Raiden (Metal Gear)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Raiden
Raiden em Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty
Nome no Japão 雷電 ()
Série de jogos Metal Gear
Primeiro jogo Metal Gear Solid 2:
Sons of Liberty
Criado por Hideo Kojima
Designer Yoji Shinkawa
Dublador em inglês Quinton Flynn
Dublador japonês Ken'yū Horiuchi
Ator de captura de movimentos Eiji Morisaki (MGS2)
Takeshi Yoshioka (MGS4)
Informações pessoais
Sexo Masculino
Nacionalidade Libério-americano[1]
Afiliação Pseudo-FOXHOUND
Os Patriotas
Independente
Nome verdadeiro Jack
Portal Games

Raiden (japonês: 雷電), nome verdadeiro Jack (ジャック Jakku), é um personagem ficcional e protagonista da série de jogos eletrônicos Metal Gear da Konami. Criado por Hideo Kojima e desenhado por Yoji Shinkawa, Raiden é apresentado na série como o principal personagem do jogador em Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty. No primeiro jogo ele parece ser um membro da unidade de operações especiais FOXHOUND, participando de sua primeira missão. Apesar de começar como um novato, ele é um jovem soldado que posteriormente é revelado como tendo sido um soldado criança liberiano. Raiden aparece como personagem coadjuvante em Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots e retorna como personagem principal em Metal Gear Rising: Revengeance, ambos lidando com sua vida passada e presente de soldado. Ele também é o único protagonista da série ainda vivo, já que Big Boss está morto e a situação de Solid Snake é incerta.

A ideia de criar Raiden veio do desejo de Kojima de ver Solid Snake, o protagonista da série Metal Gear, a partir de um ponto de vista diferente, sendo inspirado pelas histórias de Sherlock Holmes. A inclusão de Raiden permaneceu um segredo até o lançamento do jogo; apesar das reações negativas de alguns jogadores, a equipe gostou do personagem. Seu papel de estreia como protagonista de Sons of Liberty ficou controverso por duas razões: a subsituição inexplicada do herói Solid Snake e a aparência andrógena de Raiden. Alguns críticos defenderam o personagem, afirmando que os fãs estavam apenas bravos pela retirada do primeiro e que o segundo era simpático. Mesmo com essa recepção mista, Raiden foi muito elogiado por seu papel e novo desenho em Guns of the Patriots e ainda mais pelos mesmo motivos em Revengeance.

Desenho de personagem[editar | editar código-fonte]

Criação e aparência[editar | editar código-fonte]

De acordo com Hideo Kojima, criador da série Metal Gear, a decisão de fazer um novo personagem subsituir Solid Snake na maior parte de Metal Gear Solid 2 veio de sua vontade em desenvolver o protagonista a partir de uma perspectiva de terceira pessoa. Kojima também afirmou que o personagem de Raiden e sua percepção pelo público eram importantes para o sentimento geral da história. A ideia de ter um segundo personagem principal veio dos contos e romances de Sherlock Holmes em que o narrador não era o personagem título, porém seu amigo Dr. Watson. Kojima afirmou que Snake e não Raiden era o protagonista do jogo. Yoshikazu Matsuhana, assistente de direção no projeto, não estava seguro sobre a decisão; ele achavam que Raiden era um "personagem com aparência fraca", porém decidiu seguir Kojima.[2] O codenome "Raiden" foi inspirado na aeronave histórica Mitsubishi J2M Raiden, utilizado pelo Serviço Aéreo da Imperial Marinha Japonesa.[3] Originalmente foi planejado que seu nome fosse escrito em katakana como "ライデン", porém foi alterado para a forma kanji de "雷電", já que o original era muito semelhante ao "Laden" de Osama bin Laden em katakana, "ラーディン".[4] A relação de Raiden e Rosemary foi inspirada pelas experiências pessoais de Kojima; seus nomes, Jack e Rose, são referências aos protagonistas do filme Titanic.[5] É considerado que Raiden em Metal Gear Solid 2 é uma representação do jogador através das experiências entre jogador e personagem durante o jogo.[6]

Desenho conceitual de Raiden em Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty, por Yoji Shinkawa.

