Reginaldo Leme

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Reginaldo Leme
Nome completo Reginaldo Leme
Conhecido(a) por Comentarista esportivo da Rede Globo
Nascimento 3 de janeiro de 1948 (66 anos)
Bandeira cg ed.jpg Campo Grande,  Mato Grosso do Sul
Nacionalidade Brasil Brasileira
Etnia Caucasiano
Parentesco Irmão: Dinho Leme
Ocupação jornalista esportivo
Empregador Rede Globo de Televisão
Cargo Comentarista

Reginaldo Leme (Campo Grande, 3 de janeiro de 1948) é o mais experiente jornalista de automobilismo do Brasil.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Reginaldo está desde 1972 trabalhando em coberturas de Fórmula 1, participou das oito conquistas de títulos mundiais de pilotos brasileiros, e, segundo contagem recente feita por organizadores da Fórmula 1, soma mais de 450 grandes prêmios.

Sua carreira começou no jornal O Estado de S.Paulo em 1968, e desde 1978 está na TV Globo.

Além do automobilismo, participou de 3 Copas do Mundo e 2 Olimpíadas.

Na Fórmula 1 fez dupla com Luciano do Valle, algumas vezes, também com Oliveira Andrade, Luís Alfredo, Cléber Machado e Luís Roberto. Na atualidade está com Galvão Bueno. Comenta também as transmissões da Stock Car Brasil ao lado de Sérgio Maurício.

O jornalista é também apresentador do Linha de Chegada, programa que comanda no SporTV, canal de esporte por assinatura da Globo.[1]

Reginaldo é colunista do jornal O Estado de São Paulo, site Grande Prêmio e publicações do Exterior e criador do Anuário AutoMotor, em circulação desde 1992.[1] c

Seu irmão mais novo, Dinho Leme, foi o baterista da banda de rock Os Mutantes em sua formação original com Rita Lee e os irmãos Baptista, voltando a participar da banda nos últimos tempos, depois de anos afastado.[2]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Resultado
2008 Troféu Ford Aceesp Comentarista de TV do Ano Venceu[3]

Referências

  1. a b Reginaldo Leme: 42 anos de jornalismo e credibilidade
  2. Outras figuras
  3. iG - Terceiro Tempo. [1]. Página visitada em 13/06/2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]