Rebelde (telenovela brasileira)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Rebelde Brasil)
Ir para: navegação, pesquisa
Rebelde
Rebel Rio! (Título Internacional)[1]
Rebelde Rio! (ES)

Rebelde Brasil.jpg
Informação geral
Formato Telenovela
Criador(es) Cris Morena
(obra original)
Pedro Damián
(versão mexicana)
Margareth Boury
(adaptação p/ o Brasil)
País de origem  Brasil
Idioma original Língua portuguesa
Produção
Diretor(es) Ivan Zettel
Elenco Lua Blanco
Arthur Aguiar
Mel Fronckowiak
Chay Suede
Sophia Abrahão
Micael Borges
Rayana Carvalho
Pedro Cassiano
(ver mais)
Tema de abertura "Rebelde Para Sempre" - Rebeldes[2]
Tema de
encerramento
"Rebelde Para Sempre" - Rebeldes
Exibição
Emissora de
televisão original
Brasil Rede Record
Formato de exibição 1080i (HD)
480i (SD)
Transmissão original 21 de março de 2011[3] - 12 de outubro de 2012[4]
N.º de temporadas 2
N.º de episódios 410 no total
(256, 1ª temporada)[5]
(154, 2ª temporada)

Rebelde é uma telenovela exibida pela Rede Record de 21 de março de 2011 a 12 de outubro de 2012.[3] Teve 410 capítulos[6] , 30 a menos que a versão mexicana, que teve 440 capítulos. Produzida pela Record e pela empresa mexicana Televisa, escrita por Margareth Boury[7] e dirigida por Ivan Zettel, é inspirada na telenovela mexicana Rebelde escrita por Pedro Damián[8] , que, por sua vez, havia sido inspirada na telenovela argentina Rebelde Way, criada por Cris Morena[9] . É uma obra representativa na história da teledramaturgia da Record por, além de ser a segunda parceria com a emissora mexicana, retomar a produção e exibição de duas telenovelas simultâneas em sua programação[10] e ser a primeira de seu gênero a ser produzida em alta definição[11] . Por causa da baixa audiência em sua segunda fase, a direção da emissora havia antecipado o encerramento da novela para março de 2013 e depois anunciado para novembro de 2012, decidindo pelo término em 12 de outubro. Como consequência, a trama perdeu 15 minutos, preenchidos por uma edição do programa Tudo a Ver[12] .

Lua Blanco, Arthur Aguiar, Melanie Fronckowiak, Chay Suede, Sophia Abrahão e Micael Borges interpretam os papéis principais, numa trama que narra o cotidiano de seis adolescentes que estudam num colégio em regime de semi-internato[13] e enfrentam os "dramas" típicos do período, como a descoberta do primeiro amor, os conflitos de autoimagem, o desenvolvimento de distúrbios alimentares, o relacionamento conflituoso com os pais[14] , o bullying[15] [16] e o alcoolismo[17] . Os nomes dos personagens e seus perfis foram levemente alterados por Boury[8] , o que causou certa controvérsia entre os fãs da versão mexicana[18] [19] [20] , que fora bastante popular no Brasil durante sua exibição[21] [22] .

Na trama, os seis principais personagens formam uma banda fictícia denominada "Rebeldes" - e os seis atores que os interpretaram formaram, consequentemente, uma banda de mesmo nome, fazendo apresentações por todo Brasil, cujo primeiro álbum da banda vendeu mais de 115 mil cópias, recebendo disco de ouro e de platina duplo. Já o segundo álbum, gravado ao vivo em São Paulo em formato de CD/DVD, alcançou uma vendagem total de 140 mil cópias e foi certificado com um disco de ouro e de platina duplo. A banda lançou o terceiro e último álbum em dezembro de 2012.[23]

Antecedentes e contexto[editar | editar código-fonte]

Ainda em 2005, com a contratação do dramaturgo Lauro César Muniz, a Rede Record anunciou seus planos de passar a ter, em sua programação, dois horários distintos destinados à exibição de telenovelas[24] [25] . A emissora já possuía, à época, o "RecNov", um estúdio localizado no Rio de Janeiro destinado à produção de sua teledramaturgia, de forma similar ao que a Rede Globo já fazia nos estúdios "Projac". A estrutura, entretanto, ainda não estava totalmente definida, e as filmagens de Prova de Amor a ocupavam integralmente. Uma vez que as obras de ampliação não iriam estar concluídas em tempo hábil[26] para o início das filmagens de Cidadão Brasileiro, a telenovela escrita por Muniz, outros locais foram utilizados pela emissora como cenário[27] [28] [29] . Em março do ano seguinte, Cidadão Brasileiro começou a ser exibida nesse segundo horário[30] . A telenovela foi exibida, em seu mês de estreia, às 20h 30min, mas sofreria nos meses seguintes uma série de mudanças em seu horário até regularizar-se às 22h 00. Esse horário foi seguido pela produção que a sucedeu, Vidas Opostas[31] , enquanto o horário "das oito" seria posteriormente ocupado por Luz do Sol, que começou a ser exibida em 21 de março de 2007[32] [33] .

Entre 2006 e 2009, sucedendo à Cidadão Brasileiro, cinco telenovelas estrearam no horário de 20h 30[34] e em novembro de 2009 a emissora anunciou que já tinha capacidade de realizar até seis produções ao mesmo tempo[35] , reforçando o projeto de implementar não apenas dois, mas três horários destinados à exibição de telenovelas, algo que vinha sendo cogitado desde 2005, quando Margareth Boury foi anunciada como a autora de uma produção com temática juvenil até então denominada "E aí?", que seria exibida à tarde[30] , mas que acabou não sendo produzida. Boury escreveria, em 2006, Alta Estação, telenovela que inauguraria um terceiro horário distinto destinado à exibição de produções do gênero[36] . Embora bem recebida pela crítica, a telenovela não alcançou índices de audiência considerados satisfatórios pela emissora, não conseguindo se consolidar como a segunda maior audiência do horário - o que levou ao seu cancelamento em maio do ano seguinte, pouco antes do término de sua primeira temporada e com os roteiros da segunda já sendo produzidos[37] . O site "NaTelinha", do portal de notícias UOL, chegaria a mencionar que tal cancelamento representaria uma decisão "precipatada" e "lamentável", colocando "um ponto final na terceira faixa de novelas, projeto audacioso da Record que dificilmente terá continuidade"[38] . Desde então, a emissora não conseguiria exibir, simultaneamente, três telenovelas inéditas. Entre 2007 e 2010, apenas dois horários da programação da emissora foram destinados à exibição de telenovelas[39] .

