Remo Lupin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.
Remus John Lupin
Remo João Lupin
250px
Remo Lupin no Ministério da Magia
Dados pessoais
Sexo Masculino
Nascimento 10 de março de 1960
Cabelo Castanho-claros
Olhos Âmbar
Sangue Lobisomem
Família Pai: Gregorius R. Lupin
Esposa: Ninfadora Tonks
Filho: Teddy Remo Lupin
Dados biográficos
Casa Blason Gryffondor.svg Gryffindor
Organizações as
quais pertence
Ordem da Fênix, Funcionários de Hogwarts e Marotos
Na série
Primeira aparição
em livro
Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban
Primeira aparição
em filme
Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban
Intérprete David Thewlis, dublado no Brasil por Hamilton Ricardo
Personagem da série Harry Potter

Remus John Lupin (Remo João Lupin, na versão brasileira) é um personagem da saga Harry Potter. Os leitores são apresentados a Lupin no capítulo cinco do terceiro livro, Harry Potter e o prisioneiro de Azkaban.

Significado do nome[editar | editar código-fonte]

Remo é o nome de um dos fundadores da cidade de Roma. Segundo a lenda, ele e seu irmão Rômulo foram amamentados por uma loba. Lupin vem do latim lupus, que significa lobo; lupin também é o nome de um tipo de lobisomem em francês.

Entre os Marotos, Remo é conhecido pelo apelido Aluado, em homenagem às suas transformações mensais na noite de lua cheia.

Lupin também já foi chamado de Loony Loopy Lupin ("Louco Lobo Lupin") pelo poltergeist Pirraça.

Aparência e Personalidade[editar | editar código-fonte]

Remo tem cabelos castanho-claros e prematuramente grisalhos, que fazem com que pareça mais velho do que é de fato. Tem bonitos olhos cor de Âmbar, às vezes confundidos com azul. Sua aparência é frágil, doentia e cansada; suas roupas são um pouco velhas, cinzentas e parecem um pouco ternos sem gravatas.

Extremamente leal ao que acredita e aos amigos, faria tudo para protegê-los e defende até a morte o que é certo. É sério, racional e centrado, além de muitíssimo inteligente. Na adolescência, sabe-se que era grande amante de livros. Apesar de sofrer grande preconceito por sua condição de lobisomem, Lupin procura ser gentil com todos, mantendo o ambiente que estiver o mais agradável possível. Possui enorme valentia, determinação e bom senso.

Família[editar | editar código-fonte]

Nascido em 10 de março de 1960, Remo é um bruxo mestiço. Pouco se sabe sobre sua família; apenas que seu pai, Gregorius R. Lupin, de alguma forma ofendeu o lobisomem Fenrir Greyback quando Remo tinha 8 anos. Como vingança, Greyback mordeu o menino. Desde então, Lupin se torna um monstro, híbrido de homem e lobo, a cada lua cheia. Seus pais tentaram de tudo para tratar o filho, mas não existe cura para a licantropia.

Árvore Genealógica[editar | editar código-fonte]


Hogwarts[editar | editar código-fonte]

Por não ter controle sobre a doença, Lupin tornava-se perigoso sempre que se transformava. Parecia impossível que o menino um dia chegasse a freqüentar a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts; os pais das outras crianças certamente se oporiam à ideia de que seus filhos estudassem com um lobisomem. Por sorte, quando Lupin completou onze anos, Dumbledore assumiu a direção de Hogwarts e permitiu que o menino estudasse na escola, mantendo sua condição em segredo.

Remo chega a Hogwarts em setembro de 1971. Dumbledore tomou alguns cuidados especiais antes da chegada do menino, visando a proteção dos estudantes, professores e do próprio Lupin. Foi construído um túnel dos jardins da escola até uma casa no povoado de Hogsmeade, nas proximidades do castelo. À entrada do túnel nos jardins foi plantado estrategicamente um Salgueiro Lutador. Todos os meses, Remo poderia se esconder nesta casa durante a lua cheia; suas transformações eram tão violentas que os moradores de Hogsmeade acreditavam que a casa, então chamada de Casa dos Gritos, fosse assombrada por fantasmas.

Quando Harry Potter chega a Hogwarts, mais de vinte anos depois, a Casa dos Gritos já é conhecida como o local mais mal-assombrado da Grã-Bretanha. O próprio Dumbledore ajudou a difundir este boato, para evitar que curiosos se aventurassem pelo local.

Presume-se que foi namorado de Emmeline Vance, que morreu no livro "Ordem da Fênix".

Os Marotos[editar | editar código-fonte]

Por causa de sua condição, Lupin não teve amigos até chegar a Hogwarts. Foi na escola que ele conheceu aqueles que viriam a se tornar seus melhores amigos: James Potter, Sirius Black e Peter Pettigrew. Mais tarde, os quatro se denominariam os Marotos.

No início da amizade, Lupin teve medo de contar aos outros sobre sua transformação, por medo de que eles o abandonassem ao conhecer a verdade. Para explicar suas ausências mensais, o menino improvisava uma série de desculpas; desconfiados, seus três companheiros eventualmente descobriram o segredo e, ao invés de se afastarem, fizeram de tudo para apoiá-lo nos períodos mais difíceis.

No quinto ano de Hogwarts (1975-76), Lupin foi nomeado monitor, numa tentativa da direção da escola de controlar os rebeldes James e Sirius. Infelizmente, Lupin jamais conseguiu este feito: por medo de perder a amizade dos dois, o monitor nunca tentou impedir que os amigos fizessem toda sorte de brincadeiras de mau gosto com outros estudantes, em particular Severo Snape. Depois de adulto, Lupin viria a se sentir culpado por sua atitude passiva.

Nesse mesmo ano, James, Sirius e Pedro ilegalmente se tornaram Animagos, coisa que exige um conhecimento avançado de magia. Em suas formas animais (respectivamente um cervo, um cão negro e um rato), os três podiam fazer companhia a Lupin durante a transformação, visto que lobisomens atacam apenas humanos. A partir de então, nas noites de lua cheia, os quatro amigos fugiam da Casa dos Gritos e se divertiam pelos terrenos de Hogwarts e Hogsmeade.

Uma noite, durante o sexto ano, Sirius contou a Snape como driblar o Salgueiro Lutador e entrar no túnel que levava à Casa dos Gritos - sem lhe dizer, no entanto, que lá encontraria Lupin transformado em lobisomem. Snape teria sido mordido ou até morto se Tiago não aparecesse no último minuto e o protegesse. Graças a esse incidente, Severo jamais perdoou Sirius, pela brincadeira inconseqüente, e James, com quem ficou em dívida por ter a vida salva por ele. Snape guardaria segredo sobre a licantropia de Lupin, mas anos mais tarde usaria esta informação contra o então colega.

O Mapa do Maroto[editar | editar código-fonte]

Depois de muitas fugas e explorações noturnas como animagos, os quatro amigos criaram o Mapa do Maroto. O artefato, de magia poderosa, mostra a exata localização de cada pessoa em Hogwarts, em tempo real. O mapa também mostra várias passagens secretas do castelo. Os Marotos assinaram sua grande criação com seus apelidos de animago: Aluado, Rabicho, Almofadinhas e Pontas.

O Mapa do Maroto foi confiscado por Argus Filch no sétimo ano de Lupin em Hogwarts. Mais tarde, o mapa cairia nas mãos de Fred e Jorge Weasley, que o dariam de presente a Harry Potter.

Professor em Hogwarts[editar | editar código-fonte]

No verão em que Harry começa seu terceiro ano em Hogwarts, Lupin é apresentado ao leitor pela primeira vez, no trem a caminho da escola, indo assumir o cargo de professor de Defesa Contra as Artes das Trevas. É provável que o cargo lhe tenha sido oferecido para manter Harry sob vigilância, uma vez que Sirius Black acabara de fugir de Azkaban e acreditava-se que o foragido pretendia matar o menino.

Lupin lecionou em Hogwarts durante o ano letivo de 1993-94, escondendo de todos sua condição de lobisomem com bastante sucesso. Com seu grande conhecimento a respeito das criaturas das trevas e de como subjugá-las, além de uma personalidade agradável e gentil, Lupin conquistou os estudantes; grande parte deles o considerava o melhor professor da escola.