Kojima recebeu muitas cartas de fãs; uma delas era de uma menina que afirmou que não queria jogar um jogo em que o protagonista era um homem velho. Ele levou isso em consideração, projetando junto com sua equipe um personagem que fosse mais atraente para as mulheres, resultando na aparência de Raiden. O desenhista Yoji Shinkawa falou que ele e os outros desenhistas de personagem se inspiraram no arquétipo bishōnen para a aparência de Raiden.[7] A equipe o projetou com cuidado já que era novo, lhe dando cabelo branco para simbolizar sua introdução. Shinkawa também afirmou que Raiden acabou ficando com uma aparência um pouco feminina.[5] Sua roupa, o Traje de Caveira, foi difícil de ser projetado até que a equipe chegou em um conceito de "ossos". Shinkawa queria que o personagem fosse sexualmente atraente, enfatizando o quão apertada é a roupa.[8]

A Konami manteve em segredo o protagonismo de Raiden em Sons of Liberty até o lançamento do jogo na América do Norte, chegando ao ponto de subsituir Raiden por Snake nos trailers e em outros materiais de divulgação. Apesar do personagem ter aparecido em vários trailers com seu capacete de mergulho, sua presença não foi enfatizada.[5] A presença de Raiden no jogo foi anunciada para a imprensa japonesa no dia do lançamento na América do Norte.[9]

Kojima disse que a resposta dos fãs a Raiden foi tanto negativa quanto positiva. Apesar de aceitar uma certa recepção negativa, ele e sua equipe gostaram do personagem. O personagem de Raikov foi criado para Metal Gear Solid 3: Snake Eater como paródia de Raiden devido a recepção positiva no personagem no Japão.[10] Para Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots, o novo desenho de Raiden foi uma resposta para a crítica que apenas seu rosto permaneceu em seu corpo cibernético. Shinkawa se surpreendeu com o modo que veio a ilustrar o personagem. A equipe comentou que a estreia de Raiden no trailer de Metal Gear Solid 4 foi muito bem recebida; várias revistas sobre jogos eletrônicos promoveram o título com imagens do personagem.[11] Kojima fez comentários parecidos, indicando que gostaria de expandir o personagem em outro jogo.[12] A primeira luta de Raiden contra Vamp em Guns of the Patriots foi muito difícil para animar e dublar devido aos movimentos cuidadosamente planejados dos dois personagens. A equipe acabou ficando satisfeita com o resultado final, considerando ser um dos melhores confrontos do jogo.[13]

Desenho conceitual de Raiden em Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots, por Yoji Shinkawa.

Quando Metal Gear Rising: Revengeance ainda era conhecido como Metal Gear Solid: Rising, o ex-produtor Shigenobu Matsuyama deu pistas que o passado de Raiden como soldado criança seria elaborado e exploradas suas fraquezas como ser humano. Matsuyama queria que o personagem tivesse um papel tão forte no jogo quanto em Metal Gear Solid 2, levando-o a ser o personagem principal do jogo.[14] O diretor Mineshi Kimura afirmou que ele queria que Raiden se movimentasse como nos trailers de Metal Gear Solid 4, mostrando "a furtividade da espada, e a força de nem sequer perder a arma, e o poder que você tem com essa lâmina".[15] Matsuyama disse que eles se focariam na força de vontade e força física do personagem, assim ele seria agradável de se controlar.[16] O desenho de Raiden mudou durante o desenvolvimento do jogo, levando a imagens promocionais diferentes.[17] Depois do jogo sofrer um reboot para um spin-off, os desenvolvedores afirmaram que Raiden "havia crescido" em comparação com os jogos anteriores de Metal Gear, porém ele ainda tinha conflitos com sua vida passada de soldado criança na guerra civil, fazendo com que ele fosse um "heroi sombrio".[18] Shinkawa desenhou o novo corpo de Raiden para enfatizar que ele era um heroi sombrio em contraste com sua personalidade em Guns of the Patriots e também comentou que o personagem ficou com uma aparência quase-humana. Raiden perdendo um olho também serve para representar sua transformação pela história.[19] Em respota às reclamações que Rising contradiz o final de Raiden em Metal Gear Solid 4, a equipe de Kojima Productions disse que o jogo explicaria o que havia acontecido na vida dele.[20]

Raiden é mostrado em Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty como um adulto de cabelo branco que usa um traje azul e preto para missões.[21] Em Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots, todo seu corpo abaixo de sua mandíbula superior foi subsituído por um corpo cibernético branco; ele também teve seu sangue substituído por um artificial chamado "Sangue Branco", que requer manutenção regular.[22] Seu corpo cibernético original – e também seu olho esquerdo – é substituído por um preto em Metal Gear Rising: Revengeance. Apesar de hábil em todos os tipos de armas, Raiden é especialista no uso de espadas que ressoam em altas frequências.[23]

Personalidade e representação[editar | editar código-fonte]