Parceria entre Record e Televisa[editar | editar código-fonte]

A atriz Giselle Itié, protagonista de Bela, a Feia, primeira coprodução entre Record e Televisa.

Em maio de 2008 o jornalista Daniel Castro, em sua coluna no jornal Folha de S.Paulo, noticiou que a Rede Record e a emissora mexicana Televisa haviam começado a negociar um termo de parceria, que envolvesse não apenas a exibição de tramas produzidas no México - como a emissora tinha, desde 2000, com o canal brasileiro SBT - mas também a produção de regravações destas tramas com atores e roteiros brasileiros, sem restrições para as adaptações que fossem julgadas necessárias[40] . Ainda naquele ano, tal parceria seria oficialmente anunciada por ambas as emissoras[41] [42] . Após o anúncio, o jornal Folha de S.Paulo afirmaria que estavam sendo cogitadas para serem regravadas as telenovelas Rebelde e La fea más bella, com o objetivo de serem exibidos estes remakes no horário das 19h. Rebelde, à época, chegou a ser anunciada pela própria emissora como a primeira produção decorrente desta parceria[43] [44] .

Bela, a Feia, telenovela baseada em La fea más bella, inicialmente representaria um retorno ao terceiro horário de telenovelas, mas atrasos na sua produção fizeram com que fosse reposicionada na programação[45] . Uma segunda coprodução México-Brasil entraria no lugar de Bela, a Feia, mas, em janeiro de 2010, o jornalista José Armando Vannucci noticiou que a Record não apenas não conseguiria exibir três telenovelas ao mesmo tempo, como abandonaria o segundo horário destinado ao gênero, deixando para exibir, no mínimo por todo o primeiro semestre de 2010, apenas uma telenovela: Ribeirão do Tempo[46] .

Em janeiro de 2010, a emissora emitiu um "Comunicado à Imprensa" anunciando que, com o término de Poder Paralelo, não iria mais exibir uma telenovela no horário das 22h, com Ribeirão do Tempo substituindo Bela, a Feia, mas que ainda no primeiro semestre exibiria uma nova produção, no horário das 19h[39] . Pouco depois, o jornalista Daniel Castro informou que a Record produziria um remake da telenovela mexicana Cuidado con el ángel, e que este começaria a ser exibido ainda no primeiro semestre. Naquela oportunidade, Margareth Boury foi apontada como a responsável pelo roteiro[47] , que chegou a ganhar provisoriamente o título de "Vivendo o Amor"[48] . Vanucci, à época, noticiou a informação lembrando que "oficialmente, a Record diz que a nova novela “mexicobrasileira” está prevista para estrear ainda no primeiro semestre, que acaba no dia 30 de junho"[49] .

Produção[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2010, a Rede Record anunciou que não mais produziria um remake da telenovela mexicana Cuidado con el ángel, como vinha sendo até então anunciado, em favor de uma versão brasileira de Rebelde[48] . A telenovela é a segunda coprodução da emissora com a emissora mexicana Televisa, após Bela, a Feia, exibida em 2010. Naquela oportunidade, fora anunciado que as gravações teriam início em agosto daquele ano - e a estreia, ainda em novembro de 2010[50] . Entretanto, em setembro daquele ano fora anunciado que a telenovela só seria exibida a partir de fevereiro de 2011, pois as gravações, até então, não puderam ser iniciadas pela dificuldade que a emissora estava enfrentando na seleção do elenco[51] . Segundo o vice-presidente da Record, Walter Zagari, foram investidos 43 milhões no projeto[52] e a telenovela se tornará uma "marca", sendo alvo de diversos licenciamentos[53] . Simultaneamente à Rebelde, a emissora anunciava estar produzindo outra telenovela, intitulada Vidas em Jogo, prevista para estrear em abril de 2011[54] e já planejava implementar, no decorrer de 2011, três horários dedicados à teledramaturgia[55] .

Escolha do elenco[editar | editar código-fonte]

Os seis principais personagens de Rebelde: Alice, Pedro, Carla, Tomás, Diego e Roberta

A seleção dos seis protagonistas durou quatro meses e teve cerca de 600 candidatos[56] . O cantor Chay Suede participou da quinta temporada do reality show brasileiro Ídolos[57] - e logo após ser eliminado do programa, em setembro de 2010, já era cogitado para integrar o elenco da telenovela, em razão de sua popularidade junto ao público[58] . A saída dos atores Gabriel Braga Nunes, Tuca Andrada e Marcelo Serrado do elenco da emissora em 2010 teria sido visto como um fato determinamente para que a Record escolhesse Luciano Szafir para interpretar o papel de Franco Albuquerque, pai da personagem Alice[59] .

Somente no final de outubro que seriam anunciados os atores que interpretariam os protagonistas[8] . Depois da definição, a emissora teria imposto aos protagonistas certas regras, como não se falarem entre si, não se envolverem em escândalos e não sairem juntos, para não terem uma superexposição na mídia[60] . Em novembro de 2010 tiveram início os workshops destinados à preparação dos seis protagonistas. Até então, a atriz Helena Xavier era cogitada para interpretar a avó do personagem de Suede[61] .

Cenário e caracterização[editar | editar código-fonte]

Um colégio, denominado Elite Way, foi o cenário da maior parte das tramas da telenovela. Para a caracterização dos alunos foi um uniforme quase identico ao utilizado na versão mexicana, deste distingue-se por pautar-se pelo uso de tons azuis ao invés de vermelhos[62] . Uma outra forma de diferenciar a trama brasileira foi estabelecer que os alunos estudariam num regime de semi-internato, podendo sair da escola nos finais-de-semana para retornar às suas casas - na versão mexicana, os alunos estudavam num regime de completo internato (porém se quisessem sair poderiam). Em decorrência disso, uma cidade cenográfica foi construída para retratar a casa dos pais dos personagens na Ilha de Guaratiba, no Rio de Janeiro[63] [64] [65] . As cenas de discussões entre os personagens se caraterizam pela presença contínua de onomatopeias, como acontece nas histórias em quadrinhos[66] .

Exibição[editar | editar código-fonte]

A estreia da produção no Brasil foi motivo de considerável indefinição. Inicialmente fora anunciado apenas o mês em que Rebelde seria exibida - março - mas sem uma data concreta. Posteriormente, quando finalmente fora confirmado que a estreia se daria em 21 de março - mesmo dia, mês e horário em que seria exibido o primeiro capítulo de Morde & Assopra, próxima "novela das sete" a ser exibida pela Rede Globo - a "estratégia" da Record passou a ser questionada[67] . O jornalista Flávio Ricco chegaria a chamar de "ilógica" a decisão de colocar o novo horário de telenovelas para enfrentar o já estabelecido horário "das sete" da Rede Globo. A telenovela estreou sendo exibida às 19h[3] .

