Representação (filosofia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Portal A Wikipédia possui o:
Portal de Filosofia

Em filosofia uma representação é uma entidade que está por outra entidade, isto é, uma coisa que está por outra coisa. O modo de ser da representação é o estar por. Isso significa que a coisa que, quando há representação, há uma coisa, o representante, que está por outra coisa, o representado (stands for - Charles Sanders Peirce). Assim, a representação é uma relação entre o representante e o representado.

Em princípio qualquer coisa pode representar qualquer coisa, mas geralmente empregamos representante que estejam mais acessíveis do que seus representados. Poderíamos utilizar um hipopótamo para representar um palito de dente, mas isso seria inconveniente. Geralmente utilizamos palavras como representantes, pois é fácil para nós emiti-las. Podemos falar "hipopótamos" a qualquer momento, mas nem sempre temos um hipopótamo à disposição.

Tipos de representantes[editar | editar código-fonte]

Há representantes publicamente acessíveis, como por exemplo as palavras e demais objetos que utilizamos para representar outras coisas, e também representantes acessíveis apenas às pessoas que os têm, como por exemplo os pensamentos.

Ícone de esboço Este artigo sobre filosofia / um filósofo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.