Em sua primeira aparição, Raiden é um novato inexperiente por ter treinado apenas com ajuda de realidade virtual. Entretanto, mais tarde é revelado que ele era um temido soldado criança – conhecido como "Jack, o Estripador" (ジャック・ザ・リッパー Jakku Za Rippā) – que matou vários inimigos em uma guerra civil e desde então tem vergonha de seu passado.[24] Isso afetou a personalidade do personagem; Raiden passou a acreditar que é apenas útil no campo de batalha e que sua relação com sua namorada Rosemary não vai funcionar.[25] [26] A manipulação pelos Patriotas lhe fez acreditar que não possui livre-arbítrio. Raiden é encorajado por Solid Snake a não se preocupar com o que outras pessoas lhe dizem, mas sim a confiar apenas em si mesmo mara enfrentar seus problemas.[27]

Raiden é dublado por Ken'yū Horiuchi nas versões japonesas dos jogos,[28] que sentiu que conseguia simpatizar com a dor do personagem; mesmo tornando-se um ciborgue, ele ainda agia como um ser humano.[13] Quinton Flynn foi escolhido para ser a voz do personagem na versão em inglês pelo diretor de elenco Kris Zimmerman, que anteriormente já havia trabalhado com ele. Flynn lembra que teve muito tempo para desenvolver Raiden, sendo instruído por Zimmerman a usar uma voz mais velha de um personagem anterior que havia dublado. O dublador afirmou que Raiden era um de seus personagens de jogos eletrônicos favorito, explicando uma grande mudança entre seus papeis em Sons of Liberty e Guns of the Patriots.[29]

A Kojima Productions comparou Raiden e Solid Snake quanto suas experiências e maneiras de pensar. Durante o clímax de Sons of Liberty, Raiden permanece aljemado até sua luta final contra Solidus Snake, enquanto Solid Snake escapa de suas aljemas para perseguir Revolver Ocelot, enfatizando a falta de liberdade do primeiro. Kojima comparou Raiden e Snake com os monstros King Kong e Godzilla, respectivamente; o primeiro foi tirado de sua casa e sua natureza mudou ao conhecer Rosemary, enquanto que o segundo vai continuar lutando contra as ameaças da humanidade. Ao derrotar Solidus, Raiden é encorajado por Snake a confiar em si mesmo e acreditar em suas próprias escolhas. Isto é ainda abordado pela própria equipe do jogo e seu desejo de realizar um título da série Metal Gear sem Kojima.[5] Kojima também comparou o personagem com John Rambo da série de filmes Rambo, já que os dois sempre acabam em batalhas apesar de seu desejo de uma resolução pacífica.[30]

Aparições[editar | editar código-fonte]

Jogos principais[editar | editar código-fonte]

Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty apresenta Raiden ao jogador no capítulo da usina; ele é introduzido como um membro recém recrutado da FOXHOUND com nenhuma experiência real de combate anterior a missão, tendo recebido treinamento apenas através de realidades virtuais.[31] Ele é auxiliado através de Codec por seu oficial comandante o Coronel e por sua namorada Rosemary.[32] O objetivo inicial de Raiden é resgatar vários reféns de um grupo terrorista conhecido como Filhos da Liberdade.[33] Ele também recebe a ajuda do mercenário Solid Snake e da espiã Olga Gurlukovich.[34] [35] Enquanto a história progride, é revelado que Raiden já foi um soldado criança durante a Primeira Guerra Civil da Libéria para o líder dos Filhos da Liberdade, Solidus Snake.[25] [36] Ele recebeu uma vida normal depois da guerra e tentou esquecer seu passado.[37] Porém, é revelado que uma organização clandestina conhecida como Os Patriotas está controlando suas ações, com seu oficial comandante sendo uma inteligência artificial computadorizada,[38] [39] além que uma de suas espiãs tornou-se a namorada de Raiden e os dois se apaixonaram.[40] Raiden derrota Solidus depois de ser informado pela inteligência artificial dos Patriotas que sua morte também causaria a morte da filha de Olga e de Rosemary, com a última sendo revelada como grávida de um filho dele.[41] Ele acaba reencontrando a verdadeira Rosemary e ambos decidem ficar juntos para criar seu futuro filho.[42]

Raiden com seu exoesqueleto em Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots.

Depois dos eventos de Sons of Liberty, Raiden resgatou das mãos dos Patriotas a filha de Olga, Sunny,[43] e foi procurar o corpo de Big Boss para Big Mama.[44] O trauma de sua separação de Rosemary mais o aparente aborto de seu filho fez com que Raiden passasse a acreditar que seu único lugar era no campo de batalha.[25] [26] Em Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots, que se passa cinco anos depois de Metal Gear Solid 2, ele está equipado com um exoesqueleto cibernético implantado pelos Patriotas.[45] Raiden ajuda Solid Snake em sua luta contra Liquid Ocelot, que deseja obter o poder dos Patriotas. Depois de vários encontros com os homens de Liquid, ele permanece no navio Outer Haven para proteger Snake enquanto ele desativa as inteligências artificiais dos Patriotas.[46] No epílogo, Rosemary revela a Raiden que ela não teve um aborto; seu casamento com Roy campbell foi uma armação para protegê-la e o filho dos Patriotas. Os dois se reconciliam.[47]

