmo ano, sua carreira foi ressuscitada com a chegada do treinador Joel Santana, que passou a escalá-lo como volante, na equipe titular.

Em 2008, apesar da contratação de novos reforços, Toró manteve-se como titular no time de Joel Santana. Sua carreira, no entanto, tornaria a vacilar, quando este foi expulso em uma partida da Libertadores da América, após agredir um gandula menor de idade.

Superado os problemas disciplinares, Toró passou a ter de disputar sua vaga, novamente, com a saída de Joel Santana e a chegada de Caio Júnior. Seu prestígio havia diminuído, porém, ainda era tido como um jogador de valor para a equipe.

Em 2009, com a chegada do volante Maldonado perdeu a condição de titular, mas após a lesão do chileno, ganhou novamente titularidade.

Em 2010, vinha disputando posições com Maldonado, Willians e Corrêa, porém com o verdadeiro rodízio que há na titularidade dos volantes rubro-negros, era frequentemente escalado.

Ainda em 2010, após muita negociação sobre a renovação de contrato, sem acordo, deixou o Flamengo.[2]

Atlético Mineiro[editar | editar código-fonte]

Em 8 de dezembro de 2010, acertou com o Atlético Mineiro com um contrato por três temporadas.[3]

Toró estreou com a camisa alvinegra no dia 2 de março de 2011, pela Copa do Brasil contra a equipe do Iape, deixando seu gol na goleada do Atlético Mineiro por 8 a 1.[4]

Toró foi dispensado no dia 25 de agosto de 2011 junto com mais 3 jogadores: o atacante Wendel, o meia Giovanni Augusto e o lateral-esquerdo Guilherme Santos, além do meia Leleu e do lateral-direito Roger, que voltaram para o time júnior.

Figueirense[editar | editar código-fonte]

No dia 15 de dezembro de 2011, foi anunciado o empréstimo de Toró junto ao Figueirense.[5]

Bahia[editar | editar código-fonte]

Toró foi confirmado como novo reforço do Bahia no dia 10 de Janeiro de 2013. O Atlético-MG concordou em emprestar o jogador ao time baiano sem ônus até ao final do ano. [6]

Em 31 de janeiro foi rescindido seu contrato junto ao Atlético Mineiro e sendo contratado pelo Bahia em definitivo. [7] [8]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 27 de maio de 2012.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Brasil Fluminense 2004 0 0 0 0
2005 4 1 2 0 0 0 6 1
Total 4 1 2 0 0 0 6 1
Brasil Flamengo 2006 17 0 2 0 0 0 7 0 26 0
2007 21 1 0 0 0 0 2 0 23 1
2008 23 1 0 0 6 1 14 1 43 3
2009 22 0 5 0 0 0 0 8 35 0
2010 14 2 0 0 7 0 0 15 36 2
Total 97 4 7 0 13 1 46 1 163 6
Brasil Atlético Mineiro 2011 9 1 2 1 1 0 4 0 16 2
Total 9 1 2 1 1 0 4 0 16 2
Brasil Figueirense 2012 2 0 0 0 0 0 11 1 13 1
Total 2 0 0 0 0 0 11 1 13 1
Brasil Bahia 2013 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
Total 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
Total na carreira 112 6 11 1 14 1 61 2 198 10

Títulos[editar | editar código-fonte]

Fluminense
Flamengo

Outras conquistas[editar | editar código-fonte]

Flamengo
  • Troféu 100 anos Souza Aguiar: 2007
  • Troféu 80 Anos do G.R.E.S. Estação Primeira de Mangueira: 2008

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.