A partir de 11 de julho de 2011, a emissora anunciou que começaria a exibir Rebelde às 20h30[68] [69] - uma mudança vista com receio pela equipe envolvida na produção da telenovela[70] [71] , mas que se mostraria acertada: Já no primeiro dia do novo horário, a produção apresentou um aumento na audiência média: 11 pontos ao invés dos 10 até ali obtidos[72] . Após boatos de que a telenovela teria uma nova temporada, a Record confirmou que estenderia o folhetim[73] .

Exibição internacional[editar | editar código-fonte]

Como parte da parceira entre a Televisa e a Rede Record, Rebelde foi exibida no México sob o título Rebelde Rio![74] [75] . Os episódios, dublados em espanhol, foram exibidos de julho de 2011 à meados de 2012 por um canal próprio do Grupo Televisa. Nos Estados Unidos, a trama foi exibida pela Univisión[75] . De acordo com Paulo Calil, diretor da Record Entretenimento, foi a primeira vez que um texto escrito pela Televisa fora do México foi exibido no país[75] . Calil disse que a exibição é "o reconhecimento da qualidade da Rebelde brasileira". Apesar do contrato entre as duas emissoras, não estava prevista a transmissão da telenovela para o público mexicano[75] . Em Angola e Moçambique a novela foi exibida pelo canal ZAP Novelas.

Exibição pelo mundo
País Canal Título local
Brasil Rede Record Rebelde
 Moçambique TV Miramar
Zap Novelas
Cabo Verde Cabo Verde Record Cabo Verde
 Angola Zap Novelas
 Japão Record Japão
União Europeia Record Europa
 México Televisa Rebelde Rio!
 Estados Unidos Univisión

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Quando Pedro (Micael Borges) tinha treze anos, seu pai se suicidou, e desde então ele vive com a mãe Beth e o irmão Raul. Quando sua mãe lhe consegue uma bolsa de estudos no renomado colégio do Rio de Janeiro Elite Way, ele reluta em ir, mas quando descobre que uma das alunas da instituição, Alice (Sophia Abrahão), é filha de Franco Albuquerque (Luciano Szafir), a quem ele culpa pela morte de seu pai, Pedro aceita ir para o colégio, como forma de buscar vingança. Pedro e Alice acabam se apaixonando, e o romance passará por vários obstáculos, incluindo a inveja de Pilar (Rayana Carvalho). Filha do diretor da escola, Jonas (Floriano Peixoto), ela é a grande vilã da trama. Os alunos vivem em um regime de internato, ou seja, dormem na instituição de segunda à sexta-feira e podem retornar às suas casas nos finais-de-semana, para reencontrarem seus familiares. No Rio, Pedro e seus familiares vão viver no bairro "Vila Lene", com outros personagens, como Tereza (Cristina Mullins), dona da cantina do Elite Way; Genaro (Edwin Luisi), um viúvo que tem um animado restaurante; a família de Dadá (Zezé Motta) e a república do professor de literatura Vicente (Eduardo Pires), onde vivem alguns alunos.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Os personagens são largamente inspirados na versão mexicana, ao invés do original argentino. Sophia Abrahão interpreta Alice Albuquerque, uma adolescente de 17 anos identificada por seus colegas como uma "patricinha". Seu pai é Franco (Luciano Szafir), um homem riquíssimo e viúvo e de alguma forma relacionado com a morte do pai do personagem Pedro, num período anterior ao do início da telenovela[8] [59] .

Pedro é interpretado por Micael Borges[8] . Sua mãe, Beth (Cláudia Lira), lhe consegue uma bolsa de estudos na escola "Elite Way", para a qual ele não deseja se transferir - até descobrir que Franco seria o pai de uma das alunas dali. Ao chegar na instituição, ele se torna amigo dos personagens Diego, Tomás, Carla e Roberta - interpretados, respectivamente, por Arthur Aguiar, Chay Suede, Melanie Fronckowiak e Lua Blanco. A personagem de Fronckowiak, apesar de ser inspirada em sua personagem respectiva da telenovela mexicana, foi baseada na mãe da Margareth Boury, criadora de Rebelde, que assim como Carla, sofre de bulimia nervosa[76] . Adriana Garambone interpreta Eva, a mãe da personagem Roberta.

Rayana Carvalho interpreta Pilar Araripe, uma das vilãs da história. Manipuladora e invejosa, ela passa a nutrir uma grande rivalidade por Alice, após também se apaixonar por Pedro[77] .

Música[editar | editar código-fonte]

Veja também: Música de Rebelde
Demonstração de 28 segundos de "Rebelde para Sempre", que é a canção de abertura da telenovela.

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

Inicialmente, todas as quatorze canções que integram trilha sonora da telenovela foram gravadas e/ou escolhidas especificamente para a telenovela, não estando prevista a regravação de nenhuma das composições originalmente utilizadas pela telenovela mexicana ou pelo grupo RBD[78] .

A banda NX Zero teve significativa participação na produção da trilha: a música de abertura, gravada pelos seis protagonistas em 14 de março de 2011, foi composta por Diego Ferrero, vocalista da banda[79] e o guitarrista Gee Rocha compôs algumas das canções que foram incluídas no primeiro álbum da banda "Rebeldes"[80] , composta pelos seis protagonistas da trama. A banda originada da telenovela, nomeada de "Rebeldes", lançou seu primeiro álbum em 23 de setembro de 2011[81] [82] , originando o single "Do Jeito Que Eu Sou", lançado em uma versão original e outra acústica[83] [84] , além de conseguirem a certificação de disco de ouro pelo álbum Rebeldes, certificado pela Associação Brasileira dos Produtores de Discos (ABPD), que a banda recebeu no palco do Programa do Gugu, apresentado por Gugu Liberato[85] . Em fevereiro de 2012 no palco do programa Legendários a banda Rebeldes recebeu o disco de platina por mais de 80 mil cópias vendidas[86] No dia 9 de junho de 2012 os integrantes da banda Rebeldes receberam o Disco de Ouro, equivalente a venda de 40 mil cópias de CDs, e DVD de Platina, pela venda de 50 mil cópias, do álbum Rebeldes - Ao vivo.[87]

Rebeldes[editar | editar código-fonte]

Paralelamente à ficção, se criou uma banda, esta chamada de Rebeldes com os seis protagonistas da novela: Lua Blanco (Roberta), Sophia Abrahão (Alice), Mel Fronckowiak (Carla), Arthur Aguiar (Diego), Chay Suede (Tomás) e Micael Borges (Pedro).[88] Eles interpretam os principais temas da novela em suas músicas.