Metal Gear Rising: Revengeance se passa quatro anos depois de Guns of the Patriots e tem o retorno de Raiden como personagem principal.[15] Ele é mostrado como um membro da empresa militar privada Maverick Security realizando várias tarefas para conseguir dinheiro para sua família. Entretanto, ele é atacado por um grupo de terroristas chamados Desperado Enforcement LLC, que matam seu contratante primeiro-ministro N'mani e deixam Raiden quase morto. Ele é salvo por Doktor, que lhe dá um novo corpo cibernético, e começa a trabalhar contra a Desperado.[48] Sua obsessão vingativa com a Desperado fica ainda mais pessoal ao descobrir que eles e a World Marshal Inc estão sequestrando crianças e cirurgicamente removendo seus cérebros para colocá-los em corpos cibernéticos,[49] planejando colocá-las em um treinamento de realidade virtual baseado em seu próprio treinamento com Solidus Snake. Raiden se demite da Maverick e vai atrás dos cérebros das crianças, tendo que batalhar seu "Jack, o Estripador" interior no processo. Apesar de conseguir derrotar a Desperado, Raiden descobre que o senador Steven Armstrong estava usando as empresas militares privadas para distrai-lo enquanto tenta criar uma nova "Guerra ao Terror". Ele consegue impedir Armstrong e decide não voltar para a Maverick, tendo sua "própria guerra para lutar".

Outras aparições[editar | editar código-fonte]

Apesar de Raiden não aparecer em Metal Gear Solid 3: Snake Eater, seu personagem foi sujeito a uma paródia na forma do personagem Major Raikov.[10] Ele também apareceu em um trailer promocional de Guns of the Patriots, lutando pelo controle da franquia com Solid Snake em uma série de cenas cômicas. Uma sequência para o trailer foi produzida na forma de "Metal Gear Raiden: Snake Eraser", em que o personagem viaja para o passado a fim de matar Big Boss, porém falha de maneira cômica.[50] Na versão em inglês do trailer, Raiden é dublado por Charlie Schlatter (dublador de Raikov) ao invés de Quinton Flynn. Sua versão de Sons of Liberty aparece no pacote de expansão Metal Gear Solid: Portable Ops Plus.[51] Sua encarnação de Metal Gear Solid 4 aparece como personagem jogável em Metal Gear Online.[52]

Em Metal Gear Solid V: Ground Zeroes, Raiden aparece em uma missão secundária chamada "Jamais Vu". Tendo viajado para o passado, ele se infiltra no Campo Ômega para auxiliar a Militaires Sans Frontières. Sua objetivo é incapacitar um grupo de soldados conhecidos como "invasores de corpos" (uma referência aos replicadores andróides do jogo Snatcher, uma das obras anteriores de Kojima).[53] Sua aparência é modelada a partir de seu desenho em Metal Gear Rising.

A adaptação em história em quadrinhos de Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty por Alex Garner reconta o papel de Raiden na série, com algumas mudanças em sua história. É explorada sua relação com Solidus Snake quando ele se lembra de seu passado; quando está prestes a ser morto por Solidus, ele é salvo por Snake.[54] A romantização do jogo por Raymond Benson tem pequenas modificações na história do personagem, exceto pelo momento em que recebe a espada de Olga, resultando em uma mudança na sua psique de batalha. Quando Raiden mata Solidus, ele corta a corda do mastro da bandeira no Federal Hall fazendo com que a bandeira americana cai sobre o corpo de seu inimigo. Essa cena foi deletada do jogo devido aos ataques de 11 de setembro de 2001.[55]

Fora da série Metal Gear, Raiden aparece no jogo LittleBigPlanet como um adesivo e também como um personagem jogável. Ele fica disponível ao comprar o conteúdo para download de Guns of the Patriots.[56] Ele é um dos personagens desbloqueáveis no jogo Evolution Skateboarding.[57] Raiden também apareceu em Super Smash Bros. Brawl como adesivo colecionável e em Assassin's Creed: Brotherhood como uma pele alternatva do protagonista Ezio Auditore da Firenze.[58] Ele é um dos personagens jogáveis de PlayStation All-Stars Battle Royale usando sua aparência de Revengeance.[59]

Repercussão[editar | editar código-fonte]

Crítica[editar | editar código-fonte]

A aparência de Raiden em Metal Gear Rising: Revengeance foi elogiada, ao contrários das opiniões mistas sobre sua estreia.

