Real Academia Espanhola

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Real Academia Espanhola
Brasão de armas da Real Academia Espanhola
(RAE)
Lema "Limpia, fija y da esplendor."
Fundação 3 de outubro de 1714
Tipo Associação linguística
Sede Madrid,  Espanha
Membros Ver Lista de membros
Línguas oficiais Espanhol
Presidente Luis María Linde
Organização S.M. Juan Carlos I
(presidente de honra)
Ricardo Martí Fluxá
(secretário-geral)
Sítio oficial www.rae.es

A Real Academia Espanhola (em castelhano Real Academia Española; RAE) é uma academia fundada em Madrid em 1713 que tem, entre outras funções, a tutela oficial da língua castelhana. Participam dessa academia, assim como na Academia Brasileira de Letras, grandes linguistas e escritores de Língua Espanhola.

Membros[editar | editar código-fonte]

Sede da RAE na rua Filipe IV, 4, no bairro madrilenho de Los Jerónimos

.

Frontispício: Fundación y estatutos de la Real Academia Española (1715) (Fundação e estatutos da Real Academia Espanhola)

Os 46 membros da Academia são eleitos de forma vitalícia. Cada acadêmico tem uma cadeira e é identificado com una do alfabeto (tanto maiúsculas, como minúsculas). Novos acadêmicos são eleitos somente após decorridos no mínimo seis meses da morte do anterior ocupante.

Lista de acadêmicos por ordem de admissão:

(Cadeira) nome do acadêmico (data de admissão na RAE)
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.