Regra da soma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde maio de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A regra da soma afirma que, dado dois eventos A e B disjuntos (ou seja, que não ocorrem necessariamente simultâneos) onde existem m probabilidades para A (m maneiras de A ocorrer) e n possíveis resultados para B, a probabilidade de A ou B ocorrer é n+m. Em outras palavras, as chances de que um dos resultados esperados ocorram é a soma das chances individuais.

Definição Formal[editar | editar código-fonte]

Pode-se enunciar a Regra da Soma da seguinte maneira: Dados um número finito de eventos distintos as chances da disjunção entre eles ocorrer é igual a soma da probabilidade individual dos eventos.

Aplicação[editar | editar código-fonte]

Um exemplo comum é o que se segue:

Em um baralho de 52 cartas embaralhadas deseja-se obter um Rei ou uma Dama. Como o baralho possuí 4 reis e 4 damas, a probabilidade de pegar um rei ou uma dama é igual a (4+4)/52, ou seja, 8 em 52.

Ícone de esboço Este artigo sobre matemática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.