Reefer Madness (2005)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Reefer Madness
Reefer Madness - Erva Maldita! (PT)
A Loucura de Mary Jane ou A Loucura de Marijuana (BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos  Alemanha Camboja
2005 • cor • 108 min 
Direção Andy Fickman
Produção Andy Fickman
Kevin Murphy
Dan Studney
Roteiro Kevin Murphy
Dan Studney
Baseado em Reefer Madness de Kevin Murphy
Dan Studney
Elenco Kristen Bell
Christian Campbell
Neve Campbell
Alan Cumming
Ana Gasteyer
John Kassir
Amy Spanger
Robert Torti
Steven Weber
Gênero Comédia musical
Idioma Inglês
Música Dan Studney
David Manning
Nathan Wang
Cinematografia Jan Kiesser
Edição Jeff Freeman
Estúdio Dead Old Man Productions
Distribuição Showtime
Lançamento Estados Unidos 16 de abril de 2005
Portugal 19 de junho de 2008
Orçamento US$25 milhões
Página no IMDb (em inglês)

Reefer Madness, também conhecido como Reefer Madness: The Movie Musical (no Brasil, A Loucura de Mary Jane[1] ou A Loucura de Marijuana[2] ; em Portugal, Reefer Madness - Erva Maldita!) é um filme para a televisão de comédia musical de 2005 adaptado do musical de mesmo nome baseado no filme de exploração de 1936. Feito pelos criadores do musical, ele é dirigido por Andy Fickman, escrito por Kevin Murphy e Dan Studney, e produzido pelos três.

O filme estreou no canal Showtime, sábado, 16 abril de 2005. É estrelado por Kristen Bell, Christian Campbell, Neve Campbell e John Kassir reprisando seus papéis no palco, com a adição notável de Alan Cumming e Ana Gasteyer em outros papéis principais. Robert Torti, que interpretou os personagens de Jack e Jesus no palco, retrata apenas o último nesta versão.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Este filme conta o conto de Harper Affair. Que mostra a história de Jimmy Harper, um jovem de 16 verões que tem sua vida cheia de destruição e assassinato causada por uma nova droga chamada mari juana. Ao longo do caminho ele recebe ajuda de sua namaroada Mary Lane e de Jesus em pessoa, porém, ele se encontra preso pelo encanto da droga e um turbilhão de coisas ruins acontence para Jimmy e quem ele ama.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Números musicais[editar | editar código-fonte]

  1. "Reefer Madness" - Lecturer, Parents, Zombies
  2. "Romeo and Juliet" - Jimmy, Mary, Company
  3. "The Stuff" - Mae
  4. "Down at the Ol' Five and Dime" - Mary, Miss Poppy, Lecturer, Company
  5. "Jimmy Takes a Hit" - Sally, Jimmy, Jack, Mae, Ralph, Company
  6. "The Orgy" - Sally, Jimmy, Jack, Ralph, Mae, Moloch, Company
  7. "Lonely Pew" - Mary, Lecturer, Company
  8. "Listen to Jesus, Jimmy" - Jesus Christ, Joan of Arc, Satan, Company
  9. "Mary Jane/Mary Lane" - Jimmy, Mary, Mae, Jack, Singing Clams, Miss Poppy, Dead Old Man, Officer Sordelet, Jesus, Joan, Satan, Ralph, Sally, Chinese Man, Company
  10. "The Brownie Song" - Jimmy, Mae, Sally, Jack, Ralph
  11. "Little Mary Sunshine" - Ralph, Mary
  12. "Mary's Death" - Jimmy, Mary
  13. "Murder!" - Jimmy, Ralph, Mary, Satan, Sally, Jack, Mae, Zombies
  14. "The Stuff (Reprise)" - Mae
  15. "Tell 'Em the Truth" - Mae, Lecturer, Jimmy, Mary, Jack, Sally, Ralph, Company
  16. "Romeo and Juliet (Reprise)" - Mary, Jimmy
  17. "Reefer Madness (Finale)" - Company
  18. "Reefer Madness" (final dos créditos) - Lecturer, Sally, Company
  19. "Mary Jane/Mary Lane" (final dos créditos) - Mary, Jimmy, Company

Inspiração[editar | editar código-fonte]

Em 1998, os parceiros Kevin Murphy e Dan Studney, que conhecera enquanto estudava na Universidade Drew, em Madison, Nova Jérsei, estava dirigindo de Oakland a Los Angeles e ouviram Joe's Garage de Frank Zappa, quando eles começaram a discutir como poderiam encenar a peça. "Então eu comecei a imaginar isso na minha cabeça", Studney lembra. "Conceito de um musical e, em seguida, bateu-me apenas de Frank Zappa. Virei-me para Kevin e disse: 'Que tal fazer Reefer Madness como um musical?'" Até a dupla chegar a tempo em L.A., já haviam escrito a primeira música. A escola tem o nome de Harry J. Anslinger, o primeiro comissário do Departamento de Narcóticos dos EUA, conhecido como o Pai da Guerra Contra as Drogas.

Lançamento[editar | editar código-fonte]

O filme estreou no Festival Sundance de Cinema de 2005. Ele também foi exibido em competição no Deauville Film Festival de 2005 e venceu a Premiere Audience Award. Na noite de 20 de abril de 2005, Showtime exibiu o musical back-to-back com o filme de exploração de 1936 que a inspirou.

Home media[editar | editar código-fonte]

O DVD foi lançado em 9 de novembro de 2005 pelo Showtime. O DVD inclui um comentário em áudio pelo diretor Fickman e filme original.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

O filme ganhou o Emmy Award de 2005 para Música e Letras (para a música "Mary Jane/Mary Lane", que foi escrito especialmente para o filme). Ele também recebeu indicações ao Emmy para Coreografia e Efeitos de Pintura.

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Um CD da trilha sonora foi lançado pela Showtime em sua "caixa de esconderijo" pacote de imprensa. Mista dos mestres de áudio 5.1, esta versão tem várias anomalias, incluindo alguns efeitos sonoros.

Em 28 de outubro de 2008, Ghostlight Records lançou um CD duplo da trilha sonora do filme e original da gravação com o elenco em Los Angeles. Na noite anterior, Joe Pub do The Public Theater] organizou um concerto festa de lançamento com um conjunto de quatro pessoas e apresentado por Alan Cumming, Ana Gasteyer, Christian Campbell, John Kassir, Robert Torti, Amy Spanger e Jenna Leigh Green fazendo uma versão de concerto abreviado com introduções para cada canção por Kevin Murphy.

As duas versões da trilha sonora diferem em alguns lugares, tanto uns com os outros e para o filme, mas é mais perceptível durante a música Murder. O CD Showtime apresenta uma versão mais longa da canção, sem todo o diálogo falado. O CD Ghostlight apresenta uma versão truncada da pista repleta de diálogos do filme.

Referências

  1. A Loucura de Mary Jane (2005) Rubens Ewald Filho, UOL Cinema.. Visitado em 20-5-2011.
  2. Loucura De Marijuana, A Telecine, Globo.com. Visitado em 20-5-2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]