Rede bayesiana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

As redes bayesianas foram desenvolvidas início dos anos 1980 para facilitar a tarefa de predição e “abdução” em sistemas de inteligência artificial (AI) (Pearl, 2000).

Em resumo, redes bayesianas (RB) também conhecidas como redes de opinião, redes causais, gráficos de dependência probabilística, são modelos gráficos para raciocínio (conclusões) baseado na incerteza, onde os nós representam as variáveis (discreta ou contínua), e os arcos representam a conexão direta entre eles.[1] Ela vem se tornando a metodologia padrão para a construção dos sistemas que confiam no conhecimento probabilístico e tem sido aplicada em uma variedade de atividades do mundo real.[2]

Redes Bayesianas são modelos de representação do conhecimento que trabalham com o conhecimento incerto e incompleto por meio da Teoria da Probabilidade Bayesiana, publicada pelo matemático Thomas Bayes em 1763.

Matematicamente, uma rede bayesiana é uma representação compacta de uma tabela de conjunção de probabilidades do universo do problema. Por outro lado, do ponto de vista de um especialista, redes bayesianas constituem um modelo gráfico que representa de forma simples as relações de causalidade das variáveis de um sistema.

Essa representação tem como uma das suas principais características a adaptabilidade, podendo, a partir de novas informações, e com base em informações de cunho verdadeiro, gerar alterações nas dependências e nos seus conceitos. Permite, dessa forma, que as probabilidades não sejam meros acasos, podendo confirmar e criar novos conceitos.

A representação da rede bayesiana é feita por meio de um grafo direcionado acíclico no qual os nós representam variáveis de um domínio e os arcos representam a dependência condicional ou informativa entre as variáveis. Para representar a força da dependência, são utilizadas probabilidades, associadas a cada grupo de nós pais-filhos na rede (PEARL, 1988).

Notas e referências

  1. (Korb & Nicholson, 2003)
  2. (Bobbio, et al., 2001)
Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.