A substituição do popular Solid Snake por Raiden em Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty foi controversa, com a GamesRadar considerando o evento um motivo para deixar de gostar da série como um todo.[60] O mesmo veículo criticou o papel do personagem no jogo, chamando sua inclusão de um dos piores aspectos do título.[61] [62] A GameAxis Unwired publicou em 2004 uma falsa entrevista com Hideo Kojima em que ele expressava arrependimento por ter criado Raiden.[63] Marissa Meli da UGO Networks chamou Metal Gear Solid 2 de uma das maiores decepções na história dos jogos eletrônicos, citando a estreia do personagem como um dos principais problemas.[64] Ela também comentou a aparência de Raiden, colocando-o na 12ª posição em sua lista dos personagens mais andrógenos dos jogos.[65] O livro Playing with Videogames afirma que a inclusão de Raiden era para surpreender fãs da série Metal Gear que, ao invés de jogarem com Solid Snake, jogaram com seu oposto. O autor James Newman comenta que as reações dos fãs foram muito negativas, achando que suas expectativas haviam sido "traídas" por Kojima. Ele compara o personagem com o controverso Jar Jar Binks da série Star Wars. Os trailers cômicos de Metal Gear Solid 3: Snake Eater foram considerados por Newman como uma resposta da Konami a desaprovação dos fãs.[66] Raiden foi mais popular no Japão, com Yoji Shinkawa comentando que isso se deu porque ele combinava com o esteriótipo do heroi de mangá.[67]

