Cerâmica de figuras negras

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde Janeiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ânfora de figura negra, com imagem de Atena. Museu Arqueológico Nacional de Atenas

O registro de pintura negra na cerâmica grega é um estilo em que as figuras negras encontram-se desenhadas num fundo vermelho. Originou-se em Corinto durante o século VII a.C, espalhou-se para outras cidades e regiões, incluindo Esparta, e chegou à Ática uma geração depois. A técnica floresceu até que foi substituída pelo registro de pintura vermelha em cerâmica grega em 530 a.C.

Estilos e temas[editar | editar código-fonte]

Os grandes ceramistas atenienses, que desenvolveram a pintura negra em seu maior potencial, desenvolveram um estilo sofisticado de decoração de narrativas que mostrava temas como cenas de batalha, seres míticos e episódios de lendas. As personagens estavam geralmente de perfil.

Poucos são os ceramistas conhecidos por nome e maioria das obras foi agrupada tendo como base o estilo de pintura e parecem pertencer a um grupo de indivíduos pertencente a uma oficina ou ateliê. Contudo, foi em Atenas que assistimos pela primeira vez a artistas assinarem suas obras. A primeira obra assinada parece ter pertencido a Sófilos. O nome mais famoso é Exéquias, mais conhecido por suas cenas de batalha. Clítias era conhecido por suas gravuras em vasos.

Ceramistas gregos que utilizavam pintura negra[editar | editar código-fonte]

Andócides
Clítias
Exéquias
Sófilos

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Cerâmica de figuras negras