Durante este período, Lupin conseguia controlar suas transformações tomando diariamente a poção Mata-Cão (Wolfsbane, no original), a qual lhe era preparada por Snape, agora professor de Poções. A Mata-Cão, uma poção relativamente recém-criada, de difícil preparo e sabor desagradável, permitia que o usuário mantivesse uma mente humana ainda que não impedisse a transformação física. Com ela, Lupin podia se manter em Hogwarts sem oferecer riscos aos alunos.

Lupin nunca disse a Dumbledore que Sirius era um Animago. Com a ajuda do Mapa do Maroto, que se encontrava com Harry nessa época, o professor descobriu que Sirius estava na Casa dos Gritos e pôde confrontá-lo. Infelizmente, com a confusão, Lupin esqueceu de tomar a poção Mata-Cão; era noite de lua cheia e sua transformação foi violenta, mas Sirius - em sua forma animal - conseguiu detê-lo, evitando que ele atacasse Harry, Rony e Hermione.

Snape utilizou a oportunidade para divulgar para todos o segredo de Lupin. Sabendo que teria que enfrentar a rejeição dos pais dos estudantes, o professor de Defesa Contra as Artes das Trevas optou por abandonar o cargo antes que o boato abalasse a moral de Dumbledore.

A Ordem da Fênix[editar | editar código-fonte]

Quando concluíram os estudos, os quatro Marotos (e Lílian Potter, recém-casada comJames) ingressaram na Ordem da Fênix, organização liderada por Dumbledore na luta contra Voldemort.

Eventualmente, descobriu-se que havia um espião entre eles. Sirius e Lupin desconfiaram um do outro e só descobririam anos depois que o infiltrado era, na verdade, o até então insuspeito Pettigrew. Não se sabe o que aconteceu com Lupin nos doze anos que se passaram entre a morte dos Potter e sua chegada a Hogwarts como professor.

No verão de 1995, após Harry ter revelado que Voldemort estava vivo, a Ordem da Fênix volta a se reunir. Lupin é um dos membros da Guarda Avançada da Ordem, que resgata Harry da casa dos Dursley nesse verão. Lupin também está presente na luta contra os Comensais da Morte, no Departamento de Mistérios do Ministério da Magia; é ele quem impede Harry de seguir Sirius e atravessar o véu que levou seu velho amigo à morte.

No ano seguinte, descobre-se que Lupin está trabalhando como espião da Ordem entre um grupo de lobisomens liderado por Fenrir Greyback que foi o lobisomem que mordeu Lupin quando criança. Mais acabado do que de costume, Lupin revela que os lobisomens estão se unindo aos Comensais da Morte, pois Voldemort lhes prometeu uma vida fora das sombras.

Após nova batalha com os Comensais e a morte de Dumbledore, é revelado um envolvimento amoroso platônico entre Lupin e sua jovem colega de Ordem, Ninfadora Tonks. Tonks se declara para Lupin na ala hospitalar de Hogwarts, mas ele argumenta que os dois não podem ter um relacionamento porque ele é "muito velho, muito pobre e muito perigoso". No entanto, no funeral de Dumbledore, Harry vê Tonks e Lupin de mãos dadas.

Harry Potter e As Relíquias da Morte[editar | editar código-fonte]

Em Harry Potter e As Relíquias da Morte, Lupin reaparece já casado com Tonks (a quem ele se refere carinhosamente por Dora). Embora tenha assumido o relacionamento, Lupin ainda não se tranqüilizou quanto aos perigos que representa para a esposa; algum tempo depois de saber que Tonks está grávida, ele foge de casa e se oferece a acompanhar Harry em sua busca por Horcruxes. O rapaz, no entanto, o confronta e faz com que ele mude de ideia e volte para a mulher.

Mais tarde, Lupin reencontra Harry e, muito feliz, anuncia que seu filho nasceu. O menino recebe o nome de Teddy Remo Lupin e, por sorte, não herda as características de lobisomem do pai mas herda a metamorfomagia da mãe tanto que seus cabelos começam a mudar de cor logo após o parto. Seu nome é em homenagem ao avô Ted Tonks, morto por Comensais da Morte.

Lupin e Tonks não sobrevivem à Batalha de Hogwarts. Ambos morrem em duelos com Antônio Dolohov e Belatriz Lestrange, respectivamente.[1] Teddy é criado pela avó Andrômeda; no epílogo do livro, sabe-se que o menino é bastante próximo de Harry, de quem é afilhado e de quem gosta muito.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]