Relações entre Canadá e Estados Unidos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Relações entre Canadá e Estados Unidos
Bandeira do Canadá   Bandeira dos Estados Unidos
Mapa indicando localização do Canadá e dos Estados Unidos.


O presidente estadunidense Barack Obama (esq.) e o primeiro-ministro canadense Stephen Harper (dir.) reunidos em Ottawa em Fevereiro de 2009.

As relações entre Canadá e Estados Unidos abrangem mais de dois séculos. Isto inclui uma herança colonial britânica compartilhada em conflitos entre 1770 e 1812, e o eventual desenvolvimento de um dos relacionamentos de maior sucesso internacional no mundo moderno. Um é o principal parceiro econômico do outro, e o turismo em grande escala e a migração entre as duas nações aumentou as semelhanças.

A ruptura mais grave na relação foi a Guerra de 1812, que viu uma invasão do continente americano pela então, América do Norte Britânica, e contra-invasões de forças britânico-canadenses. A fronteira foi desmilitarizada após a guerra e, além de incursões menores, manteve-se pacífica. A colaboração militar começou durante a Segunda Guerra Mundial, e continuou durante toda a Guerra Fria em um nível bilateral, através do NORAD e por meio da participação multilateral no âmbito da OTAN. Um volume intenso de comércio e migração entre os Estados Unidos e o Canadá têm gerado uma maior aproximação, especialmente após a assinatura do Acordo de Livre Comércio Canadá - Estados Unidos, em 1988.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Doran, Charles F., and James Patrick Sewell, "Anti-Americanism in Canada," Annals of the American Academy of Political and Social Science, Vol. 497, Anti-Americanism: Origins and Context (May, 1988), pp. 105–119 in JSTOR
  • Stephen Clarkson, Uncle Sam and Us: Globalization, Neoconservatism and the Canadian State (University of Toronto Press, 2002),
  • J. L. Granatstein. Yankee Go Home: Canadians and Anti-Americanism (1997)
  • J. L. Granatstein and Norman Hillmer, For Better or for Worse: Canada and the United States to the 1990s (1991)
  • John W. Holmes. "Impact of Domestic Political Factors on Canadian-American Relations: Canada," International Organization, Vol. 28, No. 4, Canada and the United States: Transnational and Transgovernmental Relations (Autumn, 1974), pp. 611–635 in JSTOR
  • Graeme S. Mount and Edelgard Mahant, An Introduction to Canadian-American Relations (1984, updated 1989)
  • Graeme S. Mount and Edelgard Mahant, Invisible and Inaudible in Washington: American Policies toward Canada during the Cold War (1999)
  • Bruce Muirhead, "From Special Relationship to Third Option: Canada, the U.S., and the Nixon Shock," American Review of Canadian Studies, Vol. 34, 2004 online edition
  • Reginald C. Stuart. Dispersed Relations: Americans and Canadians in Upper North America (2007) excerpt and text search
  • James Tagg. "'And, We Burned down the White House, Too': American History, Canadian Undergraduates, and Nationalism," The History Teacher, Vol. 37, No. 3 (May, 2004), pp. 309–334 in JSTOR
  • C. C. Tansill, Canadian-American Relations, 1875-1911 (1943)
  • Diones Júnior de Xinguara-PA J. Randall, Canada and the United States: Ambivalent Allies (McGill-Queen's University Press, 1994), 387pp
  • Faces of War at Library and Archives Canada
  • Engler, Yves The Black Book of Canadian Foreign Policy, Co-published: RED Publishing, Fernwood Publishing, April 2009, ISBN 978-1-55266-314-1 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre relações exteriores é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.