Reichswehr

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira do Reichswehr (1921-1935)

Reichswehr Loudspeaker.svg? Escutar a palavra em alemão (termo Alemão significando Defesa do Império ou Defesa da Nação) era o nome do conjunto das forças armadas alemãs num período entre as duas guerras mundiais, entre 1919 e 1935, findo o qual foi rebatizada para Wehrmacht.1

Ao fim da I Guerra Mundial, que trouxe a derrota à Alemanha, as força do Império estavam deterioradas e desorganizadas, os soldados derrotados voltavam para suas casa sozinhos ou em pequenos grupos e muitos deles se juntaram num Freikorps (Corpo Independente), um grupo de unidades paramilitares de voluntários, que se envolveram em revoluções e choques de fronteira entre 1918 e 1923.

A recém-formada República de Weimar, criada com a abdicação do Kaiser, necessitava, entretanto, de uma força armada regular para defesa e policiamento do Estado. Assim, em março de 1919, o governo instituiu a Força Nacional Provisória de Defesa (Vorläufige Reichswehr ), constituída de um Exército Nacional Provisório (Vorläufiges Reichsheer), com um efetivo de 400.000 homens em sua existência e uma pequena Marinha Nacional Provisória (Vorläufige Reichsmarine). Em janeiro de 1921, foi oficialmente instituído o Reichswehr, englobando todas as forças, de acordo com as limitações impostas pelos Aliados no Tratado de Versailles.

Soldados da Reichswehr em treinamento, 1930.

Limitado por tratado a 100.000 homens, o Reichswehr era constituído de:

Apesar de limitado em tamanho e poder de fogo, seus integrantes continuaram a planejar, pesquisar e discutir novos incrementos militares, com a ajuda em certas ocasiões do Exército Vermelho. Seus oficiais e o Reichswehr como instituição nunca foram muito amigáveis da democracia, mas se mantiveram leais ao governo democrático alemão enfatizando isso com um perfil apolítico de comportamento. Isto deu à democracia alemã uma chance de se desenvolver, mas ao mesmo tempo diminuiu uma capacidade maior de resistência das Forças Armadas contra alguém como Adolf Hitler.

Apesar dos tempos de paz e das limitações do tratado - que causaram uma redução das forças armadas alemãs de 750.000 homens em 1913 para os 100.000 da época - terem aumentado sua qualidade material humana na mesma proporção - apenas os melhores e mais capazes eram aceitos no Reichswehr – a modernização constante no resto do mundo do aparelho de guerra deixava claro que o pequeno exército não tinha chances de desenvolvimento sem apoio aéreo e mecanizado, não importasse quanto esforço fosse feito no aperfeiçoamento das táticas da infantaria.

Durante 1933 e 1934, após Hitler chegar ao poder como chanceler da Alemanha, o Reichswehr começou secretamente um programa de expansão e modernização, que finalmente se tornou público com o anúncio formal da criação da Wehrmacht em 1935.

Referências

  1. Darman, Peter, ed. (2007). "Introduction: Deutschland Erwache". World War II A Day-By-Day History. ISBN 978-0-7607-9475-3.