Reino de Sonda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nuvola apps important.svg
A tradução deste artigo ou se(c)ção está abaixo da qualidade média aceitável.
É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, tente encontrar a página original e melhore este artigo conforme o guia de tradução.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Junho de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Antigo Reino de Sonda
Território do Reino de Sonda e Galuh, dividido pelo rio Citarum

O Reino de Sonda (ou Sunda) foi um reino sundanês localizado na parte ocidental da ilha de Java (hoje Indonésia) que surgiu depois do declínio do reino Tarumanagara. Baseada em secundário histórico manuscrito, Reino de Sunda é o reino unido de Sunda e Galuh.

Segundo relatórios históricos de exploradores europeus (como o português Tomé Pires), fontes chinesas e inscrições encontradas na região, o reino, que abrangiu as regiões de Karajaan Sunda e Karajaan Galuh, durou do século VII até o século XVI.

Baseada em Wangsakerta manuscrito, reino de Sonda das áreas cobertas também nos dias de hoje Lampung Província. Lampung foi separada por Estreito de Sonda de outra parte do reino.

Reino de Sonda e Europa[editar | editar código-fonte]

Reino de Sonda manteve laços estreitos com a Europa. Em 1522, os portugueses tinham chegado a um acordo político e económico com o reino de Sonda. Em troca de ajuda militar contra a ameaça crescente do Islão, Prabu Surawisesa rei de Sonda, na altura, deu-lhes o acesso gratuito ao comércio da pimenta. Alguns portugueses que estavam ao serviço do soberano, fizeram suas casas no porto de Sunda Kalapa (Jacarta). Este tratado é o bem conhecido Tratado de Sunda Kalapa

O Rio Mais poluído do Mundo[editar | editar código-fonte]

Localização[editar | editar código-fonte]

É o rio Citarum, que fica próximo a Jacarta, capital da Indonésia. O Citarum é bem mais poluído do que o Tietê. Divide os dois reinos: O reino de Karajaan Sunda e Karajaan Galuh

Utilização[editar | editar código-fonte]

Mais de 500 fábricas, muitas delas de produtos têxteis que exigem tratamento químico específico segundo as regulamentações internacionais, não o fazem, lançando "in natura" produtos químicos altamente tóxicos no rio.

Ao longo do rio famílias inteiras de plantadores de arroz retiram água desse rio imundo para irrigar suas plantações, além de beber, tomar banho e cozinhar com esta água.

Situação atual[editar | editar código-fonte]

Enquanto os produtos químicos tóxicos fazem seu passeio rio abaixo, os detritos humanos (lixo) de todos os tipos são adicionados a elas. Nas cidades que ladeiam o rio, não há absolutamente nenhum tratamento de esgoto ou coleta de lixo. O rio resolve. Vai tudo lá pra dentro.

Informações gerais[editar | editar código-fonte]

O Citarum (Walungan Citarum em sundanês) é um rio ameaçado. Poluído pelo despejo dos resíduos orgânicos domésticos e sanitários de nove milhões de pessoas e incontável quantidade de produtos químicos e muitas vezes tóxicos, lançados por centenas de fábricas ao longo de suas margens, na maioria das vezes sem nenhum tratamento prévio.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.