Red Hot + Rio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Red Hot + Rio
Coletânea musical de Série beneficente Red Hot AIDS
(Vários Artistas)
Lançamento 15 outubro 1996
Gênero(s) Bossa Nova
Samba
Jazz
Música eletrônica
Duração 70:03
Idioma(s) Português
Inglês
Formato(s) CD
Fita Cassete
LP
MP3
Gravadora(s) Antilles / Verve
Produção Paul Heck
Béco Dranoff
John Carlin
Arranjos Hank Corwin
Cronologia de Série beneficente Red Hot AIDS
(Vários Artistas)
Último
Último
America Is Dying Slowly
(1996)
Red Hot + Latin: Silencio = Muerte
(1997)
Próximo
Próximo


Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 2.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar half.svgStar empty.svgStar empty.svg[1]

Red Hot + Rio é um álbum coletâneo lançado em 1996 e produzido por Paul Heck como parte da série beneficente Red Hot AIDS destina a promover a conscientização sobre a AIDS. A edição é uma homenagem ao estilo musical Bossa Nova, em especial, à música de Antônio Carlos Jobim. Este álbum demonstrou ser um dos projetos mais bem sucedidos da série Red Hot, gerando centenas de milhares de dólares para instituições de caridade voltadas ao combate do vírus da AIDS em todo o mundo.

Artistas brasileiros, incluindo Tom Jobim, Astrud Gilberto, Gilberto Gil e Caetano Veloso estão entre os colaboradores do projeto. Junto com eles, muitos artistas da música contemporânea pop são apresentados neste lançamento, incluindo Incognito, David Byrne, Sting, P.M. Dawn e George Michael. Alguns canções, gravadas antes da concepção do projeto, foram doações dos artistas, como a faixa "Dancing…", interpretada por Milton Nascimento.[1] Como um toque final de produção, algumas das faixas são separadas por breves arranjos de som que servem de interlúdios.

O álbum foi fabricado e comercializado pela Antilles e Verve Records, esta última uma subdivisão da PolyGram Records. Ganhou versões em formato Cassete e CD nos Estados Unidos e Canadá, na Europa também foi lançado em formato LP.[2]

Devido o grande sucesso do álbum, foi proposto um segundo projeto Red Hot + Rio, um concerto ao vivo previsto para dezembro de 2008, em Nova York, na Academia de Música do Brooklyn.[3] Diferente do disco de 1996 o álbum Red Hot + Rio 2: The Next Generation of Samba Soul reúne canções que ressaltam a herança musical do samba. Os fundos arrecadados com o show beneficiaria projetos voltados ao combate à AIDS coordenados pela Fundação Brasil, fundada em Nova York, no ano 2000, para promover o desenvolvimento social de comunidades brasileiras.

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Use Your Head" (Use A Sua Cabeça)Money Mark — 2:47
  2. "Corcovado" — Everything but the Girl — 3:56
  3. "Desafinado" (Off Key)Astrud Gilberto; George Michael – 3:20
  4. "Non-Fiction Burning" — P.M. Dawn; Flora Purim; Airto — 4:31
  5. "The Boy From Ipanema" — Crystal Waters — 4:24
  6. (Interlúdio) — 0:14
  7. "Segurança" (Security)Maxwell — 3:29
  8. "É Preciso Perdoar" (You Must Forgive)Cesária Évora; Caetano Veloso; Ryuichi Sakamoto — 6:01
  9. (Interlúdio) – 0:33
  10. "Water to Drink" (Água De Beber)Incognito; Omar; Ana Caram — 4:19
  11. "Dancing…" — Milton Nascimento — 3:20
  12. "How Insensitive" — Antonio Carlos Jobim; Sting — 3:44
  13. "Waters of March" (Águas de Março)David Byrne; Marisa Monte — 3:15
  14. (Interlúdio) — 0:25
  15. "One Note Samba / Surfboard" — Stereolab; Herbie Mann — 7:18
  16. (Interlúdio) — 0:21
  17. "Black Orpheus Dub" — Mad Professor — 3:59
  18. "Maracatu Atômico" — Chico Science; Nação Zumbi; DJ Soul Slinger — 4:27
  19. "Sambadrome" — Ivo Meirelles; Funk 'n Lata — 0:58
  20. "Refazenda" (Refarm)Gilberto Gil — 4:00
  21. "Preciso Dizer Que Te Amo" — Cazuza; Bebel Gilberto — 4:42

Referências

  1. a b Ginell, Richard S. Red Hot + Rio [Review] (em inglês) Allmusic.. Página visitada em 12 agosto 2011.
  2. Various – Red Hot + Rio (em inglês) Discogs.. Página visitada em 12 agosto 2011.
  3. Editorial (2008). Red Hot + Rio 2: The Next Generation of Samba Soul (em inglês) BAM.. Página visitada em 12 agosto 2011.
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.