Ranuccio II Farnésio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rainúncio II Farnésio
Duque de Parma e Piacenza
Duque de Castro
Ranuccio Second Farnese.jpg
Ranuccio II
Governo
Consorte Margarida Iolanda de Sabóia
Isabel d'Este
Maria d'Este
Casa Real Casa Ducal de Parma
Dinastia Farnésio
Vida
Nascimento 17 de Setembro de 1630
Parma, Flag of the Duchy of Parma.svg Ducado de Parma e Piacenza
Morte 11 de dezembro de 1694 (64 anos)
Parma, Flag of the Duchy of Parma.svg Ducado de Parma e Piacenza
Filhos Margarida Maria Farnésio de Módena
Eduardo, Príncipe herdeiro de Parma
Francisco, Duque de Parma
António de Parma
Pai Eduardo I Farnésio
Mãe Margarida de Médici

Ranuccio II Farnésio (17 de Setembro de 1630 – 11 de Dezembro de 1694), também chamado em português Rainúncio II Farnésio, foi o sexto Duque de Parma e Piacenza de 1646 até à sua morte quase 50 anos mais tarde. Foi também Duque de Castro de 1646 a 1649.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascimento e Sucessão[editar | editar código-fonte]

Ranuccio era o filho mais velho de Eduardo I Farnésio (Odoardo I Farnese), o quinto duque soberano de Parma, e da sua esposa toscana, Margarida de Médicis. Após a súbita morte de seu pai, Ranuccio sucede-lhe no trono ducal. Como na altura ainda não tinha atingido a menoridade, governou os dois primeiros anos sob a regência de seu tio, Francisco Maria Farnésio (Francesco Maria Farnese), e de sua mãe.

Ranuccio pertencia à Casa de Farnésio, fundada pelo Papa Paulo III, anteriormente Alexandre Farnésio (Alessandro Farnese). Os Farnésio governavam o ducado de Parma e Piacenza desde que o ducado fora atribuído a Pedro Luís Farnésio (Pier Luigi Farnese), filho ilegítimo do Papa Paulo III. Pedro Luís foi também Duque de Castro, outro feudo atribuído por seu pai.

Conflitos com o Papado[editar | editar código-fonte]

Papa Inocêncio X, conquistador e destruidor de Castro.

Durante o reinado de Eduardo I, o ducado, em decadência, vê-se envolvido nas Guerras de Castro, pela posse do ducado do mesmo nome, um feudo dos Farnésio sob suzerania Papal, na fronteira dos Estados Pontifícios com a Toscana, e que o poderoso Papa Urbano VIII, da família Barberini, estava ansioso por adquirir. A desculpa encontrada foi a impossibilidade de Eduardo I Farnésio pagar os seus credores, de quem tinha importantes dívidas. O Papa respondeu ao pedido de ajuda dos credores e Castro foi ocupada. Contudo, a primeira guerra acabou com uma derrota papal.

Rainúncio recusou-se a assumir as dívidas contraídas por seu pai, apesar deste ter assinado um tratado de paz acordando no seu pagamento. Ele também recusou a reconhecer o novo Bispo de Castro, nomeado pelo sucessor de Urbano VIII, Inocêncio X. Em 1649, o novo Bispo, o Cardeal Cristoforo Giarda, foi assassinado no seu percurso para Castro. O Papa acusou Rainúncio II do assassinato e, em retaliação, forças papais cercaram Castro, conquistando e arrasando a cidade. Em Agosto desse ano tropas Parmesãs foram esmagadas próximo de Bolonha, e Rainúncio continuou sem meios para recuperar o seu feudo, apesar das tentativas de aquisição através de somas monetárias.

Em 1672 Rainúncio adquiriu a Gianandrea Doria Landi o principado de Bardi e Compiano, dando ao ducado de Parma a sua dimensão final.

Nos últimos dias do seu reinado, o Ducado sofreu com a forte presença das tropas imperiais, que combatiam na disputa entre Vítor Amadeu II de Saboia e a França.

Família[editar | editar código-fonte]

Margarida Iolanda de Sabóia, primeira consorte de Ranuccio II.

