Raising Helen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Raising Helen
A educação de Helen (PT)
Um presente para Helen (BR)
 Estados Unidos
2004 • cor • 119 min 
Direção Garry Marshall
Produção Ashok Amritraj
David Hoberman
Roteiro Patrick J. Clifton
Beth Rigazio
(história)
Jack Amiel
Michael Begler
(roteiro)
Elenco Kate Hudson
John Corbett
Joan Cusack
Hayden Panettiere
Spencer Breslin
Abigail Breslin
Helen Mirren
Felicity Huffman
Gênero comédia romântica
comédia dramática
Idioma inglês
Estúdio Touchstone Pictures
Beacon Pictures
Hyde Park Entertainment
Mandeville Films
Distribuição Buena Vista Pictures
Lançamento Estados Unidos 1 de maio de 2004 (Festival de TriBeCa) (premiere)
Portugal 24 de junho de 2004
Brasil 27 de agosto de 2004
Orçamento US$ 50 milhões[1]
Receita US$ 49,718,61[2]
Página no IMDb (em inglês)

Raising Helen (no Brasil, Um presente para Helen e em Portugal, A educação de Helen) é um filme americano de 2004 dos gêneros comédia romântica e comédia dramática, dirigido por Garry Marshall e escrito por Jack Amiel e Michael Begler. É apresentado por Kate Hudson, Joan Cusack, Hayden Panettiere, John Corbett, Helen Mirren, Abigail Breslin, e seu irmão Spencer. Arrecadou $37,486,138 na bilheteria doméstica.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Raising Helen gira em torno de Helen Harris, que tem uma carreira bem sucedida de moda e um estilo decente de vida em Manhattan, termos que usa como razão por ser bastante ocupada. Os dias de socialite de Helen duram pouco, quando ela é informada sobre não apenas a morte da irmã, mas a decisão dela deixar os seus três filhos por sua conta. Começando com seu apartamento em Nova York, que era muito pequeno para Audrey de 15 anos, Henry de 10 anos e Sarah de 5 anos, e assim se mudou para um lugar próximo da casa de sua família. Convencida de que poderia manter os sobrinhos e o trabalho, é rapidamente desmotivada pela falta de fé de sua outra irmã mais velha. Apesar de seus inúmeros compromissos, ela consegue um tempo para se acostumar com um novo emprego e também começa a sentir uma atração pelo diretor e pastor luterano da escola das crianças. Eventualmente, Helen percebe que não pode viver com as duas vidas, e precisa se decidir: Vive seu sonho ou toma uma nova atitude?

Elenco[editar | editar código-fonte]

Kate Hudson, protagonista de Raising Helen.

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Raising Helen tem recepção geralmente desfavorável por parte da crítica especializada. Com tomatometer de 23% em base de 128 críticas, o Rotten Tomatoes publicou um consenso: "Tão superficial e estereotipada como uma comédia". Tem 61% de aprovação, por parte da audiência, usada para calcular a recepção do público a partir de votos dos usuários do site.[4]

Referências

  1. http://www.the-numbers.com/movies/2004/HELEN.php
  2. http://www.boxofficemojo.com/movies/?id=raisinghelen.htm
  3. Raising Helen (em português). InterFilmes. Página visitada em 26 de março de 2014.
  4. Raising Helen (em inglês). Rotten Tomatoes. Página visitada em 26 de março de 2014.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]