A banda teve grande sucesso, fazendo shows em várias cidades brasileiras como São Paulo, Brasília, Salvador (esse o maior público até então[89] ), Belo Horizonte e Vitória.[90] Os Rebeldes também foram indicados a vários prêmios como Capricho Awards,Meus Prêmios Nick e Prêmio Jovem Brasileiro. O público recorde em um show dos Rebeldes foi de mais de 80 mil pessoas em Brasília[91] .

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Trilha sonora da novela Rebelde
Trilha sonora de vários artistas
Lançamento 2013
Gênero(s) Pop
Idioma(s) Português
Formato(s) CD
Gravadora(s) EMI Music
Produção Rick Bonadio


Além da trilha composta para os atores da novela, foi exibida uma trilha sonora paralela até que a banda Rebeldes fosse formada, com nomes importantes como Adriana Calcanhotto, cantando o tema de Roberta e Diego (Lua Blanco e Arthur Aguiar), Diego Moraes, cantando o tema da Vila Leme e Luiza Possi, cantando o tema de Eva Messi. Também participam cantores do casting da Rede Record, como Hellen Lyu, cantando o tema de Pilar, e Octávio Cardozzo, cantando o tema de Jonas. A banda Rebeldes já possui seu portal próprio. Na trama, o criador do site é o personagem Téo, e o logotipo da banda foi desenhado por Alice, interpretados por Bernardo Falcone e Sophia Abrahão, respectivamente[92] .

N.º Título Artista[92] Duração
1. "Rebelde para Sempre" (Tema de abertura de Rebelde) Rebeldes  
2. "Desculpe o Auê" (Tema de Eva Messi) Luiza Possi  
3. "Medo de Amar" (Tema de Diego e Roberta) Adriana Calcanhotto  
4. "De Janeiro a Janeiro" (Tema da Alice) Roberta Campos e Nando Reis  
5. "Agito e Uso" (Tema da Pilar) Hellen Lyu  
6. "Garoto Errado" (Tema de Roberta) Manu Gavassi  
7. "Blackout" (Tema do Tomás) Faibe  
8. "Me Liga"   Brunna & Mateus  
9. "Você tá de Bobeira"   Fernanda Pinho  
10. "Talvez" (Tema de Franco e Beth) Antiquarius  
11. "Só Pro Meu Prazer" (Tema de Pedro e Alice) Gabriel Guerra  
12. "Te Amo, Que Mais Posso Dizer"   Ricardo & Eduardo  
13. "Do Meu Lado" (Tema de Silvia e Leonardo) Erick Von Sohsten  
14. "Café Soçaite"   Diego Moraes  
15. "Conga, Conga, Conga"   Marília Bessy  

Lançamento e repercussão[editar | editar código-fonte]

Audiência[editar | editar código-fonte]

A telenovela era vista como uma "aposta" de sua emissora, sendo alvo de ampla divulgação nos dias que antecederam sua estreia. Seu primeiro capítulo, apresentou índices de audiência extremamente satisfatórios, considerando a medição da cidade de São Paulo[93] . Pesquisa realizada no portal iG apontaria que apenas um terço dos votantes pretendia assistir a estreia - os demais pretendiam assistir Morde & Assopra, produção que seria exibida na mesma faixa de horário. O jornalista Fernando Oliveira comentaria que a enquete mostraria-se "certa" após os índices de ambas as produções serem contabilizados: Rebelde obteria menos que a metade da audiência conquistada por Morde & Assopra naquele dia[94] [95] e menos que Bela, a Feia, coprodução Record-Televisa anterior, havia conseguido em sua estreia[94] [96] .

No decorrer dos meses, a telenovela manteve uma audiência fixa, sempre obtendo entre 11 e 12 pontos na medição do Ibope em São Paulo[97] [98] . Em outras capitais nas quais o Ibope realiza a medição da audiência, a telenovela estaria obtendo índices ainda mais favoráveis: durante o mês de maio de 2011, Rebelde manteve uma média de 23 pontos em Belém, 15 em Brasília e 14 no Rio de Janeiro[99] . Em sua segunda temporada, a novela que vinha mantendo bons índices de até 10 - 14 até metade da sua 2ª temporada, passou a oscilar entre 4 e 6 pontos de média ficando sempre em terceiro lugar, consequência do sucesso de Carrossel no SBT.[100] [101] [102] Com a entrada do horário político, em 21 de agosto, a novela passou a bater de frente com Avenida Brasil, da Rede Globo[103] o que manteve a audiência em 5 pontos, mantendo o que vinha registrando[104] . Chegando a registrar apenas 3 pontos de média e ficando em terceiro lugar[105] . Em seu último capítulo, transmitido em 12 de outubro de 2012, continuou com a terceira colocação.[106]

