Recondita armonia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Recondita armonia (em português Recôndita harmonia) é a primeira ária da ópera Tosca, composta por Giacomo Puccini e estreada em 1900. O ato mostra o personagem cavaleiro Mario Cavaradossi cantando a ária enquanto pintava um quadro de Maria Madalena.

Letra[editar | editar código-fonte]

Recondita Armonia
Idioma original (Italiano)
Em Português

Recondita armonia
di bellezze diverse!...
È bruna Floria,
l'ardente amante mia...
E te, beltade ignota,
cinta di chiome bionde!
Tu azzurro hai l'occhio,
Tosca ha l'occhio nero!
L'arte nel suo mistero
le diverse bellezze insiem confonde;
ma nel ritrar costei
il mio solo pensiero Tosca, sei tu,

Que recôndita harmonia
existe entre belezas diversas!...
Floria, a minha ardente amante,
é morena...
E tu, beldade desconhecida,
és coroada por cabelos louros!
Tu tens os olhos azuis,
Tosca tem os olhos negros!
A arte no seu mistério
combina entre si as diferentes belezas;
mas, enquanto a pinto a ela
o meu único pensamento és tu, Tosca!

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.