Região afro-tropical

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Região afro-tropical

A região afro-tropical ou região etiópica é uma região biogeográfica separada da parte paleártica pelo deserto do Saara). Inclui metade da península Arábica.

O deserto do Saara serve como barreira física impedindo que espécies cheguem até outras localidades (África do Norte, Europa e Ásia), mantendo-se assim o continente africano, ou boa parte que cabe a região afro-tropical, com características distintas das demais regiões biogeográficas no quesito de fauna e flora.

Porém é notório que certas espécies que se apresentem na região etiópica tenham-se em demais biogeografias. Um bom exemplo e o caso da presença de elefantes na região indo-malaio ou oriental, apesar das diferenças, pelo fato do elefante-africano ser maior e não conter tantos pelos quanto seu primo asiático que, além disso, e menor e sua orelha lembrando o formato do mapa da Índia. Isso serve como indicador de que tiveram a mesma origem obviamente e hoje se encontram em pontos distintos da biogeografia.

Há também características de felinos como a onça-pintada (Panthera onca) presente na região neotropical, com o leopardo (Panthera pardus).

Para explicar tais incógnitas, a teoria da biogeografia teve que aceitar a lei de Alfred Wegener: a deriva dos continentes.

Porém, a deriva continental não pode responder todas as perguntas como a de espécies semelhantes e outros pontos geográficos, então surge outra hipótese mais aceitável: a da migração.

Migrações podem ter feito por inúmeras espécies e permitindo em uma curta escala de milhões de anos espécies se deslocarem e pelo fato de barreiras hoje existentes não existir neste período, como no caso do deserto do Saara que surgiu há cerca de dez mil anos devido a mudança do eixo de rotação da Terra em poucos graus.

Dentro desta região encontram-se importantes biomas, que sustentam uma grande gama de biodiversidade como a floresta tropical africana, deserto (sul do Saara) e as savanas que englobam grande parte desta região.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Região paleotropical