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Indicação Resultado
2011 Prêmio Jovem Brasileiro Melhor Série Jovem Margareth Boury Venceu[107]
Meus Prêmios Nick Programa de TV Favorito Venceu[108] [109]
Atriz Favorita Sophia Abrahão Venceu[108] [109]
Gata do Ano Mel Fronckowiak Venceu[108] [109]
Troféu Raça Negra Melhor Ator Micael Borges Venceu[110]
Antônio Pompêo Indicado[111]
Rocco Pitanga Indicado[111]
Michel Gomes Indicado[111]
Melhor Atriz Juliana Xavier Indicado[111]
Zezé Motta Indicado[111]
Capricho Awards Melhor Beijo da Ficção Diego e Roberta Venceu[112]
Melhor Ator Nacional Arthur Aguiar Venceu[112]
Chay Suede Indicado[112]
Melhor Atriz Nacional Sophia Abrahão Indicado[112]
Lua Blanco Venceu[112]
Melhor Programa de TV Margareth Boury Venceu[112]
Banda Nacional Rebeldes Venceu[112]
Prêmio Extra de Televisão[113] [114] [115] Ator Revelação Chay Suede Venceu[116]
Atriz Revelação Lua Blanco Indicado[117]
Melhor Novela Margareth Boury Indicado[118]
Melhor Tema Musical Rebelde Para Sempre Indicado[119]
Melhor Figurino Margareth Boury Indicado[120]
UOL PopTevê[121] Melhor Telenovela Margareth Boury Venceu
Ator Revelação Arthur Aguiar Venceu
Chay Suede Indicado
Atriz Revelação Lua Blanco Venceu
Mel Fronckowiak Indicado
2012 Prêmio Arte Qualidade Brasil[122] [123] Melhor Telenovela Margareth Boury Indicado
Melhor Ator Revelação Telenovela Chay Suede Venceu
Melhor Atriz Revelação Telenovela Lua Blanco Indicado
Melhor Direção Telenovela Ivan Zettel Indicado
Troféu Imprensa[124] Melhor Novela Margareth Boury Indicado
Melhor Ator Chay Suede Indicado
Revelação do Ano Mel Fronckowiak Indicado
Melhor Conjunto Musical Rebeldes Indicado
Troféu Internet[125] Melhor Novela Margareth Boury Venceu
Revelação do Ano Mel Fronckowiak Venceu
Melhor Atriz Venceu
Melhor Ator Chay Suede Venceu
Melhor conjunto musical Rebeldes Venceu
Prêmio Contigo[126] [127] Melhor Novela Margareth Boury Indicado
Melhor Atriz de Novela Sophia Abrahão Indicado
Melhor Ator de Novela Micael Borges Indicado
Ator Coadjuvante Floriano Peixoto Indicado
Atriz Coadjuvante Adriana Garambone Indicado
Revelação da TV Chay Suede Indicado
Lua Blanco Indicado
Melhor Autor de Novela Margareth Boury Indicado
Melhor Diretor de Novela Ivan Zettel Indicado
Prêmio Jovem Brasileiro[128] Melhor Série da TV Margareth Boury Venceu
Melhor Banda Rebeldes Venceu
Melhor Cantor Jovem Chay Suede Venceu
Melhor Cantora Jovem Mel Fronckowiak Venceu
Meus Prêmios Nick[129] Programa de TV Favorito Margareth Boury Indicado
Atriz Favorita Lua Blanco Indicado
Personagem de TV Favorito Alice Albuquerque Indicado
Revelação Musical Rebeldes Indicado
Gato do Ano Chay Suede Indicado
Micael Borges Indicado
Gata do Ano Mel Fronckowiak Indicado
Prêmio Extra de Televisão[130] Ídolo Teen Lua Blanco Indicado
Arthur Aguiar Indicado
Capricho Awards[131] [132] [133] [134] Banda Nacional Rebeldes Venceu
Cantor Nacional Chay Suede Venceu
Cantora Nacional Lua Blanco Venceu
Melhor Ator Nacional Micael Borges Venceu
Melhor Beijo da Ficção Diego e Roberta Venceu
Melhor Atriz Nacional Sophia Abrahão Venceu

