Regra de ouro de Fermi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Em física quântica, a regra de ouro de Fermi expressa a taxa de transição (probabilidade por unidade de tempo) de um auto-estado de um Hamiltoniano H_0 para um contínuo de estados, devido a uma perturbação H_1, que pode depender do tempo. Seu nome é uma homenagem ao físico italiano Enrico Fermi.

Dado um auto-estado \scriptstyle | i\rangle do Hamiltoniano não perturbado H_0, a probabilidade de transição para um estado \scriptstyle | f\rangle é dado em primeira ordem de teoria de perturbação por

 T_{i \rightarrow f}= \frac{2 \pi} {\hbar}  \left | \langle f|H_1|i  \rangle \right |^{2} \rho,

sendo \scriptstyle \rho a densidade de estados finais.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]