Reform School Girls

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Reform School Girls
Reformatório de Raparigas (PT)
Reformatório de Mulheres (BR)
 Estados Unidos
1986 • cor • 94 minutos min 
Direção Tom DeSimone
Elenco Linda Carol
Wendy O. Williams
Pat Ast
Sybil Danning
Sherri Stoner
Género drama
Idioma inglês

Reform School Girls é um filme estadunidense de 1986, dirigido por Tom DeSimone, que traz no elenco Wendy O. Williams, Pat Ast e Sybil Danning. Ele mostra um reformatório para garotas que é dirigido por uma diretora cruel e sadista, chamada Sutter, e por Edna, sua parceira.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme é uma sátira ao filme Women in Prison e acaba também trazendo complemento de vários outros filmes. Partes como a cena explicíta de nudez no chuveiro — por controvérsia incluindo a atriz Linda Carol, a protagonista, que ainda era menor de idade na época — cenas de briga e uma relação amorosa entre uma das presidiárias com um administrador. A sinopse toda envolve um novo influxo de garotas indo para o reformatório. Elas, imediatamente, se confrontam com Charlie Chambliss (Wendy O. Williams) que é a líder das delinquentes do reformatório e tem uma forte relação com Edna (Pat Ast).

Jenny (Linda Carol) vai para o reformatório após se envolver em um tiroteio. Ela tenta se livrar do reformatório após ficar amiga de um motorista mais velho, com o qual ela tem um encontro amoroso na parte de trás de seu caminhão. Lisa (Sherri Stoner) é uma fugitiva que é capturada e levada para o reformatório. Ela sofre diversas perdas enquanto está no reformatório, incluindo a perda de seu bichinho de estimação e de um gato, que as garotas do reformatório encontraram. O gato é descoberto por Edna, que acaba matando-o. Lisa é punida com isolamento. Após a morte de seu gato, Lisa corre para a parte de fora do reformatório e começa a subir em uma torre. Edna a segue. Quando Lisa chega ao topo da torre, se assusta com a presença de Edna, se desequilibra e cai do alto da torre, morrendo.

O filme termina com um protesto das garotas do reformatório após Doutor Norton, o psiquiatra, forçar os administradores a comparecerem em uma reunião para discutir as condições e o tratamento das presidiárias. Durante a reunião, Jenny bate em uma guarda e rouba as chaves. Dessa forma, ela liberta todas as garotas que fazem uma marcha. Edna, no entanto, pega uma arma e começa a abrir fogo contra elas. Edna atira em Charlie e sobe na torre de rádio que, Sutter, a diretora do reformatório, usava para transmitir mensagens religosas para as presidiárias. Charlie, apesar do tiro, pega um ônibus escolar ali perto e o investe contra a torre em que estava Edna, matando-a. Charlie rasteja pelo chão e, pouco antes de morrer, grita para Edna: "See you in hell!". A cena final mostra Jenny sendo libertada do reformatório.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Trilha Sonora[editar | editar código-fonte]