Redondasuchus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaRedondasuchus
Ocorrência: Triássico Superior
Taxocaixa sem imagem
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: reptilia
Ordem: Aetosauria
Família: Stagonolepididae
Subfamília: Aetosaurinae
Tribo: Typothoracisinae
Género: Redondasuchus
Hunt e Lucas, 1991
Espécies

Redondasuchus é um género extinto de aetossauro. Pode ser um sinónimo do Typothorax coccinarum, outro aetossauro. Redondasuchus é um membro do clado Typothoracisinae dentro da subfamília Aetosaurinae, e viveu durante o período Noriano do Triássico Superior. Material pertencente ao género foi encontrado na Formação Redonda no leste-central do Novo México. O representante da espécie (Espécie-tipo), Redondasuchus reseri, foi nomeado em 1991 depois de ter sido referida como uma espécie de Typothorax desde 1985. A segunda espécie, Redondasuchus rineharti, foi descrita em 2006.

Descrição e Espécies[editar | editar código-fonte]

Redondasuchus foi nomeado primeiramente com a descrição da Espécie-tipo, R. reseri, em 1991.[1] R. reseri foi nomeado com base em escamas isoladas encontrados no Cânion Apache e Shark Tooth Hill no Condado de Quay, Novo México. R. rineharti foi descrito em 2006 a partir de várias escamas e parte de um fêmur direito encontrados no Cânion Apache.[2]

Enquanto outros aetossauros têm escamas cobertas de buracos e sulcos que frequentemente formam padrões radiais, as escamas do Redondasuchus são densamente cobertas de buracos e falta de qualquer padronização. As escamas paramedianas dorsais (aquelas da parte de trás) são os únicos que estão em ângulo de aproximadamente 45 °. Em outros aetossauros, o arco das escamas são suaves nas costas e em torno da linha média, e as escamas laterais que estão abaixo deles e percorrem o lado do animal.[2]

O paramedianos dorsais de R. reseri são menores que os do R. rineharti. Em ambas as espécies, cada paramediano possui uma quilha na parte inferior que se estende desde a borda mediana (perto da borda das vértebras) para a área de flexão das escamas.[2]

Filogenia[editar | editar código-fonte]

Heckert em 1996 considerou o Redondasuchus como parte dos avançados de aetossauros que também incluiam Neoaetosauroides, Longosuchus, Desmatosuchus, Paratypothorax e Typothorax.[3]

Notas e referências

  1. Hunt, A.P.; and Lucas, S.G.. (1991). "A new aetosaur from the Redonda Formation (Late Triassic: middle Norian) of east-central New Mexico, U.S.A.". Neues Jahrbuch für Geologie und Paläontologie Monatshefte 1991: 728–736.
  2. a b c Spielmann, J.A.; Hunt, A.P.; Lucas, S.G.; and Heckert, A.B.. The Triassic-Jurassic Terrestrial Transition. [S.l.]: New Mexico Museum of Natural History and Science Bulletin, 2006. 583–587 pp. vol. 37.
  3. Heckert, A.B.; Hunt, A.P; and Lucas, S.G.. (1996). "Redescription of Redondasuchus reseri, a Late Triassic aetosaur (Reptilia: Archosauria) from New Mexico (U.S.A.), and the biochronology and phylogeny of aetosaurs". Geobios 29 (5): 619–632. DOI:10.1016/S0016-6995(96)80028-3.