Referências

  1. Rebel Record TV Network. Visitado em 5 de julho de 2014.
  2. Banda Rebeldes lança seu primeiro álbum (em português) R7. Visitado em 12 de setembro de 2011.
  3. a b c Flávio Ricco; José Carlos Nery (1º de março de 2011). Record confirma estreia de "Rebelde" dia 21 (em português) Coluna do Flávio Ricco televisao.uol.com.br. Visitado em 3 de março de 2011.
  4. heloisa-tolipan, Pedro Willmersdorf (3 de outubro de 2012). 'Rebelde': prestes a acabar, novelinha agoniza com baixo índice de audiência! (em português) Heloisa Tolipan http://www.jb.com.br.+Visitado em 3 de outubro de 2012.
  5. "Rebelde" deverá ter ao menos 250 capítulos na Record (em português) NaTelinha. Visitado em 12 de setembro de 2011.
  6. Após queda no ibope, Record tira "Rebelde" do ar (em português) Ilustrada. Folha de S. Paulo. Folha.com.. Visitado em 14 de outubro de 2012.
  7. Margareth Boury segue trabalhando sozinha em "Rebelde" (em português) NaTelinha natelinha.uol.com.br (3 de agosto de 2010).
  8. a b c d e Daniel Castro. Record define quem será quem na versão brasileira de Rebelde (em português) R7. Visitado em 14 de junho de 2011.
  9. Redação NaTelinha (19 de março de 2011). Especial "Rebelde", a nova novela da Record (em português) NaTelinha natelinha.uol.com.br. Visitado em 20 de março de 2011.
  10. José Armando Vannucci (22 de fevereiro de 2011). "Rebelde" terá esquema especial de lançamento e retoma segundo horário de novelas na Record (em português) Parabólica. Jovem Pan jovempan.uol.com.br. Visitado em 6 de março de 2011.
  11. Redação NaTelinha (9 de novembro de 2010). Confirmado: "Rebelde" será a primeira novela da Record em alta definição (em português) NaTelinha natelinha.uol.com.br. Visitado em 6 de março de 2011.
  12. Flávio Ricco; José Carlos Nery (2 de outubro de 2012). Record tira a novela "Rebelde" do ar (em português) Coluna do Flávio Ricco televisão.uol.com.br. Visitado em 3 de outubro de 2012.
  13. Giovani Lettiere (3 de março de 2011). Nada de crise: até abril, estreiam cinco novelas (em português) R7 Entretenimento R7.com. Visitado em 3 de março de 2011.
  14. (9 de março de 2011). Rebelde vai abordar dramas atuais da adolescência como o alcoolismo e a bulimia. São Paulo, SP: Jornal da Record. Rede Record. Acessado em 12 de março de 2011.
  15. Rebelde - Téo esbarra nos meninos e acaba sofrendo bullying R7. Visitado em 2 de agosto de 2011.
  16. Rebelde - Bia sofre bullying e ameaças de meninas da vila R7. Visitado em 2 de agosto de 2011.
  17. Paula Teixeira (3 de março de 2011). Rebelde vai abordar o alcoolismo entre adolescentes (em português) CNews. Visitado em 12 de março de 2011.
  18. Fernanda Tsuji (18 de março de 2011). Shakira, Christián Chávez, Rebelde…semana cheia! (em português) Direto do México. Minha Novela MdeMulher.abril.com.br. Visitado em 20 de março de 2011.
  19. Fernanda Tsuji (1 de dezembro de 2010). Conversamos com os Rebeldes brasileiros! Saiba tudo sobre a nova versão! (em português) Direto do México. Minha Novela MdeMulher. Visitado em 20 de março de 2011.
  20. Fernanda Tsuji (21 de março de 2011). Saiba o que os ex-RBDs estão achando do remake da Record! (em português) Direto do México. Minha Novela MdeMulher. Visitado em 20 de março de 2011.
  21. Tele-Visão: "Rebelde" x "Rebelde": nova briga entre Record e SBT (em português) Tele História (14 de março de 2011). Visitado em 22 de março de 2011.
  22. Tatiana Contreiras (18 de março de 2011). Versão brasileira do hit mexicano, 'Rebelde' estreia na Record com música e questões adolescentes (em português) Revista da TV. O Globo. Visitado em 31 de março de 2011.
  23. Redação R7 (9 de novembro de 2011). Banda Rebeldes ganha disco de ouro no Programa do Gugu (em português) R7. Visitado em 12 de dezembro de 2011.
  24. Cristina Padiglione. (11 de julho de 2005). "Novela de Lauro César na Record será gravada em SP" (em português). Estado de S.Paulo. Visitado em 5 de março de 2011.
  25. Simone Mousse. (9 de outubro de 2005). "Reconstruindo Brasília em São peido" (em português). O Globo. Visitado em 5 de março de 2011.
  26. (1 de junho de 2005) "Entrelinhas" (em português). O Estado de S.Paulo. Visitado em 5 de março de 2011.
  27. Keila Jimenez. (3 de outubro de 2005). "Record aluga cidade cenográfica" (em português). Estado de S.Paulo. Visitado em 5 de março de 2011.
  28. Keila Jimenez. (10 de janeiro de 2006). "Record inicia Cidadão Brasileiro" (em português). O Estado de S.Paulo. Visitado em 5 de março de 2011.
  29. Simone Mousse. (10 de janeiro de 2006). "Luzes, Câmera, Ação!" (em português). O Globo. Visitado em 5 de março de 2011.
  30. a b Thiago Stivaletti (7 de março de 2006). Com "Cidadão Brasileiro", Record gasta o dobro de "Prova de Amor" (em português) UOL. Visitado em 5 de março de 2011.
  31. Giovani Lettiere (17 de novembro de 2006). Marcílio: 'Vidas opostas' tem potencial para 30 pontos de audiência (em português) O Globo. Visitado em 6 de março de 2011.
  32. Rafael Simi. Novela 'Luz do sol', que estreia nesta quarta, aposta em jovens atores que buscam o sucesso (em português) Revista da TV O Globo. Visitado em 6 de março de 2011.
  33. Redação Terra (21 de março de 2007). Luz do Sol: Paloma Duarte estreia sua segunda protagonista na Record (em português) Gente & TV Terra. Visitado em 6 de março de 2011.
  34. Redação Folha Online (5 de agosto de 2008). Estreia de "Bela, A Feia" perde para saga dos "Mutantes" (em português) Ilustrada. Folha de S. Paulo Folha.com. Visitado em 6 de março de 2011.
  35. Vanessa Sulina (3 de novembro de 2009). Diretor revela novidades da teledramaturgia da Record (em português) R7. Visitado em 6 de março de 2011.
  36. Diogo de Oliveira (14 de outubro de 2006). Record lança "Alta Estação" e inaugura o 3º horário de novelas (em português) Terra. Visitado em 6 de março de 2011.
  37. Redação NaTelinha (15 de maio de 2007). Exclusivo: Autora de Alta Estação diz que mudanças no horário derrubaram audiência (em português) NaTelinha natelinha.uol.com.br. Visitado em 6 de março de 2011.
  38. Redação NaTelinha (16 de maio de 2007). Record decepciona com corte de Alta Estação (em português) NaTelinha natelinha.uol.com.br. Visitado em 6 de março de 2011.
  39. a b José Armando Vannucci (21 de janeiro de 2010). Record confirma em "Comunicado à Imprensa" linha de shows às 23h assim que acabar "Poder Paralelo" (em português) Parabólica. Jovem Pan jovempan.uol.com.br. Visitado em 6 de março de 2011.
  40. Daniel Castro (20 de maio de 2008). Record "namora" Televisa, parceira do SBT (em português) Folha de S.Paulo Folha Online. Visitado em 6 de março de 2011.
  41. Press release (1 de setembro de 2008). Record e Televisa fecham acordo para co-produção de novelas (em português) Rede Record. Visitado em 6 de março de 2011.