Mesmo assim, Tom Bramwell da Eurogamer gostou do papel de Raiden, comentando que suas interações com outros personagens ajudou no desenvolvimento de Solid Snake.[68] Sua introdução ganhou o prêmio de "Maior Surpresa" pela GameSpot em 2001,[69] enquanto Dave Meikleham da GamesRadar listou sua aparição como uma das maiores reviravoltas nos jogos eletrônicos já que os trailers não o mostravam. Ele também disse que Raiden foi um "personagem surpreendentemente simpático" e achou interessante sua dinâmica com Snake.[70] Antes da entrar na Kojima Productions, Ryan Payton afirmou que não havia se desapontado com a introdução do personagem, ligando ao fato da equipe de Sons of Liberty ter mantido em segredo sua identidade.[71] Quinton Flynn, dublador em inglês de Raiden, foi surpreendido pela resposa dos fãs ao personagem, porém comentou que que isso também atraiu novos fãs para a série. Sobre a substituição de personagens principais, Flynn achou que todos estavam bravos pela ideia de Raiden substituir Snake em todos os jogos subsequentes.[29] A relação do personagem com Rosemary foi listada como a parte mais enbaraçosa na franquia pela 1UP.com, com Scott Sharkey especulando sobre a vida de Kojima já que o diretor afirmou que essa parte era autobiográfica.[72] Nick Jones da revista Play listou a cena de Raiden nu como seu quarto momento favorito da série, chamando-a de "um dos momentos mais engraçados da história dos jogos".[73] Lisa Foiles do The Escapist o colocou em sua lista dos cinco melhores manejadores de katana dos jogos eletrônicos, dizendo que "isto não é um concurso de popularidade e Raiden se qualifica" mesmo em Metal Gear Solid 2 onde "ele é chorão, um emo e meio que um babaca".[74]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Hurley, Leon (22 de novembro de 2012). Metal Gear Rising main cyborgs explained – alliances, weapons and abilities Official UK PlayStation Magazine. Visitado em 7 de dezembro de 2014.
  2. Keighley, Geoff. The Final Hours of Metal Gear Solid 2. Visitado em 7 de dezembro de 2014. Cópia arquivada em 3 de janeiro de 2006.
  3. Ashcraft, brian (27 de setembro de 2011). What Osama bin Laden and Metal Gear Solid Have in Common kotaku. Visitado em 7 de dezembro de 2014.
  4. Leone, Matt (21 de novembro de 2011). How Japan's Earthquake Changed its Developers 1UP.com. Visitado em 7 de dezembro de 2014.
  5. a b c d Kojima Productions. "The Document of Metal Gear Solid 2". Konami. Level/area: Making of Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty
  6. Howell, James; Payton, Ryan (20 de março de 2008). The Kojima Productions Report Session 084 Hideoblog. Visitado em 7 de dezembro de 2014.
  7. Kojima Productions. "Metal Gear Solid 3: Subsistence". Konami. Level/area: Metal Gear Saga Vol. 1.
  8. Yoji Shinkawa Interview: Segment 3 Konami. Visitado em 7 de dezembro de 2014.
  9. Kojima Productions. "The Document of Metal Gear Solid 2". Konami.
  10. a b Saving Private Raiden 1UP.com. Visitado em 7 de dezembro de 2014. Cópia arquivada em 16 de janeiro de 2013.
  11. Payton, Ryan. The KP Report Session 027 Kojima Productions Report. Visitado em 7 de dezembro de 2014.
  12. Schirado, Tyler (5 de janeiro de 2012). Hideo Kojima Talks Killing Snake, Project Ogre, Metal Gear Rising & More! GameRant. Visitado em 7 de dezembro de 2014.
  13. a b Making of Metal Gear Solid 4. Konami Digital Entertainment GmbH. 2008.
  14. Yin-Poole, Wesley (13 de setembro de 2010). Metal Gear Solid: Rising Eurogamer. Visitado em 7 de dezembro de 2014.
  15. a b Totilo, Stephen (16 de junho de 2010). Konami E3 Liveblog Is Right Here, Hopefully With Lightning And Whips Kotaku. Visitado em 7 de dezembro de 2014.
  16. Gaston, Martin (25 de agosto de 2010). Metal Gear Rising: Revengeance Preview Videogamer. Visitado em 7 de dezembro de 2014.
  17. McWhertor, Michael (29 de janeiro de 2010). Metal Gear Solid: Rising's Raiden Has Changed Kotaku. Visitado em 7 de dezembro de 2014.
  18. E3 2012: Platinum details Metal Gear Rising: Revengeance Edge (1 de junho de 2012). Visitado em 7 de dezembro de 2014.
  19. Metal Gear Rising: Revengeance The Complete Official Guide. [S.l.]: Piggyback, 2013. ISBN 978-0307897169.
  20. Kojima Productions Podcast Session 153 Hideoblog (26 de janeiro de 2012). Visitado em 7 de dezembro de 2014.
  21. Konami Computer Entertainment Japan. Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty. "Coronel: Your new Sneaking suit uses electrofiber technology, a by-product of fiber-optics research. The texture isn't far removed from rubber but the material protects against a wide range of toxic substances. The suit itself has a wide array of built-in sensors. It is referred to as "Smart Skin" in military R&D. Data about damage to different regions of the body, including blood loss, is exchanged between the suit and the intravenous nanomachines to create a bio-feedback system. [...] They call this the "Skull Suit" in FOXHOUND."
  22. Kojima Productions. Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots. "Naomi Hunter: That's right. Raiden's blood is an older type of artificial blood that was used by the military... Called white blood. After it's been in use for a while, the blood needs to be dialyzed... Filtered. Right now, he's slipping into autotoxemia."
  23. Konami Computer Entertainment Japan. Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty. "Solid Snake: Olga asked me to give it to you. Besides, I'm not a big fan of blades."
  24. Konami Computer Entertainment Japan. Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty. "Raiden: No, it was field training, when I was a kid. I lied, Snake. I have more field experience than I can remember. It's not VR that's doing this to me. / Solid Snake: Raiden, we don't carry guns to take people down. We're not here to help some politician either. / Raiden: You can say that because you're a legend, a hero. I'm Jack the Ripper, a dirty reminder -- of a terrible mistake."
