Regimento de Infantaria n.º 14

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou secção:
Regimento de Infantaria n.º 14
País  Portugal
Corporação Exército Português
Sigla RI14
História
Condecorações MHA
MHL

O Regimento de Infantaria n.º 14 (RI14) MHAMHL, com a denominação histórica de Infantes de Viriato, é uma unidade da Estrutura Base do Exército, do Exército Português aquartelada na cidade de Viseu. É uma unidade formada por 1 batalhão de soldados, que por sua vez é subdividido em 6 companhias. O Regimento, apesar de ser uma unidade com administração própria, é subordinado operacionalmente a uma brigada ou divisão. Comandado por um coronel ou tenente-coronel, seu efetivo gira em torno de 500 homens. Possui um estado-maior composto de seções de pessoal, inteligência, operações, logística e relações publicas para assessorar o comandante. Tropa que compõe um Serviço responsável pelo armazenamento, fornecimento, manutenção e conservação de armamento, viaturas e outros meios e equipamentos. Actualmente o regimento tem como encargo operacional o de organizar, treinar e manter um dos batalhões de infantaria da Brigada de Intervenção.

História[editar | editar código-fonte]

O RI14 tem origem no Batalhão de Infantaria n.º 24 (BI24) transferido em 1841 de Viana do castelo para a cidade de Viseu. Pela Reorganização do exército. Em 1842 o BI24 é transformado no Regimento de Infantaria Nª 14.O RI14 herda também as tradições históricas das antigas unidades de infantaria inseridas em Viseu, especialmente do Regimento de Infantaria Nª 11 (1808) e do Regimento de Caçadores da Beira Alta (1829).

Ao longo da sua História o RI14 tornou-se num dos quartéis mais prestigiados do Exército Português participando em quase todas as suas campanhas.

Cronologia histórica do RI14[editar | editar código-fonte]

1841 – O BI24 transfere-se em para a cidade de Viseu;

1842 – O BI24 é transformado no Regimento de Infantaria n.º 14;

1845 – 1847 – O RI14 participa nas campanhas de Revolta da "Maria da Fonte" ao lado das forças fiéis ao governo;

1914 – 1918 – O RI14 participa na 1ª Guerra Mundial enviando um Batalhão para Angola que participa em Vários combates, destacando-se na defesa de Naulila, e um outro para França integrando no corpo Expedicionário Português, que combate na frente ocidental;

1940 – 1944 - Por ocasião da 2ª guerra mundial o RI14 organiza dois batalhões expedicionários, sendo um enviado para os Açores e outro para Angola;

1961 – 1975 – O RI14 participa nos três Teatros de Operações da Guerra do Ultramar mobilizando vários batalhões e companhias independentes de caçadores, bem como pelotões de morteiros e de canhões sem recuo;

1977 – O RI14 passa a denominar-se Regimento de Infantaria de Viseu;

1993 – A Unidade designa-se de Regimento de Infantaria n.º 14;

O RI14 entrou em várias guerras, tais como:

1810 – Batalha do Buçaco 1811 – Sitio de Olivença – 1º Sitio de Badajoz – batalha de Albuera 2º sitio de Badajoz 1812 – 3º Sitio de Badajoz – Defesa do Tormes 1813 – Batalha de vitoria – bloqueio de pamplona – combates de Porto e Maia – combate de porto e Aríete 1813 – Batalha dos Pirinéus – combate de banca – batalha do nívelle – batalha do Nive 1814 – Combate de sauvaterre – batalha de Orthez – Combate do Aire – Combate de Tarbes – Batalha de Toulouse 1914 – Sul da Angola 1918 – Flandres 19521952 – Goa (Índia) 19611963 – Angola – Guine – Moçambique 19641967 – Angola

O Regimento de Infantaria n.º 14, mais conhecido como RI14 tem 182 mil metros quadrados, e desses 182 mil, 82 mil metros quadrados são de área coberta.

Este quartel de área coberta tem 21 edifícios, 6 deles são casernas, 1 é o edifício principal, o pavilhão desportivo, a Enfermaria, a cantina, uma carreira de tiro de 25 m, a casa da guarda, o local de transmissões, a arrecadação, a mecânica, a pintura e a lavagem de automóveis; tem 2 edifícios de treino, e também tem o edifício onde são arrumadas todas as viaturas do quartel.

Tem 6 campos de treino onde se aplica a ginástica militar.

Todos os anos Soldados do RI14 vão em missão para 3 locais no estrangeiro, passando lá 6 meses. Durante esses 6 meses os soldados passam todo o tempo a ajudar as pessoas necessitadas.

Há um número muito elevado de oliveiras no quartel, pois todos os anos faz-se uma grande produção de azeite.

Museu[editar | editar código-fonte]

No RI14 está implementado um museu que redimensiona a História do Exército desde as Guerras Peninsulares passando pela 1.ª Guerra Mundial, até à actualidade. Neste espaço pode-se ainda ver uma breve história do Regimento de Infantaria n.º 14, como foi fundado e como veio a permanecer no local onde está situado. Existem ainda vários objectos de interesse para ver desde:

  • Vários tipos de fardamento e a sua evolução ao longo do tempo;
  • Armamento e equipamento;
  • Bandeiras, guiões e algumas fotografias antigas.

Condecorações[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas Presidência da República Portuguesa. Página visitada em 2014-05-30. "Resultado da busca de "Regimento de Infantaria 14"."

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.