Região Econômica Central da Terra Negra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Região Econômica Central da Terra Negra (russo: Центра́льно-Чернозёмный экономи́ческий райо́н; tr.: Tsentralno-Chernozyomny ekonomicheski raion), também chamada de Região Econômica do Centro-Chernozem é uma das doze Regiões Econômicas da Rússia.

O setor econômico mais importante na Região é a agricultura, que tem lugar na fertilíssima área de Terra Negra (Chernozem), razão pela qual a Região é conhecida por este nome. A indústria alimentícia é importante na Região. É também a área mais importante em relação a metalurgia do aço em toda a Federação Russa. Em Kursk se extrai minério de ferro e em Lipetsk e Stari Oskol há alguns dos principais complexos metalúrgicos da Rússia. Existen duas centrais nucleares, em Novovoronezh e em Kursk.

A Região tem uma superficie de 167.700km², com 7.872.000 habitantes (densidade de 47 hab/km²), dos quais 62% é populações urbana.

A Região Econômica Central da Terra Negra na Rússia

Composição[editar | editar código-fonte]

  1. Oblast de Belgorod
  2. Oblast de Kursk
  3. Oblast de Lipetsk
  4. Oblast de Tambov
  5. Oblast de Voronej

Indicadores socioeconômicos[editar | editar código-fonte]

Esta Região é predominantemente rural. As dificuldades crônicas da agricultura soviética (agora russa) se fazem palpáveis aqui. Os níveis de investimento e o PIB per capta da Região estão bastante abaixo da média russa. Há relativamente poucos estudantes na educação superior.

O emprego estatal é alto, enquanto que o emprego no novo setor privado só alcança a metade dos números gerais da Rússia. A Região está experimentando um rápido declive de população.


Referências[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Rússia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.