  25. a b c Kojima Productions. Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots. "Rosemary: After the Big Shell Incident, he became unstable. Memories began to resurface from his childhood, when he fought for Solidus in the Liberian Civil War. And in the midst of all that... The baby we had together... It hadn't even been born yet. Jack slowly stopped coming home. And when he did, he'd be dead drunk, sometimes covered in cuts and bruises."
  26. a b Kojima Productions. Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots. "Raiden: I've got nothing to lose. / Solid Snake: Don't be an idiot. You know you've got someone to protect. / Raiden: It was never going to work out for me. It even "rained" the day I was born."
  27. Konami Computer Entertainment Japan. Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty. "Solid Snake: Listen, don't obsess over words so much. Find the meaning behind the words, then decide. You can find your own name. And your own future... [...] I know you didn't have much in terms of choices this time. But everything you felt, thought about during this mission is yours. And what you decide to do with them is your choice... / Raiden: You mean start over? / Solid Snake: Yeah, a clean slate. A new name, new memories. Choose your own legacy. It's for you to decide. It's up to you."
  28. 堀内 賢雄 Kenyu Office. Visitado em 8 de dezembro de 2014.
  29. a b Willoughby, Shane (21 de maio de 2011). Raiden Speaks! An Interview With Quinton Flynn The Gaming Liberty. Visitado em 8 de dezembro de 2014.
  30. CVG News (22 de fevereiro de 2013). Visitado em 8 de dezembro de 2014.
  31. Konami Computer Entertainment Japan. Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty. "Coronel: Just a precaution. You are now designated 'Raiden.' All right, Raiden. You've already covered infiltration in VR Training. / Raiden: I've completed three hundred missions in VR. I feel like some kind of legendary mercenary..."
  32. Konami Computer Entertainment Japan. Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty. "Rosemary: Jack, I'm a part of this mission. / Raiden: Colonel, what the hell is going on? / Coronel: Raiden, meet the mission analyst. She'll be overseeing the data saving and support."
  33. Kojima Productions. Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty. "Coronel: You have two missions objectives. One: infiltrate the offshore decontamination facility "Big Shell" and safeguard the President and other hostages. And two: disarm the terrorists by any means necessary."
  34. Konami Computer Entertainment Japan. Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty. "Olga: I was sent to provide you support. / Raiden: Support? Who sent you? The Colonel? / Olga: No... the Patriots. [...] My child is... being held hostage by the Patriots."
  35. Konami Computer Entertainment Japan. Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty. "Raiden: Are you two really an NGO? / Otacon: Insofar as we're a nonprofit organization of civilians advocating a cause, yes. The cause happens to be the eradication of Metal Gear. / Solid Snake: We work on our own. But it's a cause worth fighting for."
  36. Kojima Productions. Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty. "Solidus Snake: The eighties... the civil war. You were one of the best among the child soldiers that fought in that conflict. When you were barely ten years old, you became the leader of the small boys unit. [...] I was your godfather, I named you."
  37. Konami Computer Entertainment Japan. Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty. "Raiden: When the civil war ended, those of us who survived were taken in by NGO's. They gave me a new life in the States. I can't complain. But nothing's changed. [...] What I hate more than anything else in the world is my own past."
  38. Konami Computer Entertainment Japan. Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty. "Otacon: I think it means -- you've been talking to an AI. / Raiden: That's impossible! / Otacon: The Colonel probably isn't GW per se. GW was most likely stimulating cortical activity in the dormant part of your brain through signal manipulation of your own nanomachines. The Colonel is in part your own creation, cobbled together from expectations and experience..."
  39. Kojima Productions. Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty. "Emma: GW is a system that allows the Patriots to decide what will be recorded in tomorrow's history."
  40. Konami Computer Entertainment Japan. Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty. "Rosemary: No, it's something else. That day at Federal Hall two years ago -- it wasn't a coincidence. I was ordered to keep an eye on you... / Raiden: Keep an eye on me? / Rosemary: Yes -- by the Patriots. / Raiden: You're a spy. [...] / Rosemary: Jack, I thought I was acting, because that was my job. But I did fall in love with you, that wasn't an act."
  41. Konami Computer Entertainment Japan. Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty. "Coronel: It's time for the final exercise. Raiden, take Solidus down. / Raiden: Think again! I'm through doing what I'm told! / Coronel: Oh really? Aren't you forgetting something? 'If you die, my child dies.' The termination of vital signals from your nanomachines means the death of Olga's child. Not to mention the death of Rose. She's wired the same way. / Raiden: Rose -- does she actually exist? / Coronel: (usando a voz de Rosemary) Of course I do, Jack! You have to beLIEve me! / Raiden: Damn... / Coronel: It will be a fight to the death."
