Refrigeração a ar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Esquema de uma motor com refrigeração a ar onde os frisos são essenciais para a correta dissipação térmica.

Refrigeração a ar é um sistema de refrigeração baseado na colocação das partes mecânicas no fluxo de ar gerado pelo movimento do veículo, aproveitando os aspectos aerodinâmicos. Frequentemente, no caso de motores, estes são dotados de aletas ou nervuras que aumentam a superfície metálica em contacto com o ar e desse modo auxiliam a dissipação térmica. As vantagens são a simplicidade por comparação com sistemas de refrigeração líquida (água ou óleo ou ambos) que exigem radiadores, condutas, vasos de expansão, termostato, etc. As desvantagens são não se obter arrefecimento com o veículo parado e maiores dilatações das peças mecânicas por aquecimento, provocando ciclos de expansão/contração mais severos, que podem acelerar a fadiga do metal.

Ver também[editar | editar código-fonte]