Reino da Finlândia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Suomen kuningaskunta
Konungariket Finland

Reino da Finlândia

Estado satélite do Império Alemão

Flag of Russian Empire for private use (1914–1917) 3.svg
1917 – 1918 Flag of Finland.svg
Flag Brasão
Bandeira Brasão de Armas
Continente Europa
Região Império Alemão
País Finlândia
Capital Helsinque
Língua oficial finlandês e sueco
Governo Monarquia constitucional
Rei
 • 1918 Frederico Carlos de Hesse¹ (eleito)
Regente
 • 1917-1918 Pehr Evind Svinhufvud
Legislatura Parlamento
Período histórico Primeira Guerra Mundial
 • 06/12 de 1917 Independência
 • 9 de outubro de 1918 de {{{ano_evento1}}} Monarca eleito
 • 9 de novembro de 1918 de {{{ano_evento2}}} Rendição da Alemanha
 • 14/12 de 1917 Trono renunciado
¹ O estilo do monarca deveria ser "Carlos I, Rei da Finlândia e Carélia, Duque de Åland, Grão-Príncipe da Lapônia, Lorde de Kaleva e Norte"

O Reino da Finlândia foi uma tentativa breve de estabelecer o Príncipe Frederico Carlos de Hesse como Rei da Finlândia seguindo a independência finlandesa da Rússia.

Sob pressão do Império Alemão, a Finlândia havia declarado independência da Rússia em 6 de dezembro de 1917, levando a um debate acirrado sobre a declaração do novo Estado como uma república ou permanecer uma monarquia. Na época da declaração de independência, os monarquistas eram uma minoria no Eduskunta finlandês, e a Finlândia foi declarada uma república. Após a guerra civil, e enquanto o pró-republicano Partido Social Democrata foi excluído da Eduskunta, Frederico foi eleito ao trono do Reino da Finlândia em 9 de outubro de 1918.

Outros Estados similares[editar | editar código-fonte]

Durante a Primeira Guerra Mundial, o Império Alemão ajudou a criar ou criou no antigo território do Império Russo os seguintes Estados clientes, fantoches, ou satélites, mas nominalmente independentes: