Relações entre Irã e Reino Unido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Relações entre Irão e Reino Unido
Bandeira do Irão   Bandeira do Reino Unido
Mapa indicando localização do Irão e do Reino Unido.
  Irão

As relações diplomáticas estabelecidas entre a República Islâmica do Irão (português europeu) ou Irã (português brasileiro) e o Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte já existem desde o século XIII, quando o Rei Eduardo I enviou ao império Ilcanato uma proposta de aliança.[1] Desde então as relações diplomáticas entre estes dois países têm-se deteriorado consideravelmente, nos últimos anos, principalmente devido às críticas por parte do Reino Unido à ideologia política do Irão e ao agravamento da situação dos direitos humanos no país, após a reeleição do presidente Ahmadinejad.

Em 28 de novembro de 2011, o Irã rebaixou as suas relações com a Grã-Bretanha devido a novas sanções postas em prática pelo Reino Unido.[2] No dia seguinte, um grupo de estudantes e também membros da milícia Basij atacou a embaixada britânica em Teerã, danificando a propriedade e conduzindo o pessoal diplomático para fora.[3] No dia 30 de novembro de 2011, em resposta ao ataque, o Reino Unido fechou a sua embaixada em Teerã e ordenou o fechamento da embaixada iraniana em Londres.[4]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Relações entre Irã e Reino Unido