Rebelião Heiji

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Imperador Nijō fugindo do palácio imperial durante o confronto entre os clãs Taira e Minamoto no período Heian.

A Rebelião Heiji (平治の乱, Heiji no ran?, 19 de janeiro — 5 de fevereiro de 1160)[1] foi uma pequena guerra civil travada para resolver uma disputa sobre o poder político durante o período Heian no Japão. O confronto Heiji no ran envolveu indivíduos rivais da clausura do Imperador Go-Shirakawa do Japão em 1159. Esta rebelião foi precedida pela Rebelião Hōgen de 1156. O conflito foi resultado direto da disputa anteriormente decorrida, contudo, ao contrario da rebelião Hōgen, não foi um conflito entre membros do mesmo clã. Pelo contrário, tornou-se um confronto pelo poder entre dois clãs rivais, o clã Taira e o clã Minamoto, que deu origem à ampla guerra civil.[2]

Referências

  1. Kitagawa, Hiroshi et al. (1975). The Tale of the Heike, p. 783
  2. Keene, Donald. (1999). Seeds in the Heart.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a história do Japão (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.