Ray Stantz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Ray Stantz
Placeholder male superhero c.png

Dados da publicação
Publicado por Columbia Pictures
DIC Entertainment
88MPH Studios
Primeira aparição filme Ghostbusters
Criado por Harold Ramis
Dan Aykroyd
Terra natal Estados Unidos Bronx
Afiliações Caça-Fantasmas
Universidade de Columbia
Ocupação cientista, ex-pesquisador da Universidade de Columbia e caça-fantasma
Parceria Egon Spengler
Peter Venkman
Winston Zeddemore
Base de operações Nova York
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Raymond "Ray" Stantz, é um personagem fictício da franquia Ghostbusters. Ray é um cientista doutorado presente nos filmes Ghostbusters, Ghostbusters II e Gasparzinho (em todas interpretadas por Dan Aykroyd), nas séries animadas The Real Ghostbusters e Extreme Ghostbusters (em apenas um episódio), na série de história em quadrinhos Ghostbusters: Legion e em vários jogos de videogames da franquia.

Ray faleceu no dia 02/11/1995, na antiga casa 63, ainda não descobriram a causa de sua morte.

Ele é um dos três doutores parapsicologistas dos Caça-Fantasmas ao lado do Dr. Peter Venkman e do Dr. Egon Spengler.

Personagem[editar | editar código-fonte]

Considerado o "coração" dos caça-fantasmas pelos outros membros do grupo, Ray é especialista em história da paranormalidade e metalúrgico. Sua principal característica é a forma entusiasmada, quase infantil, com que leva seu emprego e sua aceitação com fatos paranormais. Da mesma forma com que ele mostra ceticismo com o Cristianismo, é um profundo conhecedor da Bíblia e outros incontáveis livros sobre assuntos específicos e, em especial, sobre o fim dos tempos. Também é conhecido pela sua facilidade com que explana sobre assuntos técnicos e científicos da paranormalidade. Ray, ao lado de Egon, é o responsável pelas primeiras teorias que formariam a base dos caça-fantasmas e também pelo projeto e construção dos equipamentos usados pelo time, em especial a armadilha e o receptáculo ectoplasmático.

The Real Ghostbusters[editar | editar código-fonte]

Na série animada, Ray possui um visual que lembra vagamente ao ator Dan Aykroyd (seu criador e intérprete no filme). Gordinho, sempre alegre e entusiasmado, usa uniforme bege e parece ser o mais próximo de Geléia.

Ele tem uma família muito grande (descende de nacionalidades diversas vindas da Suíça, Escócia e Rússia), incluindo sua tia Lois (que aparece no episódio "The Spirit of Aunt Lois" - "O Espírito da Tia Lois") e de seu tio Andrew MacMillan de Dunkeld, Escócia (mencionado no episódio "Bustman's Holiday").

Nascido no Bronx (Nova York), segundo o episódio "Citizen Ghost" ("Cidadãos Fantasmas"), cresceu em uma pequena cidade do interior do Estado de Nova York chamada Morrisville, conforme aparece no episódio "Look Homeward Ray" ("Veja Sua Terra Natal, Ray"). Nesse mesmo episódio, é revelado que sua paixão de infância era uma morena chamada Elaine.

Nas temporadas da série, Ray aparece como piloto. No episódio "You Can´t Take It With You" ("Você Não Pode Levar Isso com Você"), é mencionado que ele teve aulas sobre vôo em 1976.

Extreme Ghostbusters[editar | editar código-fonte]

Ray aparece somente no último episódio da série, divido em duas partes. Após o encerramento das atividades dos Caça-fantasmas, ele consegue um emprego na Universidade de Columbia. Após um "pequeno contratempo", seguido de uma explosão, ele é demitido e consegue emprego em uma companhia de carros usados chamada Perpetual Motors.

Ghostbusters: Legion[editar | editar código-fonte]

Nessa mini-série em quadrinhos, Ray parece ser o único que se "doa de coração" em nome dos caça-fantasmas, sempre mostrando vontade e entusiasmos. Porém, com os acontecimentos durante a série, ele fica desiludido com alguns acontecimentos e consigo mesmo e toma uma posição menos emocional e mais científica.

Videogames e Outras Participações[editar | editar código-fonte]

Nos vários jogos lançados sobre a franquia, sempre o personagem é baseado no personagem dos filmes, interpretado por Dan Aykroyd, com características semelhantes.

Dan Aykroyd também fez algumas participações inusitadas trajado de Ray Stantz em alguns programas televisivos. No filme Gasparzinho (1995) ele participou também trajado dessa forma, porém sem mencionar o personagem.

Citações[editar | editar código-fonte]

  • Ray: "Eu tenho um plano. Sei precisamente o que fazer. Vamos chegar perto. Mais perto. Faça o que eu disser. Pronto... pronto... peguem ela!"

Fantasmas da Biblioteca: "Ahhhhhhhhhhhhhh!" (Ghostbusters de 1984)

  • "Hey, esse poste dos bombeiros ainda funciona?" (Ghostbusters de 1984)
  • (para o lambusado Peter): "Isso é fantástico! Você teve contato físico de verdade! Você está bem?" (Ghostbusters de 1984)
  • "Gozer, o 'Gozeriano', boa noite. Eu represento a cidade, no condado e estado de Nova York e ordeno que cesse agora mesmo toda e qualquer atividade sobrenatural e retorne para o seu lugar de origem ou qualquer dimensão paralela mais próxima" (Ghostbusters de 1984)
  • (antes de cruzarem os raios): "Foi um prazer trabalhar com você, Dr. Venkman". (Ghostbusters de 1984)
  • "Estou sempre feliz pra ajudar. E abraçar!" (Ghostbusters II de 1989)
  • Ray (sobre a gosma que reage a emoções): "Bem, nós podemos cantar pra isso, falar com isso, e dar suporte, nutrindo essa coisa..."

Peter: "Você não está dormindo com essa coisa também, está Ray?" (Ghostbusters II de 1989)

  • "Eu sei, Peter tem razão. Nós precisamos te dar um nome. Só para irritar o Peter, vamos chamá-lo de... Geléia!" (The Real Ghostbusters)
  • "Mas eu acabei de comprar ingressos para ver o Mets! Estão dizendo que serão as melhores finais deles!" (The Real Ghostbusters)
  • "Os clientes sempre tem razão, mesmo quando estão mortos" (The Real Ghostbusters)
  • "Quem vocês irão chamar? Outra pessoa..." (Gasparzinho de 1995)