  42. Redação Folha Online (29 de agosto de 2008). Record e Televisa fecham acordo para produzir novelas (em português) Folha de S.Paulo. Visitado em 6 de março de 2011.
  43. Luisa Belchior (8 de outubro de 2008). Record e Televisa produzem "Rebelde" brasileiro (em português) Folha de S.Paulo. Visitado em 6 de março de 2011.
  44. Gabriela Jaya. Negócio fechado (em português) Folha Universal. Visitado em 6 de março de 2011.
  45. José Armando Vannucci (23 de junho de 2009). Momento ruim nas novelas da Record (em português) Parabólica. Jovem Pan jovempan.uol.com.br. Visitado em 6 de março de 2011.
  46. José Armando Vannucci (21 de janeiro de 2010). EXCLUSIVO: Record revê projeto e terá apenas um horário de novelas no primeiro semestre de 2010 (em português) Parabólica. Jovem Pan jovempan.uol.com.br. Visitado em 6 de março de 2011.
  47. Cuidado con el Ángel será a próxima novela da Record (em português) Blog do Daniel Castro R7.com (26 de janeiro de 2010). Visitado em 6 de março de 2011.
  48. a b José Armando Vannucci (10 de junho de 2010). Record volta atrás, cancela novela em pré-produção e anuncia que "Rebelde" é a sua nova aposta (em português) Parabólica. Jovem Pan jovempan.uol.com.br. Visitado em 6 de março de 2011.
  49. José Armando Vannucci (21 de janeiro de 2010). Record define nova novela "mexicobrasileira", mas ainda não tem previsão para estreia (em português) Parabólica. Jovem Pan jovempan.uol.com.br. Visitado em 6 de março de 2011.
  50. Daniel Castro. Record decide fazer versão brasileira de Rebelde (em português) R7. Visitado em 14 de junho de 2011.
  51. Daniel Castro (13 de setembro de 2010). Record adia Rebelde para 2011 (em português) R7.
  52. Record investe R$ 43 milhões em 'Rebelde' (em português) Terra. Visitado em 15 de junho de 2011.
  53. Daniel Castro. Record vai vender de chiclete a celular da novela Rebelde (em português) R7. Visitado em 15 de junho de 2011.
  54. Daniel Castro. Novela da Record vai discutir diploma e mercado de trabalho (em português) R7. Visitado em 15 de junho de 2011.
  55. Flávio Ricco; José Carlos Nery. Record passará a trabalhar com três horários fixos para teledramaturgia (em português) R7. Visitado em 15 de junho de 2011.
  56. Novelinha, não! Eles são rebeldes (em português) estadao.com.br (20 de março de 2011). Visitado em 28 de novembro de 2011.
  57. Redação R7 (1 de março de 2011). Chay Suede fala sobre a rotina de gravações em Rebelde (em português) R7. Visitado em 14 de março de 2011.
  58. Vírgula. Eliminado do Ídolos, Chay Suede deve integrar elenco de Rebelde (em português) Vírgula (UOL). Visitado em 15 de junho de 2011.
  59. a b Carla Bittencourt (12 de março de 2011). Luciano Szafir ganha papel de destaque em 'Rebelde' (em português) Telinha. Jornal Extra. Visitado em 14 de março de 2011.
  60. Equipe da Redação do NaTelinha. Record impõe regras aos protagonistas de "Rebelde" (em português) NaTelinha. Visitado em 15 de junho de 2011.
  61. Flavia Almeida (7 de novembro de 2010). Atores da versão brasileira de Rebeldes ansiosos pela estreia (em português) OFuxico. Visitado em 7 de março de 2011.
  62. Astros de "Rebelde" vão usar uniforme descolado do original (em português) Folha de S. Paulo. Visitado em 14 de junho de 2011.
  63. Daniel Castro. Rebeldes da Record deixarão escola nos fins de semana (em português) R7. Visitado em 14-03-2011.
  64. Fernanda Tsuji. Vai começar: Rebelde Brasil (em português) Editora Abril. Visitado em 14 de junho de 2011.
  65. Flávio Ricco; José Carlos Nery. Globo tem planos para Fábio Assunção (em português) UOL. Visitado em 14 de junho de 2011.
  66. Daniel Castro. Rebelde terá cenas de luta, onomatopeia e pastelão R7. Visitado em 29 de junho de 2011.
  67. Ousadia ou loucura (em português) Coluna do Flávio Ricco televisao.uol.com.br (3 de março de 2011). Visitado em 3 de março de 2011.
  68. Redação R7. Record muda programação e Rebelde vai brigar com JN R7. Visitado em 11 de julho de 2011.
  69. Fernando Oliveira. Record mexe na grade noturna para pegar carona na audiência do Cidade Alerta Na TV - iG. Visitado em 13 de julho de 2011.
  70. Redação NaTelinha (11 de julho de 2011). Equipe de "Rebelde" encara com receio novo horário NaTelinha. Visitado em 13 de julho de 2011.
  71. Flávio Ricco; José Carlos Nery. Record faz jogo duro para transmissão da Olimpíada UOL. Visitado em 13 de julho de 2011.
  72. Fernando Oliveira. Mudança na programação da Record aumenta audiência, mas não significativamente Na TV - iG. Visitado em 13 de julho de 2011.
  73. Flávio Ricco; José Carlos Nery (27 de setembro de 2011). "Rebelde" terá segunda temporada na Record (em português) UOL Entretenimento. Visitado em 15 de outubro de 2011.
  74. UOL Redação. Versão brasileira de "Rebelde" vai ser exibida no México (em português) UOL. Visitado em 17 de junho de 2011.
  75. a b c d Daniel Castro. Versão brasileira de Rebelde será exibida pela Televisa no México (em português) R7. Visitado em 14 de junho de 2011.
  76. Tratamentos médicos dominam novelas em três emissoras (em português) estadao.com.br (28 de novembro de 2011). Visitado em 28 de novembro de 2011.
  77. Em "Rebelde", vilã trama para que cozinheira seja demitida da escola (em português) UOL. Visitado em 14 de junho de 2011.
  78. Redação NaTelinha (13 de dezembro de 2010). Trilha de "Rebelde" não terá versões brasileiras de "RBD" (em português) NaTelinha natelinha.uol.com.br. Visitado em 22 de março de 2011.
  79. Daniel Castro (10 de março de 2011). Elenco de Rebelde grava tema de abertura da novela (em português) Blog do Daniel Castro R7. Visitado em 22 de março de 2011.
  80. Isabela Zamboni. Rebelde vai gravar CD (em português) Revista Todateen todateen.uol.com.br. Visitado em 16 de junho de 2011.
  81. Banda Rebeldes lança seu primeiro álbum (em português) R7.com (12 de setembro de 2011). Visitado em 27 de outubro de 2011.
  82. Rebeldes by Rebeldes (em inglês) iTunes Store. Visitado em 13 de novembro de 2011.
  83. Do Jeito Que Eu Sou by Rebeldes (em inglês) iTunes Store. Visitado em 11 de novembro de 2011.
  84. Do Jeito Que Eu Sou (Acústico) by Rebeldes (em inglês) iTunes Store. Visitado em 13 de novembro de 2011.
  85. Banda Rebeldes ganha disco de ouro no Programa do Gugu (em inglês) R7 (6 de novembro de 2011). Visitado em 15 de novembro de 2011.
  86. Banda Rebeldes conquista disco de platina Na Telinha UOL (10 de janeiro de 2012).
  87. Banda Rebeldes ganha disco de ouro e DVD de platina em São Paulo Caras UOL.
  88. Banda Rebeldes faz apresentação em Florianópolis (em português) RIC.com.br. Visitado em 23 de agosto de 2012.
  89. Breno Cunha (28 de dezembro de 2011). Rebeldes voltarão para Salvador, local do maior show da banda até agora portalps.virgula.uol.com.br. Visitado em 22 de agosto de 2012.
  90. Turnê da banda Rebeldes faz sucesso pelo Brasil; espie (em português) R7. Visitado em 23 de agosto de 2012.
