Império Carolíngio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Reino Carolíngio)
Ir para: navegação, pesquisa

Dá-se o nome de Reino Carolíngio ao reino franco após a subida da dinastia carolíngia ao poder, ao lugar dos merovíngios, a partir de 751.

Eram prefeitos de palácio até então e se aproveitaram da crise e da fragmentação dos merovíngios para subir ao trono. Carlos Martel foi o comandante da vitória dos francos, teve um filho, Pepino, o Breve, como era conhecido o qual fez um acordo com o papa que lhe daria apoio para fazer com fosse tornado o rei de Roma, ganhando o apoio da Igreja em seus atos. Pepino teve um filho, Carlos Magno ele organizou um forte exercito e dedicou boa parte da sua vida a estender seus domínios.

Derrotou também os saxões, que foram convertidos ao cristianismo. Ele doou parte das terras que conquistou para os comandantes militares que o haviam ajudado, isso fez com que ele obtivesse a lealdade desses nobres. Quando ele morreu as terras que ele possuía foram divididas entre seus herdeiros, mas como havia uma disputa muito grande o império foi dividido em uma porção de pequenos reinos.

O rei germano Otão I fundou o sacro império Romano Germânico. Por volta do século X o latim se misturou com línguas bárbaras, fundando variados idiomas, que são os “pais” dos idiomas que hoje são usados na Europa.