Rainúncio II casou três vezes:

Primeiras núpcias - Em 29 de Abril de 1660, Ranuccio casou com Margarida Iolanda de Sabóia (15 de Novembro de 1635 - 29 de Abril de 1663), filha de Vítor Amadeu I de Saboia e Cristina Maria de França, de quem teve dois filhos:

  1. X Farnésio, menina (14 de Dezembro de 1661 - 14 de Dezembro de 1661)
  2. X Farnésio, menino (27 de Abril de 1663 - 28 de Abril de 1663)

Segundas núpcias – Em 18 de Fevereiro de 1664, casou com Isabel d'Este, (3 de Outubro de 1635 - 17 de Agosto de 1666), filha de Francisco I de Módena, sua prima, de quem teve três filhos:

  1. Margarida Maria Farnésio (24 de Novembro de 1664 - 17 de Junho de 1718) que casou com Francisco II de Módena, sem geração;
  2. Teresa Farnésio (10 de Outubro de 1665 - 9 de Novembro de 1702), freira
  3. Eduardo (II) Farnésio, (12 de Agosto de 1666 - 6 de Setembro de 1693), príncipe herdeiro, casou com Doroteia Sofia de Neuburgo, pais de Isabel Farnésio.

Terceiras núpcias – Em 1 de Outubro de 1668 casou com Maria d'Este, (8 de Dezembro de 1644 - 20 de Agosto de 1684), irmã da sua segunda mulher, de quem teve nove filhos:

  1. Isabel Francisca Maria Lúcia (14 de Dezembro de 1668 - 9 de Julho de 1718), freira;
  2. Vitória Maria Francisca Farnésio (24 December 1669 - 15 September 1671);
  3. X Farnésio, menino (24 de Junho de 1671 - 28 de Junho de 1671);
  4. Vitória Farnésio (19 de Novembro 1672 - 19 de Novembro 1672);
  5. Catarina Farnésio (19 de Novembro 1672 - 19 de Novembro 1672);
  6. X Farnésio, menino (26 de Dezembro de 1674 - 26 de Dezembro de 1674);
  7. Leonor Farnésio (1 de Setembro 1675 - 3 de Novembro de 1675);
  8. Francisco Farnésio (19 de Maio de 1678 - 26 de Fevereiro de 1727), Duque de Parma, casou com Doroteia Sofia de Neuburgo (viúva de seu irmão), sem geração;
  9. António Farnésio (29 de Novembro de 1679 - 20 de Janeiro de 1731), Duque de Parma, casou com Henriqueta d'Este, sem geração.

Ascendência[editar | editar código-fonte]

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
16. Octávio Farnésio de Parma
 
 
 
 
 
 
 
8. Alexandre Farnésio de Parma e Placência
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
17. Margaret of Austria
 
 
 
 
 
 
 
4. Rainúncio I Farnésio
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
18. Duarte de Portugal, 4.º Duque de Guimarães
 
 
 
 
 
 
 
9. Infanta Maria de Guimarães
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
19. Isabel de Bragança
 
 
 
 
 
 
 
2. Eduardo I Farnésio
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
20. Giorgio Aldobrandini
 
 
 
 
 
 
 
10. Giovanni Francesco Aldobrandini, Príncipe de Carpineto
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
21. Margherita Dal Corno
 
 
 
 
 
 
 
5. Margarida Aldobrandini
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
22. Pietro Aldobrandini
 
 
 
 
 
 
 
11. Olímpia Aldobrandini, Princesa Campinelli
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
23. Flaminia Ferracci
 
 
 
 
 
 
 
1. Rainúncio II Farnésio
Duque de Parma e Piacenza
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
24. Cosme I de Médici, Grão Duque de Toscana
 
 
 
 
 
 
 
12. Fernando I de Médici, Grão Duque da Toscana
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
25. Leonor de Toledo
 
 
 
 
 
 
 
6. Cosme II de Médici, Grão Duque da Toscana
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
26. Carlos III da Lorena
 
 
 
 
 
 
 
13. Cristina de Lorena
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
27. Cláudia de Valois
 
 
 
 
 
 
 
3. Margarida de Médici
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
28. Fernando I, Imperador Romano-Germânico
 
 
 
 
 
 
 
14. Carlos, Arquiduque de Áustria
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
29. Ana da Boêmia e Hungria
 
 
 
 
 
 
 
7. Maria Madalena de Áustria
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
30. Alberto V da Baviera
 
 
 
 
 
 
 
15. Maria Ana da Baviera
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
31. Ana de Áustria
 
 
 
 
 
 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bibliografia/Fontes[editar | editar código-fonte]

  • "Italian Dynasties" de Edward Burman, Butler & Tanner Limited, primeira edição 1989, ISBN 1-85336-005-8
  • "Dynasties of the World" de John E. Morby, Oxford University Press, primeira edição 1989, ISBN 0-19-860473-4
Precedido por
Eduardo I
Duque de Parma e Piacenza
1646 - 1694
Armoiries Parme 1592.svg
Sucedido por
Francisco I
Precedido por
Eduardo I
Duque de Castro
1646 - 1649
Sucedido por
integrado nos Estados Pontifícios

Referências