Real Academia Galega

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Real Academia Galega é a instituição pública que tem como objectivo o estudo da cultura galega e em especial da língua galega. Elabora normas gramaticais, ortográficas e léxicas, assim como a defesa e promoção da língua. Além disso decide a personalidade literária a que se dedica o Dia das Letras Galegas. Os seus membros são personalidades do mundo da cultura galega, em particular da língua. Desde janeiro de 2010 o seu presidente é Xosé Luís Méndez Ferrín[1]
O seu lema é Colligit. Expurgat. Innovat.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1905 constituiu-se na Havana a Sociedade Protetora da Academia Galega, que permitiu pôr em marcha a Real Academia Galega em 30 de setembro de 1906, presidida por Manuel Murguía.

Académicos correspondentes portugueses[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]