Rage of the Dragons

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Rage of the Dragons
Produtora Noise Factory: Evoga
Editora(s) SNK Playmore
Conversões/
relançamentos
Neo-Geo AES
Data(s) de lançamento Julho de 2003
Gênero(s) Jogo de luta
Modos de jogo 1 e 2 jogadores
Controles Joystick, 8 direções, 4 botões
Hardware
Sistema Neo-Geo
Vídeo Raster, 304x224 pixels (horizontalmente), 4096 cores

Rage of the Dragons (ou somente "RotD") é um jogo de luta baseado em batalhas de duplas feito para Neo Geo, pela Playmore (atualmente SNK Playmore), lançado em 2002. O jogo foi co-desenvolvido pelo time mexicano Evoga e pela companhia japonesa Noise Factory.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Ao todo, são 6 duplas, um sub-chefe e um chefe do jogo, totalizando 14 personagens. O jogador pode escolher uma dupla para jogar ou criar uma a partir das 6. Estes são:

  • Jimmy Lee (James Lewis) e Sonia Romamenenko
  • Billy Lee (Willian Lewis) e Lynn Baker
  • Radel e Annie Murakami
  • Kang Jae Mo e Mr. Jones
  • Cassandra e Oni
  • Alice Carrol e Elias Patrick
  • Jose Rodriguez (Pepe) e Pupa Salgueiro
  • Abubo Rao (sub-chefe; não-selecionável na versão de arcade)
  • Johann (chefe; não-selecionável na versão de arcade)

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Rage of the Dragons possui um sistema de tag team, onde o jogador controla dois personagens e pode revesar entre eles durante uma luta. O personagem que estiver na reserva irá regenerar a sua barra de vida, enquanto estiver neste estado, se recebeu algum dano, enquanto que seu parceiro luta.
O jogador pode executar combos especiais onde ambos os personagens atacam o oponente ao mesmo tempo, causando um dano maior.

Uma barra auxiliar localizada no canto inferior da tela lentamente se enche quando ataques são recebidos e proferidos. Quando a barra está cheia, movimentos especiais podem ser executados (Ex: Contra-ataques, Especiais, etc.)

Produção[editar | editar código-fonte]

Evoga originalmente definiu o jogo Rage of the Dragons como uma sequência para a versão de jogo de luta para Neo Geo do jogo "Double Dragon", lançado em 1995. Contudo, Evoga foi incapaz de usar os direitos intelectuais para os personagens (que, por sua vez, foram comprados pela companhia "Million", a desenvolvedora do jogo "Double Dragon Advance"), e, assim, Rage of the Dragons foi transformado numa homenagem à série "Double Dragon", ao invés de ser uma sequência oficial.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • Os 2 personagens principais em Rage of the Dragons, Billy e Jimmy Lewis, compartilham seus nomes com os protagonistas da Double Dragon, Billy e Jimmy Lee, enquanto que o chefe Abubo é baseado no Abobo do Double Dragon. Duas outras personagens em RotD, Linda (a assistente de Abubo) e Mariah (a namorada falecida de Jimmy), são também baseadas em personagens de Double Dragon.
  • Um ending especial pode ser assistido quando terminado o jogo com os irmãos Billy Lee e Jimmy Lewis.
  • Jimmy, Lynn, Elias e Mr. Jones aparecem mais tarde como personagens secretos no jogo "Power Instinct Matrimelee", desenvolvido pela Noise Factory. Ironicamente, a Atlus, companhia que originalmente produziu a série Power Instinct, publicou "Double Dragon Advance" para a Million.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]