  91. Show da banda Rebeldes em Brasília bate recorde e faz história (em português) R7. Visitado em 12 de novembro de 2012.
  92. a b Rebelde - Trilha Sonora (em português) Saraiva. Visitado em 8 de maio de 2013.
  93. Mateus Casaro (21 de março de 2011). "Rebelde" estreia com índices razoáveis na Record (em português) RD1 Audiência. Virgula rd1.virgula.uol.com.br. Visitado em 22 de março de 2011.
  94. a b Redação UOL Rio (21 de março de 2011). "Rebelde" dá média de nove pontos de audiência; "Morde & Assopra" fechou com 30 (em português) UOL Televisão. Universo Online televisao.uol.com.br. Visitado em 22 de março de 2011.
  95. Fernando Oliveira (21 de março de 2011). Batalha de novelas: ‘Morde & Assopra’ dá mais que o triplo de audiência de 'Rebelde' (em português) Na TV. iG colunistas.ig.com.br/natv. Visitado em 22 de março de 2011.
  96. Redação NaTelinha (21 de março de 2011). Estreia de "Rebelde" garante primeiro lugar à Record (em português) NaTelinha natelinha.uol.com.br. Visitado em 22 de março de 2011.
  97. José Armando Vannucci (29 de março de 2011). Confira as principais audiências da segunda-feira (em português) Parabólica. Jovem Pan Online. Visitado em 21 de junho de 2011.
  98. José Armando Vannucci (8 de abril de 2011). Executivos da Record comemoram audiência consolidada de “Rebelde” (em português) Parabólica. Jovem Pan Online. Visitado em 21 de junho de 2011. Cópia arquivada em 8 de julho de 2011.
  99. Flávio Ricco (19 de junho de 2011). Rebelde (em português) Coluna do Flávio Ricco. UOL. Visitado em 21 de junho de 2011.
  100. Keila Jimenez (21 de junho de 2012). Record coloca “Rebelde” para deter “Carrossel” Blogs - Folha de S. Paulo. Visitado em 22 de agosto de 2012.
  101. MARIANA TRIGO (24 de junho de 2012). Com baixa audiência, diretor de 'Rebelde' avalia os rumos da trama Terra.com.br. Visitado em 22 de agosto de 2012.
  102. [tvfoco.pop.com.br “Rebelde” registra audiência pífia, e “Carrossel” continua bombando (21)] portalrebeldes.com (22 de junho de 2012). Visitado em 25 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 21 de junho de 2012.
  103. Fernando Oliveira (21 de agosto de 2012). Com horário político, ‘Rebelde’ concorrerá com ‘Avenida Brasil’. Veja mudanças na programação dos canais (em português) Na TV colunistas.ig.com.br. Visitado em 3 de outubro de 2012.
  104. Fernando Oliveira (22 de agosto de 2012). Horário político derruba a audiência das principais novelas da Globo, mas não altera a concorrência (em português) Na TV colunistas.ig.com.br. Visitado em 3 de outubro de 2012.
  105. Felipe Soares (25 de agosto de 2012). "Rebelde" registra baixa audiência nesta segunda (24) (em português) Portal Rebeldes portalrebeldes.com. Visitado em 3 de outubro de 2012.
  106. Com capítulo final antecipado, Rebelde tem três pontos e fica em terceiro lugar no IBOPE,a novela foi considerado um fracasso. UOL (13 de outubro de 2012). Visitado em 13 de outubro de 2012.
  107. Rebelde leva troféu no Prêmio Jovem Brasileiro Portal R7 (19 de setembro de 2011).
  108. a b c Lara, Tainá (13 de outubro de 2011). Sophia Abrahão é eleita a Melhor Atriz no Meus Prêmios Nick 2011 Portal R7. Visitado em 25 de novembro de 2011.
  109. a b c Lara, Tainá (13 de outubro de 2011). Rebelde é escolhido o Melhor Programa de TV no Meus Prêmios Nick 2011 (em português) Jovem Redação R7. Visitado em 14 de outubro de 2011.
  110. Micael Borges ganha Troféu Raça Negra Portal R7 (14 de novembro de 2011). Visitado em 25 de novembro de 2011.
  111. a b c d e Jair Rodrigues ganha homenagem no Troféu Raça Negra Os Paparazzi (19 de outubro de 2011). Visitado em 25 de novembro de 2011.
  112. a b c d e f g Novela Rebelde concorre em dez categorias no Capricho Awards 2011 (em inglês) R7 (20 de outubro de 2011). Visitado em 2 de dezembro de 2011.
  113. Redação R7 (19 de outubro de 2011). Record tem nove indicações ao Prêmio Extra de TV (em português) Jovem R7.com. Visitado em 7 de novembro de 2011.
  114. Redação Extra Online (29 de novembro de 2011). Prêmio Extra de TV: Cordel encantado fatura como melhor novela do ano (em português) Extra Online. Visitado em 29 de novembro de 2011.
  115. Redação Extra Online (29 de novembro de 2011). Prêmio Extra de TV: ‘Cordel encantado’ vence na categoria melhor figurino (em português) Extra Online. Visitado em 29 de novembro de 2011.
  116. Redação Extra Online (29 de novembro de 2011). Prêmio Extra de TV: Chay Suede, de ‘Rebelde’, ganha o prêmio de revelação masculina (em português) Extra Online. Visitado em 29 de novembro de 2011.
  117. Redação Extra Online (29 de novembro de 2011). Prêmio Extra de TV: ‘Entre tapas e beijos’ é o melhor tema musical (em português) Extra Online. Visitado em 29 de novembro de 2011.
  118. Redação Extra Online (29 de novembro de 2011). Prêmio Extra de TV: ‘Entre tapas e beijos’ é o melhor tema musical (em português) Extra Online. Visitado em 29 de novembro de 2011.
  119. Redação Extra Online (29 de novembro de 2011). Prêmio Extra de TV: Thalita Carauta, a Janete do ‘Zorra total’, é escolhida revelação feminina (em português) Extra Online. Visitado em 29 de novembro de 2011.
  120. Redação Extra Online (29 de novembro de 2011). Prêmio Extra de TV: Thalita Carauta, a Janete do ‘Zorra total’, é escolhida revelação feminina (em português) Extra Online. Visitado em 29 de novembro de 2011.
  121. "Rebelde" conquista três categorias da eleição Melhores do Ano do PopTevê (em português) UOL (22 de dezembro de 2011). Visitado em 22 de dezembro de 2011.
  122. categoria televisão (em português) site do prêmio (28 de janeiro de 2012). Visitado em 3 de março de 2012.
  123. Os Melhores do teatro e da tv sao reconhecidos (em português) Caras Online (24 de maio de 2012). Visitado em 5 outubro de 2012.
  124. Vencedores sbt.com.br. Visitado em 27 de novembro de 2012.
  125. Troféu Internet sbt.com.br. Visitado em 27 de novembro de 2012.
  126. Indicados ao 14ª Prêmio Contigo de TV Contigo.com.br. Visitado em 04 de Abril de 2012.
  127. Conheça os seis finalistas na categoria Revelação Contigo.com.br. Visitado em 16 de maio de 2012.
  128. Rebeldes, NX Zero e Manu Gavassi brilham no 11º Prêmio Jovem Brasileiro. Veja lista de vencedores! Capricho.com.br. Visitado em 5 outubro de 2012.
  129. Veja os indicados ao "Meus Prêmios Nick 2012" jovem.ig.com.br. Visitado em 12 de novembro de 2012.
  130. Prêmio Extra de Televisão: conheça os indicados ao prêmio Extra de TV 2012 Extra Globo.
  131. Capricho Awards 2012 - Música
  132. Capricho Awards 2012 - Cinema e TV
  133. Capricho Awards 2012 - Celebridades
  134. Capricho Awards 2012 - Internet

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ouça o artigo (info)
Este áudio foi criado a partir da revisão datada de 18 de julho de 2011 e pode não refletir mudanças posteriores ao artigo (ajuda com áudio).

Mais artigos audíveis