República Socialista Federativa Soviética da Rússia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2010). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Российская Советская Федеративная Социалистическая Республика
República Socialista Federativa Soviética da Rússia

República Soviética

Flag of Russian Empire for private use (1914–1917) 3.svg
1917 – 1991 Flag of Russia.svg
Flag Brasão
Bandeira da RSFS da Rússia Escudo da RSFS da Rússia
Hino nacional
A Internacional (1922–1943)
Hino Nacional da União Soviética (1944–1990)
Canção Patriótica (1990–1993)[1]
Localização de RSFS da Rússia
RSFS da Rússia em Vermelho junto com outros estados da URSS
Continente Europa
País Rússia
Capital Petrogrado (1917—1918)
Moscou (desde março de 1918)[2]
Língua oficial Russo
Religião Ateísmo (1917-1968)
Laicismo (1968-1991)
Governo Presidencialista
História
 • 7 de novembro de 1917 Revolução Russa
 • 10 de julho de 1917 Constituição Soviética
 • 12 de dezembro de 1991 Dissolução da URSS
Área 17,075,200 km²
População
 •  est. 147,386,000 
     Dens. pop. 8,6/km²
Moeda Rublo

A República Socialista Federativa Soviética da Rússia (em russo: Российская Советская Федеративная Социалистическая Республика), conhecida também pela sigla RSFSR ou RSFS da Rússia (РСФСР) foi a mais extensa e a mais povoada das repúblicas da União Soviética. Sua capital era Moscou, que também era a capital da URSS.

História[editar | editar código-fonte]

A RSFSR foi estabelecida como um Estado não reconhecido juridicamente em 7 de novembro de 1917, na revolução russa. Em 10 de julho de 1918, a Constituição russa de 1918, na qual a RSFS foi oficialmente aprovada.

No ano de 1922, constituiu, junto com a RSS da Ucrânia, a RSS da Bielorrússia e a RSFS Transcaucasiana, a União Soviética, oficializada tal união por meio da Constituição Soviética de 1924.

A Constituição Soviética de 1924, caracterizava a RSFSR como um Estado laico. Com a chegada de Nikita Khrushchov ao poder, os sacerdotes obtiveram mais liberdade religiosa, ainda que a um nível baixíssimo.

A RSFSR da Rússia se separou da URSS em 12 de dezembro de 1991, catorze dias antes de que a URSS deixasse de existir. Assim, o sistema socialista soviético foi extinguido e iniciou reformas econômicas e políticas, mudando seu nome para Federação Russa e criando a Comunidade de Estados Independentes (CEI), que agrupava as ex-repúblicas soviéticas (com exceção da Estônia, Letônia e Lituânia).

Referências

  1. O Soviete Supremo da RSFSR aprovou a Lei #2094-I da RSFSR de 25 de dezembro de 1991 ("Mudança de nome para a República Socialista Federativa Soviética da Rússia" // Notícias do Congresso dos Deputados do Povo da RSFS da Rússia e do Supremo Soviete da RSFS da Rússia. – 1992. – № 2. – Art. 62) (em russo)
  2. Lenine’s migration a queer scene, The New York Times, 16 de março de 1918


Ícone de esboço Este artigo sobre Estado extinto, integrado ao Projeto Estados Extintos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.