  42. Konami Computer Entertainment Japan. Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty. "Raiden: Of course. This is where we first met... I remember now -- Today is the day I met you. That's it. I think I found something to pass along to the future. He said all living things want their genes to live on. / Rosemary: Are you talking about the baby? / Raiden: Yeah. But genes aren't the only thing you pass on. There are too many things that aren't written into our DNA. It's up to us to teach that to our children."
  43. Kojima Productions. Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots. "Solid Snake: Jack's gone? I used to work with the guy. He saved Sunny from the Patriots. / Roy Campbell: He disappeared soon after that."
  44. Kojima Productions. Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots. "Solid Snake: Raiden, where have you been all this time? What have you been doing? Finding what? / Raiden: The corpse of Big Boss. / Solid Snake: What? / Raiden: I was asked to do this in exchange for Sunny's location. / Solid Snake: Matka Pluku... Big Mama."
  45. Kojima Productions. "Metal Gear Solid 4 Database". Konami. Level/area: Raiden
  46. Kojima Productions. Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots. "Solid Snake: It's my duty to put an end to all of this. / Raiden: All right. I'll make sure they don't get through. / Otacon: Stay with me, Snake. Hold on until we insert the virus."
  47. Kojima Productions. Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots. "Raiden: You said miscarriage.... / Rosemary: I lied. I had a healthy baby boy. Roy pretended to by my husband... To protect me... And our son. Only until you'd completed your mission. To shield us from Patriot eyes. [...] / Raiden: I'll never leave you alone again. Like a scene from Beauty and the Beast. / Rosemary: Don't say that. You're no beast. You're my husband. And his father. And me... I'm going to do my very best... To be the wife and mother this family deserves."
  48. Official E3 Preview of Metal Gear Rising: Revengeance G4TV (4 de junho de 2012). Visitado em 9 de dezembro de 2014.
  49. Konami Computer Entertainment Japan. Metal Gear Rising: Revengeance. "Raiden: But that room... Those were cyborg brains casings. / Boris: Da. We Saw. / Raiden: George said they were harvesting organs from kids. / Boris: Yes, this must be why they are trafficking children. Perhaps other organs are being sold elsewhere, but they are definitly taking the brains. / Raiden: Jesus... Are they making these kids into cyborgs?"
  50. Niizumi, Hirohiko (18 de setembro de 2005). TGS 2005: Metal Gear Raiden: Snake Eraser Gamespot. Visitado em 13 de dezembro de 2014.
  51. Pigna, Kris (17 de outubro de 2007). MGS: Portable Ops Plus Dated Nov. 13 for US 1UP.com. Visitado em 13 de dezembro de 2014.
  52. Gifford, Kevin (18 de fevereiro de 2009). Metal Gear Online adds Raiden, Vamp 1UP.com. Visitado em 13 de dezembro de 2014.
  53. Kojima Productions. Metal Gear Solid V: Ground Zeroes. "Kazuhira Miller: But we've [MSF] got a secret weapon. A man [Raiden] from another world. A dark and distant future. A man turned into a war-machine with no human body for those bastards [invasores de corpos] to snatch".
  54. Garner, Alex; Wood, Ashley. Metal Gear Solid: Sons Of Liberty Volume 2. [S.l.]: IDW Publishing, 2007. ISBN 978-1-60010-111-3.
  55. Benson, Raymond. Metal Gear Solid 2 – The Novel: Sons of Liberty. [S.l.]: Del Rey, 2009. ISBN 978-0-345-50343-5.
  56. Torres, Ricardo (19 de dezembro de 2008). Little Big Planet Update: Metal Gear Solid 4 Pack Impressions GameSpot. Visitado em 14 de dezembro de 2013.
  57. Evolution Skateboarding Hints & Cheats. Visitado em 14 de dezembro de 2014.
  58. Ivan, Tom. Unlock Raiden in Assassin's Creed: Brotherhood Computer and Video Games. Visitado em 14 de dezembro de 2014.
  59. Phillips, Tom (30 de julho de 2010). PlayStation All-Stars Battle Royale leak outs characters, stages Eurogamer. Visitado em 14 de dezembro de 2014.
  60. Reparaz, Mikael (26 de abril de 2011). 5 reasons to hate Metal Gear Solid GamesRadar. Visitado em 14 de dezembro de 2014.
  61. Meikleham, Dave (25 de março de 2010). Shit characters who almost ruined their great games GamesRadar. Visitado em 14 de dezembro de 2014.
  62. Meikleham, Dave (10 de dezembro de 2009). Gaming’s most bizarre decisions GamesRadar. Visitado em 14 de dezembro de 2014.
  63. Santos, Shoeless Wayne. (setembro de 2004). "The News That Never Was". GameAxis Unwired (7) p. 4. ISSN 0219-872X.
  64. Meli, Marissa (3 de junho de 2011). Trolled: The Biggest Disappointments in Video Games UGO Networks. Visitado em 14 de dezembro de 2014.
  65. Meli, Marissa (26 de janeiro de 2011). He or She? The Most Androgynous Video Game Characters UGO Networks. Visitado em 14 de dezembro de 2014.
  66. Newman, James. Playing with Videogames. [S.l.]: Taylor & Francis, 2008. pp. 39–40. ISBN 0-415-38523-7.
  67. Cook, Dave (23 de abril de 2013). The art of Metal Gear: Yoji Shinkawa’s visual legacy VG247. Visitado em 14 de dezembro de 2014.
  68. Bramwell, Tom (13 de junho de 2002). Metal Gear Solid 2 : Sons of Liberty Eurogamer. Visitado em 14 de dezembro de 2014.
  69. Biggest Surprise GameSpot (2001). Visitado em 14 de dezembro de 2014.
  70. Meikleham, Dave (15 de novembro de 2010). The Top 7... Games with mega plot twists you never saw coming GamesRadar. Visitado em 14 de dezembro de 2014.
  71. Berghammer, Billy. Kojima Productions' Ryan Payton 1UP.com. Visitado em 14 de dezembro de 2014.
  72. Sharkey, Scott (3 de junho de 2011). Metal Gear's Top 5 Awkward Moments 1UP.com. Visitado em 14 de dezembro de 2014.
  73. Jones, Nick (16 de junho de 2008). Metal Gear Solid – My Top Five Moments Play. Visitado em 14 de dezembro de 2014.
  74. Foiles, Lisa (13 de maio de 2014). Top 5 Katana Wielders The Escapist. Visitado em 14 de dezembro de 2014.